Friday, October 31, 2008

COM TANTA GENTE A AMAR O OBAMA EIS UMA SUA PRIMA...

SEMPRE SE PODEM DEDICAR Á POLÍTICA E Á DIPLOMACIA...

El Vaticano niega a los gays el sacerdocio aunque sean castos
La Santa Sede defiende su salida de la Iglesia si 'fracasa' el apoyo psicológico

UM MUNDO A EXPLORAR E ONDE NINGUÉM É EXCLUÍDO NEM DISCRIMINADO... CASO EM QUE O BLOCO DE ESQUERDA ACTUA LOGO...

MUITAS DAS MORTAS BEM PODEM AGRADECER AO ESQUERDISMO

Violência doméstica já matou 40 mulheres

ESTES PROPAGANDISTAS DO MUNDO A RÉGUA E ESQUADRO JULGAM QUE A CULTURA DUM POVO LHES DEVE OBEDECER SÓ PORQUE PROMOVEM UMAS SESSÕES DE PROPAGANDA NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO QUASE A FAVOR DO AMOR LIVRE, DO HOMEM MULATO E DOUTRAS MERDAS QUE ACABAM ALGUMAS DELAS EM TRAGÉDIA...AO CAUSAREM E PROMOVEREM A DESUNIÃO FAMILIAR.

A UNIÃO NACIONAL DE ESQUERDA TRATA-SE COMO SE FOSSEM DE DIREITA...

A Assembleia da República reforçou as verbas para os bilhetes aéreos30 Outubro 2008 - 22h00

Parlamento: Despesas com deslocações dentro e fora do país em 2009
Custo com viagens atinge 3,7 milhões

ESTES AFRICANIZADORES DO PAÍS, AMANTES DE DESMANCHOS, CASAMENTOS GAYS VERTEM LÁGRIMAS DE CROCODILO COM A FOME QUE GRASSA NO PAÍS...
TORNO A DIZER QUE A GNR DEVIA LÁ APARECER UM DIA COM OS CÃES DETECTORES DE DROGA POIS QUE ELES FIZERAM LEIS QUE DENOTAM QUE SÓ PODERIAM ESTAR DROGADOS...

O SOS RACISMO AOS COSTUMES DEVE DIZER SEMPRE "NADA"

Heroína, cocaína e haxixe. Santarém tinha até agora um autêntico supermercado de droga onde se vendia de tudo um pouco. Coisa pouco comum, já que, por norma, os traficantes a nível regional tendem a "especializar- -se" na venda de um só produto. Neste caso, os quatro indivíduos detidos no final da semana passada pela Polícia Judiciária (PJ) foram detidos na posse de 4200 doses de heroína, duas mil de cocaína e 3200 de haxixe.

As investigações para o desmantelamento desta rede começaram em Maio, tendo a operação "Bar Aberto" sido assim baptizada por ser num bar de um dos detidos que muitas das negociatas eram feitas. "Os contactos eram feitos ali e o abastecimento realizava-se num espaço que funcionava como posto de venda regular", contou ao DN João Figueira, porta- -voz da Direcção Central de Investigação do Tráfico de Estupefacientes (DCITE) da PJ.

Os detidos, com idades entre 32 e 50 anos - dois africanos residentes na zona da Amadora, um português e outro de Leste (ambos moradores na zona de Santarém e com antecedentes por tráfico e por homicídio respectivamente) -, abasteciam-se na Amadora e dedicavam-se à distribuição na região centro do País, nomeadamente nos arredores de Santarém, onde a droga era preparada.

Segundo a PJ, no decorrer de duas buscas domiciliárias - uma no referido armazém - e de uma acção de rua, apreenderam-se "uma prensa, duas balanças digitais, um moinho e substâncias destinadas à manipulação e manufacturação de embalagens dos estupefacientes".

Foram ainda apreendidas três armas de fogo - dois revólveres calibre .38 e uma pistola calibre 6,35 mm, telemóveis, cerca de oito mil euros e automóveis topo de gama. "Os carros eram adquiridos com os lucros da venda da droga", disse João Figueira, adiantando tratar-se de um grupo já enquadrado na prática do tráfico de "nível médio".

Os quatro homens detidos ficaram em prisão preventiva.

O JUIZ QUE OS CONDENAR QUE OS NÃO EXPULSE DO PAÍS QUE UM DIA VÃO COMER DA SUA REFORMAZINHA...
E NADA DE COLOCAR RAIOS X NOS AEROPORTOS QUE ISSO É CONTRA OS DIREITOS DO HOMEM.A QUEREREM DETECTAR OS CORREIOS DE DROGA... SE ISSO É BOM PARA O NOSSO ENRIQUECIMENTO...

Thursday, October 30, 2008

PORTUGAL JÁ NÃO É UM PAÍS COESO SOCIALMENTE

Excesso de garantias dos arguidos
30-Out-2008
O PGR considera que a subida da criminalidade violenta em Portugal está associada a uma “mistura perigosa” de factores, como a pobreza e o desemprego. Em declarações ao Diário Económico, Pinto Monteiro sublinha que “o excesso de garantismos dos arguidos consagrado nas leis penais” também não ajuda no combate ao crime.

O Procurador-Geral da República considera que o aumento da criminalidade violenta registado nos últimos meses em Portugal se deve a uma “mistura perigosa” de várias factores. Pobreza e desemprego, a livre circulação de pessoas e capitais, a sofisticação de meios técnicos ao serviço do crime e o “excesso de garantismo dos arguidos consagrado nas leis penais” são algumas das causas apontadas. Pinto Monteiro não esconde que existe falta de eficácia na luta contra o crime mais complexo e chama a atenção para a necessidade de intensificar o combate à criminalidade violenta. São as respostas do Procurador-Geral da República ao Diário Económico sobre um tema que esta semana volta a estar na ordem do dia com o alerta do Observatório de Segurança,
Criminalidade Organizada e Terrorismo para o efeito potenciador que situações de “recessão económica” têm na criminalidade, incluindo a criminalidade violenta.
“Há que intensificar o combate à criminalidade violenta, especializando pessoas, modernizando os meios e melhorando as leis onde se mostrar necessário. Fundamentalmente precisa-se de maior eficácia”, explicou ao Diário Económico Pinto Monteiro, numa clara alusão às alterações dos novos códigos penais que tem vindo a reclamar junto do poder político. O PGR manifesta um olhar preocupado sobre o aumento da criminalidade violenta, o que, diz, “só por si gera um sentimento de insegurança no cidadão”. Defende, por isso, que podem ser apontadas várias razões para esse crescendo que, “somadas, formam uma mistura perigosa”. Pinto Monteiro aponta mesmo alguns exemplos: “a violência da sociedade contemporânea; os maus resultados obtidos no combate a certo tipo de crime e a quebra de valores morais e de estruturas sociais”. Por último, Pinto Monteiro, aponta “a ausência de objectivos por parte de alguma juventude, a quem também não são dados incentivos”. Sobre as medidas para contrariar a criminalidade violenta, o PGR lembra que foram criadas as unidades especiais de crime violento (que integram o Ministério Público, PJ, PSP e GNR) e, das quais, já “surgiram alguns resultados positivos”. Quanto à eventual ligação causa-efeito entre as reformas penais de 2007, a redução do número de presos e o aumento da criminalidade violenta, Pinto Monteiro afirma que “não é possível estabelecer com segurança e rigor” essa relação.

Medidas da PGR

- Em Agosto, quando se assistiu à onda de crimes violentos, Pinto Monteiro ordenou aos magistrados que, nos casos de criminalidade violenta, deve ser proposta a prisão preventiva sempre que se mostrem verificados os pressupostos.

- Foram criadas as unidades especiais de crime especialmente violento (UECEV), a funcionar e da colaboração e da troca atempada de informações entre o Ministério Público e os órgãos de Polícia Criminal.

Recessão económica aumenta criminalidade
O Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo (OSCOT) estabelece uma relação entre o crime e a conjuntura económica mundial. No seu relatório anual de segurança, ontem divulgado, salienta que “situações graves de recessão económica potenciam o aumento da criminalidade, incluindo a criminalidade violenta”. A organização presidida pelo general Garcia Leandro defende que as leis sejam “adequadas à realidade” para que se ultrapasse “sinais mais graves de criminalidade e de violência”. E reforça que têm de ser “pensadas como um todo, com uma coordenação eficaz”.
A OSCOT defende que as informações “fluam naturalmente entre aqueles que delas precisam”, apontando aqui a necessidade de ultrapassar bloqueios institucionais. O documento realça que o mesmo se aplica no respeitante a bases de dados integradas, de modo a poderem ser utilizadas por qualquer das entidades com responsabilidade nos diferentes processos. Para que “as forças de segurança possam actuar também por antecipação” face ao crime, o OSCOT considera que tal “exige a responsabilização do poder político e dos seus comandos e direcções”. O relatório diz ainda que a investigação criminal, o Ministério Público e os tribunais sejam dotados “dos meios materiais, humanos e processuais necessários para actuar com eficácia e tempo útil”. Sendo que os tribunais devem ter “uma acção mais eficaz, tomando decisões que punam os culpados, ajudando à dissuasão”.

O que faz aumentar a criminalidade

1 - Livre circulação de pessoas e bens
A livre circulação de capitais e pessoas é uma das causas que o PGR identifica como estando na base do aumento da criminalidade violenta. Portugal está na fronteira da União Europeia com África e com a América do Sul, de onde provêm muitas actividades de crime organizado - tráfico de drogas, de armas, de pessoas (imigração e prostituição) - e de lavagem de dinheiro.

2 - Sofisticação de meios
Sofisticação de meios técnicos ao serviço do crime é outra das razões apontadas pelo PGR. Na diversificação do crime incluem-se o cibercrime, os crimes ambientais, o crime internacional, o branqueamento de capitais, novas questões relacionadas com o urbanismo e a saúde pública e uma gama variada de criminalidade ligada às novas tecnologias.

3 - Desemprego e pobreza
O agravamento da situação social, do desemprego e da pobreza pode ter consequências quanto à segurança das pessoas e ao nível da criminalidade. Diz o PGR que são factores que “tornam mais fácil o recrutamento”. Portugal atingiu já a fasquia de meio milhão de desempregados, dois milhões de pobres, um milhão e meio de trabalhadores precários.

ANÁLISE / POUCO OU NADA SE SABE SOBRE AUTORES DE CRIMES

Criminalidade está a mudar?

Carlos Alberto Parares - Director da Faculdade de Psicologia da Lusófona
“A criminalidade poderá estar em estação de mudança”.
A criminalidade está a aumentar, nas suas versões mais violentas - diz-se, ainda que os dados disponíveis não sejam suficientemente elucidativos. A realidade revela que, com efeito, se assiste, porventura, a um agravamento da frequência, mas também - e principalmente - à maior severidade dos actos delinquenciais. A criminalidade poderá estar em estação de mudança, ou seja, poderá denunciar natureza mais agressiva e violentadora ao nível da esfera pessoal dos cidadãos, restando indagar se e quando este incremento de actos violentos é meramente instrumental de actos predatórios e contra o património. Todavia, é imprescindível que seja realizada, com urgência, a diagnose da situação, já que, frequentemente, se vem dissertando sobre o aumento dos crimes violentos mas nada ou quase nada se sabe sobre os seus actores e realidades. Importa que os especialistas - psicólogos forenses, criminólogos - e os dispositivos de controlo social se organizem para a definição de rotas de investigação científica sobre os fenómenos criminais e suas mais recentes metamorfoses: para que, estabelecido o diagnóstico, se possa avançar para a implementação de medidas sérias e suportadas pelo Saber, em detrimento de estratégias recicladas e sem contribuição do conhecimento. Dever-se-á procurar conhecer a pluridimensionalidade deste objecto (o crime, actos, cenários e actores), no seu caleidoscópio psico-afectivo e social, para se rumar para a intervenção.

DIÁRIO ECONÓMICO | 30.10.2008

OS MISSIONARIOS DO HOMEM NOVO E MULATO QUE SE CONVENÇAM DE QUE ESTÃO PERANTE UMA GUERRA DE GUERRILHAS DE BAIXA INTENSIDADE.QUE NÃO É COM MAIS PROPAGANDA TIPO ACÇÃO PSICO-SOCIAL QUE SE ELIMINA.
EMENDEM AS LEIS DA IMIGRAÇÃO, NACIONALIDADE E TRATEM DE COMEÇAR A EXPULSAR OS CRIMINOSOS DE QUEM TÊM SIDO TÃO AMIGOS...CRIMINOSOS:FORA EM 24 HORAS E COM 20KG...(ONDE É QUE EU JÁ OUVI ISTO?)

QUE VENHAM MAIS ONDAS DE ASSALTOS VIOLENTOS,NACIONALIZAÇÕES DA POBREZA MUNDIAL QUE ALGUÉM FACTURA COM ISSO

Goveno paga milhões de euros de apoio judiciário
30-Out-2008
O Ministério da Justiça pagou na semana passada um milhão de euros aos advogados por defesas oficiosas em atraso.Este pagamento surge no mesmo dia - 22 de Outubro - em que o titular da pasta, Alberto Costa, foi confrontado pelos deputados, em plena Assembleia da República, com o valor em atraso e questionado quando pagaria aos advogados que, em muitos casos, já esperam há dois anos por essa remuneração.No entanto, ao que o DN apurou, esse valor ultrapassa os dez milhões de euros, sendo que o último pagamento - de 13 milhões - feito pelo Governo foi em Maio deste ano, há quase seis meses. Questionado pelo DN, o Ministério da Justiça escusou-se, contudo, a revelar o montante total. No Parlamento, o secretário de Estado adjunto da Justiça, José Conde Rodrigues, assumiu que o valor em dívida vai ser pago em Novembro.
DIÁRIO DE NOTÍCIAS | 30.10.2008

PORTUGAL NÃO PRODUZ QUASE NADA.TUDO É IMPORTADO.ANDAM A VIVER DE EMPRÉSTIMOS DO EXTERIOR.TÊM UM ESTADO MONSTRUOSO PARA O QUE SE PRODUZ.MAS AINDA ARRANJAM MANEIRA DE PAGAR AOS QUE NÃO SÃO DO ESTADO COM MARAVILHOSAS LEIS COMO ESTA.QUE PARA ALÉM DA DESPESA EM SI GERA MUITO MAIS, PELO "DESASSOSSEGO" QUE PROVOCA COM TUDO A SER CONSTANTEMENTE A SER POSTO EM CAUSA POR CAUSA DE MEIA DÚZIA DE EUROS.O ESTADO SÓ PODE IR ESTOURAR NAS MÃOS DE TÃO LÚCIDOS GOVERNANTES.QUE SE DEGLADIAM NO MEIO DO CHIQUEIRO, COMO NOS CHAMAM AQUELES QUE NOS ALIMENTAM...

O CAA ESCREVEU ISTO NUM JORNAL

Uma vez, deparei com um homossexual de direita não assumido a rezar: o sofrimento interior que dele transbordava impressionou-me. Era um não querer ser o que era mas que tinha de o ser contra-vontade.

TEM UMA MENTE MUITO CRIATIVA ESTE MATA-FRADES, QUE AINDA VOU VER NO BE...

PRIMEIRO CARROS, AGORA MOTAS E UM DIA CARROS DE BÉBÉ...

30 Outubro 2008 - 00h30

Segurança: Centros de Inspecção já estão a preparar adaptações necessárias
400 mil motos inspeccionadas
Cerca de 400 mil motociclos e ciclomotores terão de ser submetidos a uma inspecção obrigatória, semelhante à existente para os automóveis, a partir de Junho de 2009. De acordo com as previsões do presidente da Associação Nacional de Centros de Inspecção Automóvel (ANCIA), Fernando Teixeira, a partir do segundo semestre do próximo ano entrará em vigor a legislação que obriga os veículos de duas rodas a uma inspecção obrigatória.

TUDO O QUE FUNCIONA EM PORTUGAL TEM A LEI A SEU FAVOR.É OBRIGATÓRIO.O NÚMERO DE MORTOS É QUE AFINAL NÃO DIMINUI.
A MIM CHATEIAM-ME COM COM NINHARIAS SEM IMPORTÂNCIA PARA A SEGURANÇA DO CARRO E DOS PASSAGEIROS.AGORA VÃO SER AS MOTAS.MAS NÃO VÃO AO CERNE DA QUESTÃO.À QUALIDADE DOS CARROS QUE A MALTA TEM DIREITO.UNS AUTÊNTICOS CAIXÕES AMBULANTES, SÓ PARA SE PAGAREM MENOS IMPOSTOS...
OS PADRINHOS QUE ACABEM COM ESTE NEGÓCIO MAFIOSO...

Wednesday, October 29, 2008

OI SÃO NEGREIROS OU QUÊ?TANTO BARULHO POR 26 EUROS POR MÊS?

29 Outubro 2008 - 18h16

Se aumento do salário mínimo avançar
PME ameaçam não renovar contratos a termo
O presidente da Associação Nacional das Pequenas e Médias Empresas (ANPMES) afirmou esta quarta-feira que se o primeiro-ministro "insistir" no aumento do salário mínimo, a associação determinará junto dos seus associados a não renovação dos contratos a termo.



"A associação não se vai manifestar, mas vai determinar junto dos associados que não renovem os contratos. O que significa que o primeiro-ministro vai ter um aumento do desemprego", disse Augusto Morais, recordando que há em Portugal 43.720 contratos a termo.

O presidente da ANPMES referiu ainda que o Governo não pode, em termos técnicos, "animar a curva do aumento salarial" com aumentos do salário mínimo acima do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB).

A HIERARQUIA DO MÉRITO

COPIADO NA GRANDE LOJA DO QUEIJO LIMIANO

http://grandelojadoqueijolimiano.blogspot.com/2008/10/independncia-dos-juzes.html#links

A independência dos juízes
Quarta-feira, Outubro 29, 2008

Mário Varges Gomes, juiz desembargador no Tribunal da Relação de Lisboa, acaba de ser indigitado para Inspector-geral da Administração Interna. O IGAI, ocupado ( bem) por Maximiano Rodrigues, entretanto falecido e marido de Cândida de Almeida, directora do DCIAP. Agora sucessor de outro desembargador, Clemente Lima.

Traço comum a estes altos funcionários que foram e são magistrados? Uma ligação óbvia ao poder político, por motivos ideológicos ou simplesmente clubísticos, de amizades chegadas e objectivamente promíscuas.
Basta ler os comentários na noticia do Publico, anónimos e de má língua, cobardes, como os imprescindíveis gostam de caracterialmente assassinar , para perceber algo de gravidade indiscutível: Varges Gomes é de clube secreto? Aparentado? Próximo? Mesmo que o não seja, onde reside a sua reserva essencial de independência no acto de julgar , exigível como mínimo imprescindível a essa função nobre, tendo em vista tantas ligações, objectivas e indiscutívieis , ao poder político?

Varges Gomes, foi o desembargador-relator do acórdão que sufragou a decisão de não pronúncia, relativamente a Paulo P., numa decisão acompanhada por Mário Morgado, outro juiz que foi director nacional da PSP, um cargo de confiança política.

Quanto a Mário Varges Gomes, importa recolocar a polémica em torno do seu perfil, aquando da célebre decisão sobre o processo de Paulo P.

No blog Incursões, nessa época escrevia-se, citando o blog Do Portugal Profundo( que tratou este assunto de forma mais ampla, pertinente e profunda):



O desembargador Varges Gomes foi membro-fundador e presidente do conselho fiscal da FPS - Fundação para a Prevenção e Segurança, desde a sua constituição em 1999 até à sua extinção em 2001, criada pelo secretário de Estado, e depois Ministro da Juventude e Desporto, Armando Vara. Esta Fundação PS foi objecto, em Junho de 2001 de um relatório de auditoria do Tribunal de Contas, de um parecer do Conselho Consultivo da Procuradoria-Geral da República em Janeiro de 2001 e, ainda, de uma Comissão Parlamentar de Inquérito na Assembleia da República (na qual foi ouvida a Inspecção-Geral da Administração Interna em Maio de 2001). O juiz desembargador Mário Manuel Varges Gomes é casado com a vice-presidente socialista da Câmara Municipal de Portimão, Isilda Maria Gomes, que é também presidente da Comissão Política Concelhia do PS/Portimão e apoiante de José Sócrates.


Nessa altura, a comentadora Kamikaze, nesse blog Incursões, acresentou um comentário no referido blog, da minha autoria e que escrevi aqui, com este teor:


(...) "A segurança jurídica e a sua previsibilidade, como valores importantes das leis, para que não se esteja sempre em dúvida quanto ao desfecho dos litígios, em Portugal, é cada vez mais uma miragem. À medida que se consolida o sentimento comum de que a cada cabeça corresponde uma sentença, o que é da sabedoria popular aplicada a .
A coisa fica pior se as sentenças vem sarapintadas de ideologia, mesmo daquela rasteira e que se cola às preferências político-partidárias.

Este sentimento cada vez assume maior importância na minha hermenêutica particular. Explicando: a cada decisão polémica, actualmente, tendo a perguntar quem a proferiu; de onde veio e para onde quer ir.
Não gosto disto." (...)



Continuo a não gostar disto, passados mais de quatro anos, porque "isto" está muito pior e a pouca-vergonha, já desapareceu de todo.

Por outro lado, nessa altura, lembrei-me de citar um acórdão do tribunal Constitucional sobre a independência dos juízes, a sua isenção e o sentido do dever de escusa, sempre que esteja em causa matéria em que não sintam que podem ser independentes e imparciais, como lhe ordena a constituição e a consciência. Assim:



O pedido de recusa do juiz deve ser deferido quando a sua intervenção “correr o risco de ser considerada suspeita por existir motivo sério e grave, adequado a gerar desconfiança sobre a sua imparcialidade” – art. 43º, 1 do Cód. Proc. Penal.
Como sublinhou o Tribunal Constitucional Tribunal Constitucional, relativamente à interpretação do art. 40º do Cód. Proc. Penal: “A imparcialidade do juiz pode ser vista de dois modos, numa aproximação subjectiva ou objectiva. Na perspectiva subjectiva, importa conhecer o que o juiz pensava no seu foro íntimo em determinada circunstância; esta imparcialidade presume-se até prova em contrário. Mas esta garantia é insuficiente; necessita-se de uma imparcialidade objectiva que dissipe todas as dúvidas ou reservas, porquanto mesmo as aparências podem ter importância de acordo com o adágio do direito inglês justice must not only be done; it must also be seen to be done. Deve ser recusado todo o juiz de quem se possa temer uma falta de imparcialidade, para preservar a confiança que, numa sociedade democrática, os tribunais devem oferecer aos cidadãos.” – Acórdão do Tribunal Constitucional nº. 935/96, citado no Acórdão nº 186/98 (TC), DR nº 67/98 SÉRIE I-A, de 20 de Março de 1998."


Em suma: à mulher de César, não basta ser. Tem de parecer. Em Portugal, este ditado não tem qualquer valor ou sentido.
Talvez seja tempo de reequacionar estas discussões. Em nome da verdadeira independência dos tribunais. E da garantia de isenção e imparcialidade.

Publicado por josé 13:55:00 1 comentários Links para este post

COMO SE ENDIREITA UM PAÍS DOMINADO PELA ESQUERDA?

O MP já não é um poder feudal?










António Cluny, presidente vitalício do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público, entrevistado no luminoso Sol de ontem:

— Há quem diga que existe uma guerra surda entre o SMMP e o PGR...
— Não. Mas há muito tempo que não temos contactos directos.

Ó MIGUEL.QUE BRUXEDO.UM PGR CERCADO PELA ESQUERDA...

NOVAS DO BANTUSTÃO DE SINTRA

27 Outubro 2008 - 00h30

Sintra: Roubos a caminho da estação de Rio de Mouro
Alunos a saque à saída da escola
"Depois de dar o telemóvel é chiu e vai-te embora. E se não formos estão lá dez por trás para nos fazer a folha." O relato ao CM é de ‘João’, 18 anos, da escola Secundária Leal da Câmara, em Rio de Mouro, Sintra, e descreve a mais recente vaga de assaltos aos estudantes que, acabadas as aulas, se deslocam para a estação da CP.




Os 300 metros entre a escola e a estação de comboios são o palco dos roubos. Às 18h45 as centenas de alunos que saem a passo apressado para ir para casa são um alvo fácil para bandos de rapazes, entre os 14 e os 17 anos, que se dedicam a roubar telemóveis e dinheiro.

A espera é feita nas duas entradas e saídas da estação de Rio de Mouro. "Um fica no cimo das escadas [que dão acesso à plataforma] e outro em baixo. Pedem para ‘ver’ o telemóvel. Quando são muitos fazem revistas ao pessoal", conta ‘João’,assaltado recentemente.

As câmaras de videovigilância não são problema para os assaltantes. "Saltam para cima das câmaras e, empoleirados, conseguem baixá-las de modo a só se ver o chão", explica. Na zona não se vislumbra polícia ou segurança. Outro estudante, também já assaltado, conta que depois do roubo "saem do local calmamente". E indigna-se: "Sente-se que há mais insegurança porque a polícia não tem mão nisto."

Também os comerciantes da zona sentem medo da mais recente vaga de assaltos. "Todos os dias tenho receio do que possa acontecer, e se refilamos muito ainda sofremos represálias", conta uma lojista, que não quer ser identificada.

A PSP confirma a situação. "Nas duas últimas semanas tem existido uma vaga de assaltos entre a escola e a estação que não é normal", refere Paulo Flor, do Gabinete de Relações Públicas da PSP. Adianta que "está a ser estudada a implementação de um conjunto de medidas, de modo a pôr cobro aos assaltos, que pode passar por um reforço do policiamento na zona".

E TENHAMCALMA QUE VAI SER PIOR.OS BARCOS E AS "VISITAS" AOS PARENTES DE BAIRROS SOCIAIS SEM REGRESSO CONTINUAM.E O NOSSO PRIMEIRO, O GRANDE AFRICANIZADOR,FEZ DE PORTUGAL O PAÍS MAIS AFRICANO DA EUROPA.É UMA FELICIDADE OU NÃO?

DEPOIS DE ABANDONADOS NUMA ESTAÇÃO DE CAMINHO DE FERRO ALGUNS RUMARÃO PARA CÁ, O PARAÍSO DOS BONS ACOLHIMENTOS

Dos muertos en un cayuco llegado a La Gomera
En la embarcación, de la que se desconoce su procedencia, viajaban 119 personas
EFE - Santa Cruz de Tenerife - 29/10/2008

Dos personas han llegado hoy muertas entre las 119 que ocupaban el cayuco que ha arribado a Playa de Santiago, en el municipio gomero de Alajeró, han informado fuentes de la Delegación del Gobierno en Canarias. Entre los 123 supervivientes hay tres personas que están en mal estado de salud, de ellas una en situación grave, por lo que han sido trasladadas a centros hospitalarios, indicaron las fuentes. Entre las 117 personas que están con vida hay veinte que podrían ser menores de edad, y todos son varones.

CLARO QUE QUANTOS MAIS VIEREM MENOS RECEBERÃO OS QUE CÁ ESTÃO...E MAIS PAGARÃO OS CONTRIBUINTES.MAS ISSSO NÃO PREOCUPA O GOVERNO QUE FEZ UMAS LEIS ESPECIAIS A CONTAR COM ELES...OS PROFESSORES E OS POLÍCIAS QUE SE MATEM!

OS POLÍTICOS TRANSFORMARAM OS PORTUGUESES EM ESCRAVOS DA DIFERENÇA

Outubro 2008 - 00h30

Óbidos: José Rodrigues tinha cumprido tempo de serviço para a reforma pela lei antiga
Nova lei leva GNR à morte
José Rodrigues, cabo da GNR de Óbidos que se deveria reformar este mês por ter o tempo de serviço cumprido, mas que, por causa da nova lei orgânica, teria de permanecer mais alguns anos na instituição militar, morreu no último domingo depois de ter ingerido uma grande quantidade de veneno. "Desde que soube que teria mais anos pela frente até se reformar ficou desgostoso e a isso juntaram-se problemas pessoais", contou ontem ao CM a viúva, Matilde.

PROFESSORES , POLÍCIAS E OUTROS FUNCIONÁRIOS COM SOBRECARGAS DE TRABALHO E OBRIGADOS A SORRIR ENQUANTO SE ACOLHE A POBREZA MUNDIAL, SE A NACIONALIZA E SE PAGA.OS POUCOS CONTRIBUINTES QUE PAGAM IMPOSTOS QUE O DIGAM.A ESQUERDA É ISTO.OBRGARNOS A DAR A OUTRA FACE, A ANDAR COM UM PACOTE DE MARGARINA ...VOTEM NESSAS MERDAS VOTEM E DEPOIS QUEIXEM-SE.

PORTUGAL, O PAÍS MAIS AFRICANO DA EUROPA,É A PORTA DE ENTRADA...

Droga para a Europa passa por África
00h30m
A ONU alertou esta terça-feira para o facto de cerca de um terço da cocaína que se consome na Europa passar pela África Ocidental, salientando que o dinheiro dos traficantes latino-americanos ameaça a segurança da região.

No total, são pelo menos 50 toneladas de cocaína que passam pela região anualmente em direcção à Europa, sobretudo ao Reino Unido e a Espanha, transportadas desde a América Latina até África em barcos e avionetas, indicou a Agência das Nações Unidas para a Droga e o Crime (ANUDC) num relatório ontem divulgado.

Aquela droga vale no mercado europeu cerca de 1,6 mil milhões de euros, dinheiro que tem um poder de corrupção enorme numa região com alguns dos países mais pobres do mundo.

Se no passado o dinheiro dos diamantes financiou sangrentas guerras civis em países da região como a Serra Leoa e a Libéria, a cocaína poderá agora ocupar o lugar da pedra preciosa com a diferença que o volume de dinheiro movido pela droga é muito maior e ultrapassa o orçamento de muitos Estados.

"A ameaça está a estender-se a toda a região, a Costa de Ouro está a converter-se na costa da cocaína", afirmou o director da ANUDC, António Maria Costa.

Nos últimos três anos a quantidade daquela droga apreendida na zona duplicou a cada ano, passando dos 1 323 quilogramas em 2005 para perto de 6 500 em 2007, embora seja apenas "a ponta do iceberg", dado que as apreensões ocorreram por acidente.

"A maioria da cocaína que passa pela África Ocidental é controlada pelos traficantes colombianos e há um aumento contínuo de colombianos utilizando grupos criminosos africanos para a distribuição secundária da cocaína até à Europa", indicou a ANUDC.

A ONU teme que um grande número das "crianças soldados" e jovens com experiência paramilitar em algumas das dezenas de guerrilhas que existiram na região nos últimos 10 anos possam ser tentados pelo dinheiro da droga. Além das enormes limitações materiais das autoridades, "os fiscais e os juízes não possuem provas ou vontade de levar à justiça poderosos delinquentes com poderosos amigos", diz o relatório.

O responsável da ONU pediu aos países da região uma maior cooperação, reforço da justiça e travar a corrupção "que está a infiltrar as estruturas dos países", além de pedir assistência internacional para parar os traficantes.

"Os cartéis da droga na América Latina aproveitam-se da África Ocidental porque os países da região são vulneráveis. Países pobres como a Guiné-Bissau - que está na zona mais baixa do índice de desenvolvimento humano - são incapazes de controlar as suas costas ou o seu espaço aéreo", afirma a ONU.

O SOS E OUTRAS ONG E ORGANIZAÇÕES ESTRANGEIRAS AFRICANAS DE APOIO AOS IMIGRANTES GARANTEM QUE, COM BASE EM "RACISMO" A DROGA ENTRE NAS CALMAS...
AINDA POR CIMA TEMOS UM ORGANISMO DE CONTROLO DE DROGAS QUE PROMOVE O SEU CONSUMO.TUDO GENTE DE ESQUERDA...A QUEM A JUVENTUDE E OS SEUS FAMILIARES DEVEM ESTAR AGRADECIDOS...

Tuesday, October 28, 2008

O VITAL MOREIRA VIROU À ESQUERDA.O PCP DÁ SEGUNDAS OPORTUNIDADES?

"A crise do ultraliberalismo é o triunfo do Estado regulador e do Estado social, sob pressão neoliberal há várias décadas"



Vital Moreira.

OI ODIVELAS PRECISAM DUM ASSESSOR?

Susana Amador diz que no primeiro trimestre a Câmara gastou o mesmo que em todo o ano de 2007


Efectue o ping do seu blogue no Twingly para nós o encontrarmos.
Presidente revela quebra inesperada de receitas
Câmara de Odivelas não sabe onde pode cortar mais as despesas
28.10.2008 - 12h10 Lusa

DICAS DE BORLA:CORTAR NOS CARTÕES DE CRÉDITO, NOS ASSESSORES INCOMPETENTES, NAS "ANIMAÇÕES" E COBRAR AS RENDAS DOS BAIRROS SOCIAS...
E PREOCUPE-SE POIS QUE IMAGINO QUE QUALQUER DIA ANDA O ZÉ A PROCURAR QUEM OS ANDOU A ENGANAR DURANTE TANTO TEMPO...

CALMA QUE AINDA FALTAM OS CIGANOS ROMENOS...

Professores cansados de sofrer agressões
00h30m
TEIXEIRA CORREIA
O Conselho Executivo da Escola Básica 2,3 de Santa Maria, em Beja, manteve-se irredutível, esta segunda-feira, na decisão de se demitir em bloco, "saturado" com vários casos de agressões de alunos e pais a funcionários e professores.

Em causa estão pelos menos três casos muito graves de agressões ocorridas desde Novembro de 2007, tendo o último episódio acontecido na passada quinta-feira.

O problema, de acordo com fontes da escola, parece estar nos alunos e encarregados de educação provenientes de bairros degradados e de famílias nómadas.

ISTO DE SE ANDAR A LEVAR POLÍCIAS A TRIBUNAL DEPOIS DE JULGADOS NA PRAÇA PÚBLICA,COM BASE EM QUEIXAS DE CRIMINOSOS ALIMENTADOS POR ADVOGADOS PAGOS PELO ESTADO, A "DENUNCIAR" TUDO O QUE SEJA QUERER DISCIPLINA E EXIGÊNCIA VAI TER UM FIM.NÃO MUITO EDIFICANTE DIGA-SE...A ESCOLA PARA O PS TEM QUE SER UM "CENTRO DE MILAGRES" E OS PROFESSORES UNS MISSIONÁRIOS TIPO MADRE TERESA...

100 MILHÕES SEM NENHUNS REQUISITOS?

Partidos políticos vão receber 100 milhões de euros do Estado
HERMANA CRUZ
Os partidos estão cada vez mais dependentes do financiamento do Estado que, desde 1994, já deu 144 milhões de euros em subvenções para a actividade corrente. Apesar disso, ninguém questiona o modelo de financiamento público.

DEMOCRATICIDADE,TRANSPARÊNCIA,FISCALIZAÇÃO,ABERTURA À SOCIEDADE,OBRIGATORIEDADE DE PUBLICAR OS SEUS MEMBROS...

Monday, October 27, 2008

MAS AFINAL NÃO ERAM OS BRANCOS QUE ESCAVIZAVAM?

Tribunal de Justiça da Comunidade Económica de Estados da África Ocidental ordena pagamento de 15 mil euros
Decisão inédita condena Estado do Níger a indemnizar mulher escravizada desde os 12 anos
27.10.2008 - 14h58 PÚBLICO
Hadijatou Mani tem 24 anos é natural do Níger. Foi vendida por 500 dólares quando tinha 12 anos e escravizada durante 10. O homem que a comprou à família maltratava-a e violou-a com 13 anos. Há 3 anos foi libertada e decidiu que o Estado do Níger, que aboliu a escravatura dois anos antes de Hadijatou Mani ser libertada, não soube protegê-la como lhe competia. Um Tribunal, numa decisão inédita, deu-lhe razão. Hadijatou Mani vai receber 15 mil euros de indemnização.

“Não sabia o que fazer. Mas quando soube que a escravatura tinha sido abolida jurei a mim mesmo que nunca mais seria uma escrava”, disse no programa da BBC World Today, sobre o momento, em 2003, em que decidiu mudar a sua vida. Em 2003 o seu amo passou-lhe um “certificado de libertação”, segundo conta a ONG Anti-Slavery Internacional que a ajudou a levar este caso a tribunal. A organização continua a lutar contra a escravatura no Níger, Mali e Mauritânia, apesar desta ter sido abolida.

Mas a história de Hadijatou Mani não acaba em 2003. Quando decidiu casar-se o seu antigo amo decidiu reaparecer e dizer que estava casado com ela. Casou na mesma. Mas o homem não desistiu de a reclamar como esposa e um tribunal acabaria por condenar Hadijatou Mani por bigamia.

Foi então que decidiu levar o caso até ao Tribunal de Justiça da Comunidade Económica de Estados da África Ocidental. No país onde tinha sido abolida a escravatura Hadijatou Mani continuava a ser escrava de um homem que a tinha comprado aos 12 anos. O tribunal deu-lhe razão: Hadijatou Mani continuava a ser vítima de escravatura e o Estado, que nada fez para a proteger, foi condenado por “inacção”.

“Estou muito feliz com esta decisão”, disse Hadijatou Mani após conhecer a sentença do tribunal. E frisou que a principal razão que a levou a procurar ajuda foi para evitar que os seus filhos continuassem a viver como escravos. O advogado de defesa do Estado apenas se limitou a acatar a decisão e a afirmar que “será respeitada a lei”. Não vai haver recurso.

A Anti-Slavery International já ajudou a libertar 80 mulheres escravizadas. Segundo a estimativa da ONG existem ainda 40 mil escravos no Níger. As decisões do Tribunal de Justiça da Comunidade Económica de Estados da África Ocidental são vinculativas para todos os Estados da comunidade.

INDOCUMENTADO=CRIMINOSO

"solução global para os imigrantes indocumentados da União Europeia

ESTES CHANTAGISTAS DOS "SEM PAPÉIS" DEVEM SER DE FACTO TRATADOS COMO CRIMINOSOS.e DEVOLVIDOS A UMA QUALQUER PRAIA ALGURES NO MUNDO COM AFINIDADE DA SUA ORIGEM...

ONDE ANDA A PRODUÇÃO DE EXPORTÁVEIS?

COPIADO NO PORTUGAL CONTEMPORÂNEO:

26 Outubro 2008
IMF on Portugal




What the International Monetary Fund (IMF) said about us in a 2006 unpublished paper (courtesy: anti-comuna):


"Catch-Up

The different experiences of Ireland and Portugal offer an interesting contrast on the sustainability of catch-up. Between the mid-1980s and euro adoption in 2000, both Ireland and Portugal were catching up. From 2000 on, however, Ireland continued to catch up, while Portugal started to revert. The main differences are in wage policy and the use of capital inflows.
.
In Ireland, large FDI flows into the manufacturing sector contributed to a sharp increase of the tradables sector, an export boom, and a rapid rise of total factor productivity (TFP). As wages lagged TFP, the unit-labor cost-based REER declined sharply, boosting profitability of the export sector and leading to a sharp increase in corporate saving. As government saving increased as well, the investment boom did not worsen the current account— on the contrary, savings increased faster than investment, and the current account balance moved into surplus.
.
In Portugal, large capital inflows—in the nontradables sector rather than manufacturing—fed a domestic demand boom and a surge in imports. In the absence of a large presence of foreign firms, TFP growth lagged. As wage growth exceeded TFP, profit margins in the export sector were squeezed, stimulating a decline of the tradables sector. With little improvement in the government balance and a decline in corporate savings, total saving declined, widening the current account deficit.
.
In short, Ireland and Portugal had a different catch-up model. Ireland caught up through an expansion of supply and of the tradables sector; Portugal through expanding demand and of the nontradables sector.The problem in Portugal arose when the boom came to a halt in 2001 and GDP stagnated. Labor productivity growth stopped, leading to a further deterioration of competitiveness, which maintained the current account deficit high. Portugal was in a slump but could not get out of it. With high and increasing fiscal deficits, and no independent monetary policy, there was no room to stimulate domestic demand. But the tradables sector had become too uncompetitive to drive the economy, yet with euro membership, exchange rate adjustment was no longer an option.
.
Why was Ireland so successful in attracting FDI in manufacturing? Both good policies and fortunate circumstances were important. Good policies included prudent fiscal policy, low taxes on labor and business income, and flexible labor and product markets. Fortunate circumstances included favorable demographics and participation in the EMU".

Ler Mais...
Publicada por Pedro Arroja em 21:41 Comments (3)| Trackback Hiperligações para esta mensagem

OS PS VAI DEIXAR PORTUGAL PIOR DO QUE O RECEBEU

COPIADO NO BLASFÉMIAS

















A tabela que o PS detesta
Publicado por JoaoMiranda em 27 Outubro, 2008



Via Vasco Campilho e Afonso Azevedo Neves, esta tabela foi criada por Miguel Frasquilho.

Publicado em Geral | 8 Comentários »

Sunday, October 26, 2008

OS BENEFICIOS DA INTERNACIONALIZAÇÃO E DA DESLOCALIZAÇÃO

http://www.telegraph.co.uk/finance/comment/ambroseevans_pritchard/3260052/Europe-on-the-brink-of-currency-crisis-meltdown.html

NO CASO PORTUGUÊS E EM TODAS AS CIRCUNSTÂNCIAS E DESDE O INÍCIO SE SABIA QUE TUDO SERIA FEITO PARA "COOPERAR", "PERDOAR", "PERDER" POIS QUE "EXPLORAÇÃO" E "COLONIALISMO" NUNCA MAIS!EM VEZ DE "SOLDADOS PARA AS COLÓNIAS" É MUITO MELHOR ACOLHER EX-COLONIZADOS, ALOJÁ-LOS, DAR-LHES EDUCAÇÃO, SUSTENTO, COLOCÁ-LOS A MANDAR E NADA DE TRABALHO QUE ISSSO É PARA OS PECADORES BRANCOS...
CHEIRA-ME QUE DEVE HAVER POR AÍ MUITOS RATOS JÁ COM OS PERTENCES A BOM RECATO E PRONTOS A ABANDONAR O BARCO...

UMA DICA PARA PROMESSA ELITORAL

Chávez amenaza con acciones militares si la oposición gana en Zulia
El presidente venezolano acusa al actual gobernador del Estado petrolero de albergar a paramilitares y narcotraficantes

O EXEMPLO DE SOCIEDADE PARA OS CASSETES DO PCP...

La disidencia cubana reactiva el Proyecto Varela
MAITE RICO - Madrid - 25/10/2008


Vota Resultado 67 votos
La disidencia cubana ha decidido desafiar al Gobierno de Raúl Castro impulsando el Proyecto Varela, una iniciativa popular para lograr un referéndum que conduzca a la democratización.


Cuba
A FONDO
Capital: La Habana. Gobierno: República comunista. Población: 11,423,952 (est. 2008)

La noticia en otros webs
webs en español
en otros idiomas
El plan, que le valió a su promotor, Oswaldo Payá, el Premio Sajárov del Parlamento Europeo en 2002, sigue al pie de la letra la ley cubana, que exige 10.000 firmas para solicitar a la Asamblea Nacional del Poder Popular la convocatoria de un referéndum. Sin embargo, la respuesta del régimen a las 25.000 firmas presentadas en 2003 por Payá para pedir una consulta sobre libertades políticas y económicas fue contundente: la oleada represiva en la Primavera Negra llevó a la cárcel a 75 disidentes, entre ellos 42 coordinadores del Proyecto Varela.

SEM ELES FICAMOS POBRES...

26 Outubro 2008 - 00h30

Sacavém: Marco Vaz foi morto na Quinta do Mocho
Presos homicidas de guerra de gangs
Dez homens armados invadiram uma casa na Quinta do Mocho, Sacavém, para matar Marco Paulo Vaz. Aos 2o anos. Fizeram-no sangrar com várias pedras da calçada, por fim foi abatido com dois tiros de caçadeira à frente da mãe, avô e irmãos, na madrugada de 17 de Agosto. Os assassinos fugiram do bairro mas continuam a viver de roubos violentos e, apurou o CM, a PJ já apanhou quatro. A secção de homicídios foi buscar o último a casa na terça-feira.




A guerra de cabo-verdianos com angolanos já era antiga no bairro. Depois de mais uma troca de tiros naquela noite, os primeiros conseguiram ferir rivais a tiro e os segundos vingaram-se com um cabo-verdiano morto à queima-roupa. A PJ ainda não foi buscar o atirador mas há nove homicidas em co-autoria – quatro deles já recolheram à cadeia por outros processos.

Primeiro, três deles optaram por se esconder da PJ na zona da Ericeira – mas o refúgio não durou mais de três semanas. Longe dos amigos e família na Quinta do Mocho, começaram a assaltar à mão armada até ao dia em que foram apanhados, em flagrante, pela GNR de Mafra. Entregues à secção de roubos da PJ de Lisboa, recolheram em prisão preventiva por assaltos mas já são arguidos pelo homicídio de Marco Paulo Vaz.

A PJ continuou a investigação e, conforme o CM avançou no final de Agosto, um dos fugitivos era procurado desde 22 de Fevereiro – a noite em que tinha assaltado um café em Camarate à mão armada. Um cliente do café O Brasileiro escondeu-se na casa de banho, armado com a sua pistola, e António David Patriarca, encostado ao balcão, correu atrás. Abriu a porta, mas o homem que ali se refugiava pensou ser um dos assaltantes e abateu-o com um tiro.

O gang fugiu com o dinheiro roubado mas a PJ apanhou três em poucos dias – só faltava ‘Flaide’. Continuou a viver do crime na zona de Sacavém e foi um dos dez que invadiram a casa de Marco, em Agosto, para o matar. A secção de homicídios foi buscá-lo terça-feira e fica preso.

NOITE DE RIXAS, TIROS, VINGANÇA E HOMICÍDIO

Na noite em que foi assassinado, Marco Vaz tinha ido com o irmão mais novo – Adilson, de 17 anos – a uma discoteca improvisada. Aí, uma rixa entre Marco e outro jovem do grupo da Quinta do Mocho levou o jovem depois assassinado a chamar amigos do gang do bairro da Bogalheira (onde Marco viveu e com quem mais se dava). Estes chegaram ao local em dois carros e, sem parar, dispararam vários tiros de caçadeira, fazendo sete feridos entre os rivais. Marco e o irmão fugiram, deixando para trás os feridos pertencentes ao grupo rival. Sedentos de vingança, os membros do gang da Quinta do Mocho perseguiram-nos até casa: invadindo-a, fechando a mãe de Marco no quarto e assassinando-o (à pedrada e a tiro) à frente do irmão Adilson, na cozinha da casa.

"AINDA O VI SAIR DE CIMA DO MEU FILHO"

"Ainda o vi sair de cima do meu filho com a espingarda." Foi assim que Benvinda Pereira, mãe de Marco, relatou ao CM o breve frente-a-frente que teve com um dos homicidas. E ainda descreveu o assassino: baixo, coxo e com tranças no cabelo. Grande parte dos dez suspeitos foi identificada logo pela PJ, que depois – e ainda agora – tratou de reunir prova. O próprio Marco andava em dívida para com a Justiça portuguesa: tinha ido para França trabalhar – para junto do pai – quando estava proibido de sair do País por ser arguido em vários roubos violentos. Tinha de se apresentar semanalmente à PSP.

PORMENORES

CAÇADEIRA ENCONTRADA

A PJ foi buscar ‘Flaide’ a casa na terça-feira. Tinha uma caçadeira e ficou preso à guarda do processo do assalto ao café de Camarate, em Fevereiro. É arguido na morte de Marco Vaz.

PRESOS DESDE AGOSTO

‘Baca’, ‘Guaraná’ e ‘Paulinho’ foram os primeiros do gang a serem apanhados, pela GNR, em Agosto.

SEIS ELEMENTOS EM FUGA

O homem que deu o tiro fatal em Marco e cinco cúmplices continuam a monte, mas a PJ tem este caso controlado.

ESTES "PORTUGUESES" VALEM O SEU PESO EM OURO.E AI DE QUEM DUVIDE DO SEU PATRONO O GRANDE AFRICANIZADOR SÓCRATES...

UMA ANDORINHA NÃO FAZ A PRIMAVERA

Gebalis: Ministério Público acusa ex-administradores
Gestão em proveito próprio
O despacho de acusação do Ministério Público é demolidor para os ex-administradores da Gebalis. Sobre o "concreto exercício da gestão da Gebalis", os magistrados não têm dúvidas de que Francisco Ribeiro, Clara Costa e Mário Peças, já constituídos arguidos neste processo, usaram os meios financeiros da Gebalis "em proveito próprio" e manifestaram "desprezo pelo inevitável agravamento da situação financeira da empresa".

A SRA MORGADO, DE ESQUERDA TEM VINDO A LIXAR A DIREITA.BEM.MAS SÓ VÊ OBVIAMENTE PARA UM DOS LADOS.E QUE TAL IR VER AS FACTURAS DE MUITOS OUTROS ORGANISMOS DE DIRECTA GOVERNAÇÃO POLÍTICA DE ESQUERDA ONDE SE VIVE COM ABUNDÂNCIA E SE SENTA O POVO DE ESQUERDA?OU JULGA QUE SÓ OS DE DIREITA É QUE JÁ PERDERAM A VERGONHA?
ENQUANTO A LEI NÃO FOR IGUAL PARA TODOS OS CIDADÃOS TRATA-SE DUMA JUSTIÇA DE "CLASSE" AO SERVIÇO DA ESQUERDA.PORTANTO PARTIDARIZADA...E OLHE NÃO FALE A DORMIR...

OLHEM A RIQUEZA QUE NOS TRAZEM

25 Outubro 2008 - 17h29

Segundo relatório da ONU
Portugal é porta de entrada de cocaína
Portugal e Espanha são as maiores portas de entrada de cocaína na Europa, concluiu um relatório da Agência das Nações Unidas para Assuntos de Droga e de Crime (UNODC), divulgado esta semana.


O documento sublinha que as “apreensões de cocaína basicamente duplicaram de ano para em ano em Portugal, aumentando de três toneladas”, em 2003, “para 35 toneladas em 2006”.

O mesmo relatório evidencia que “as maiores apreensões feitas pelas autoridades portuguesas estão principalmente ligadas à crescente importação a partir da África Ocidental, incluindo alguns países de língua portuguesa como Cabo Verde e Guiné-Bissau”.

Entre os estrangeiros detidos por tráfico de cocaína em 2006, os cabo-verdianos lideram (19 por cento das detenções), seguidos dos brasileiros (13 por cento), dos venezuelanos (12 por cento) e dos guineenses (cinco por cento).

ATÉ AQUI OS POLÍTICOS TIVERAM O CUIDADO DE NÃO PERTURBAR OS TRAFICANTES.NADA DE PRENDER COM UMA DOSE.PARA OS ACOLHIDOS PODEREM VENDER AS SUAS IMPORTAÇÕES Á VONTADE E AS ESQUERDAS RADICAIS,POLÍTICOS E JORNALISTAS PODEREM TER O SEU PÓ SEM PROBLEMAS...
OS RAIOS X NOS AEROPORTOS SÓ PODIA SER IDEIA DO DIABO CLARO... É CONTRA OS DIREITOS HUMANOS.MAS TER UMA JUVENTUDE DROGADA E EUM PAÍS SEM ESPERANÇA NÃO OS PREOCUPA.NADA MELHOR TER UM SERVIÇO DO ESTADO A DAR MAIS DROGA... E A PROMOVER O SEU CONSUMA...

ANDAM A CHEIRAR A MAERDA QUE FIZERAM E QUE AINDA ANDAM A FAZER...

Mulheres do Sul enchem alterne na Bairrada
Rusga da GNR e do SEF detecta como se movimenta o negócio da noite
00h30m
PEDRO FONTES DA COSTA
Numa rusga que movimentou, esta sábado de madrugada, 140 militares da GNR e uma brigada do SEF, foi detectada uma nocturna realidade: há cada vez mais mulheres de Lisboa a encher casas de alterne na Bairrada e em Aveiro. Negócio rende milhões.

Há mais mulheres legalizadas a trabalhar no alterne, deslocando-se tendencialmente de Sul para Norte do país, do que o inverso. A conclusão é do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) que, ontem de madrugada, com a GNR, entre a meia-noite e as cinco horas, fiscalizou 15 estabelecimentos de diversão nocturna em Aveiro, Águeda, Bairrada, Gafanha e Anadia. Detectaram um grande número de mulheres provenientes da zona da grande Lisboa a trabalharem de forma legal no alterne.

Luís Leão, inspector do SEF, explica que "as mulheres usam a situação de permanência regular para se movimentarem ao longo do país e, portanto, vão exercendo a actividade, uma vez que têm essa autorização. Há um movimento curioso de deslocação, do Sul para o Norte, de mulheres ligadas a estabelecimentos de diversão nocturna", reforçou.


A POLÍTICA TRAIDORA DOS BONS ACOLHIMENTOS E NACIONALIZAÇÕES VÊ-SE POR TODO O LADO.ATÉ LÁ FORA ONDE OS PORTUGUESES SEMPRE FORAM IDENTIFICADOS POR SEREM "MORENOS" E QUE AGORA SÃO RETINTOS...
OS AFRICANIZADORES DO PS DEVEM ANDAR SATISFEITÍSSIMOS COM O RESULTADO DAS SUAS EXPERIMENTAÇÕES RACIAIS.E PELO EXPIAR DE CULPAS QUE TRANSFEREM PARA OS SEUS VOTANTES ATRAVÉS DOS IMPOSTOS...
MAS NADA DE EXPULSÕES, NADA DE ACABAR COM NACIONALIZAÇÕES MESMO QUE OS CANDIDATOS TENHAM 3 ANOS DE PRISÃO.É PORTUGUÊS QUEM CÁ NASCER.NÃO EXISTEM HOMENS MAUS, ETC...
E O MAGALHÃES É PARA TODOS!
VÃO LEVAR UM LINDO ENTERRO VÃO...

Saturday, October 25, 2008

PORTUGAL A SAQUE PORQUE EXISTEM GARANTIAS TOTAIS

25 Outubro 2008 - 01h12

Ovar: Ladrões sem documentos
A PSP de Ovar pediu auxílio internacional para tentar identificar um casal estrangeiro detido ontem, após assaltar, pelo menos, dois apartamentos.

Os suspeitos recusam identificar-se e hoje são presentes a tribunal.

OS CRIMINOSOS ESTÃO BEM PROTEGIDOS PELOS COLARINHOS BRANCOS.AS VÍTIMAS ESSAS QUE SE LIXEM...

NÃO TARDA NADA E TEREMOS CÁ SOBADOS TAMBÉM...

O autarca muçulmano da cidade de Roterdão


PATRÍCIA VIEGAS
Ahmed Aboutaleb. De origem marroquina, aos 47 anos vai passar a ser, no início de 2009, o primeiro autarca muçulmano de uma grande cidade holandesa, Roterdão, onde 45% dos 500 mil habitantes são imigrantes ou descendentes. A extrema-direita já o acusou de dupla fidelidade por ter dupla nacinalidade
Ahmed Aboutaleb é o primeiro autarca muçulmano da história da Holanda. Foi escolhido para presidir à câmara da segunda maior cidade holandesa, Roterdão, onde quase metade do meio milhão de habitantes são estrangeiros ou descendentes de imigrantes. À espera de ver a sua nomeação ratificada pelo Ministério do Interior, um mero formalismo, o secretário de Estado do Trabalho e dos Assuntos Sociais do actual Governo de coligação, entre democratas-cristãos e sociais-democratas, assume funções em Janeiro. Atacado, tanto por radicais islâmicos como pela extrema-direita, este político, de 47 anos, é descrito como um típico self-made man que acredita nas virtudes do multiculturalismo.

Filho de um imã, Aboutaleb nasceu em Beni Sidel, aldeia das montanhas do Rif, tendo partido para a Holanda, ainda adolescente, na companhia da sua mãe e da sua irmã. Estudou Engenharia Eléctrica e Telecomunicações e acabou a fazer carreira como repórter. Trabalhou para a rádio Veronica, a rádio NOS e a RTL4 News, antes de passar, em 1991, para o campo das relações públicas e tornar-se funcionário do Ministério da Saúde. Tornou-se presidente de uma organização promotora do multiculturalismo, a Fórum, cargo que ocupou até entrar para a vida política, em 2002, na câmara municipal de Amesterdão. Quatro anos depois tornava-se vereador da educação na capital holandesa.

Não excluir ninguém, era este o seu lema, mas ao mesmo tempo não era complacente com todos os muçulmanos, marroquinos ou não, que apoiavam o extremismo e a radicalização. Aquando do assassínio do realizador holandês Theo van Gogh, em 2004, Aboutaleb chegou a sugerir que quem simpatizasse com tal acção deveriam deixar o país. Nem todos na comunidade marroquina gostaram do que ouviram e o vereador chegou a ser acusado por alguns de defender demasiado os chamados interesses dos brancos. Na altura da morte do realizador, sobrinho-neto do famoso pintor Vincent Van Gogh, a polícia holandesa suspeitava de que também os políticos holandeses pudessem ser alvo de ameaças. E Aboutaleb, defensor do secularismo, estaria na lista de possíveis alvos.

Quando soube da sua nomeação para a presidência da câmara de Roterdão, o actual líder do Partido da Liberdade, Geert Wilders, disse logo que a escolha de um muçulmano que tem duplo passaporte, holandês e marroquino, não envia um bom sinal. "Nomear um marroquino para liderar a autarquia da segunda maior cidade holandesa é tão ridículo como nomear um holandês para o cargo de presidente da câmara de Meca", afirmou o deputado de extrema-direita, autor do filme Fitna, alvo de duras críticas por ser considerado como uma provocação e como uma ofensa para os muçulmanos. Efectivamente, como marroquino, Aboutaleb, militante do Partido Trabalhista, não pode renunciar à nacionalidade marroquina porque o seu país de origem não o permite. Até os seus filhos, já nascidos na Holanda, são automaticamente marroquinos.

Aboutaleb não é, no entanto, o único político imigrante perseguido por Wilders. Também a secretária de Estado da Justiça, a turco-holandesa Nebahat Albayrak, foi criticada pela dualidade de passaporte. No entender do líder do Partido da Liberdade, os membros do Governo não devem ter duas nacionalidades e isso levou-o mesmo a apresentar uma moção do Parlamento holandês. A moção foi rejeitada pelos restantes partidos. |

OS NOSSOS POLÍTICOS NÃO SE CONSIDERAM ENRIQUECIDOS ENQUANTO NÃO TIVEREM OS 45% DE IMIGRANTES COM DUPLA NACIONALIDADE COMO OS DE ROTERDÃO...JÁ ESTRANGEIROS NA SUA PRÓPRIA PÁTRIA...AGORA CONSIGO PERCEBER PORQUE É QUE A HOLANDA LIBERALIZOU O CONSUMO DE HAXIXE. É PARA DAR SAIDA AO HAXIXE DO RIF...
A GUINÉ-BISSAU TAMBÉM É O DEPÓSITO DE DROGA DE ÁFRICA PARA QUE AQUI NUNCA FALTE...

TUDO ESQUERDISTAS.MAIS UMA LAVAGEM AO CÉREBRO

'Portugal sem Fronteiras' será "uma janela de histórias"



RTP. Novo programa destina-se a quem vive dentro e fora do País

'Portugal sem Fronteiras' será "uma janela de histórias"

Um programa para todos os portugueses a viver dentro e fora das fronteiras do País. Portugal sem Fronteiras é produzido pela RTP e tem estreia marcada para amanhã, às 11.00.

Neste primeiro programa, os apresentadores Carlos Alberto Moniz e Diamantina recebem em estúdio Margarida Rebelo Pinto, Carlos do Carmo e Gil do Carmo para uma manhã de conversa.

O vice-cônsul da Guiné, M'bala Fernandes, vem a Portugal falar de uma epidemia de cólera que se tem vindo a alastrar no seu país e anunciar o início de uma campanha para recolha de fundos. Larissa Vulpe é uma cantora da República da Moldávia que vai mostrar a sua música aos telespectadores, bem como a cantora guineense Ineida Marta. Uma hora por semana, em directo, os apresentadores mostram aos emigrantes a actualidade cá dentro e dão aos imigrantes as novidades vindas de fora. "Portugal é um país de migrantes e não há conteúdos televisivos que falem desse fenómeno", disse o director de Programas da RTP, José Fragoso.

O programa, que segundo o mesmo responsável já fazia falta na grelha, será transmitido também pela RTP África e RTP Internacional. "Os canais internacionais são a principal janela de quem está lá fora" e o programa será " uma janela de histórias", concluiu.

Portugal sem Fronteiras conta com Carla Matos Gomes como repórter e marca a estreia de Diamantina na apresentação. "Sou fadista de coração e estou a começar a ser apresentadora de profissão", disse. A cantora afirma que teve muita ajuda da produção, mas "ainda há termos técnicos que eles acham que eu estou a perceber... mas é mentira", brinca.

Ainda não se estreou e já é um êxito. "Já me deram os parabéns", revelou Carlos Alberto Moniz.|- A.M.

A DEFESA DA NACIONALIZAÇÃO DA POBREZA MUNDIAL QUE COLOCA DE JOELHOS OS CONTRIBUINTES E DESASSOSSEGA AS POPULAÇÕES , EM ESPECIAL OS OURIVES...
ESTE INTERNACIONALISMO MILITANTE SAI MUITO CARO AOS PORTUGUESES EM ESPECIAL AOS QUE SE VÊM OBRIGADOS A EMIGRAR FACE Á AFRICANIZAÇÃO DE SALÁRIOS E AOS POUCOS CONTRIBUINTES QUE PAGAM IMPOSTOS SOBRECARREGADOS COM O "EXTRA" DA ELIMINAÇÃO DA POBREZA...
VOTEM NELES VOTEM QUE VÃO ACABAR POR SER ESCRAVOS DO MUNDO...

Friday, October 24, 2008

ISTO NO MAIS ATRASADO PAÍS DA EUROPA

A REN terá, este ano, de ir ao mercado comprar licenças de emissão equivalentes a cerca de 1,1 milhões de toneladas (mt) de CO2, o que implica um investimento próximo dos 22 milhões de euros, soube o Negócios.

MAS OS NOSSOS POLÍTICOS GOSTAM DE ESTAR NA VANGUARDA DE TUDO O QUE SEJA PARA AFUNDAR...SEMPRE OS MELHORES ALUNOS PARA OS PIORES RESULTADOS... E ANDAM MAL PAGOS DIZEM ELES...

Ó COSTA ENTÃO COSTA?

"Muitos dos que defendem o liberalismo esquecem-se que as ideologias colectivistas e estatizantes cresceram quase sempre em ambientes de enormes injustiças sociais, de nacionalismos bacocos e do medo dos 'outros'".
Ricardo Costa, director geral adjunto da SIC,
" o de ser o único sistema em que os direitos das minorias estão protegidos da vontade da maioria e em que os mais “fracos” são protegidos pelo Estado e têm as mesmas oportunidades que os “fortes”."


PRIMEIRO E DISFARÇADAMENTE METEM DENTRO DO PAÍS CENTENAS DE MILHAR DE AFRICANOS. APESAR DE OS PORTUGUESES TEREM SIDO CORRIDOS E SEM BENS.AGORA FALA EM INJUSTIÇAS SOCIAIS, NACIONALISMO BACOCO E EM MEDO DOS "OUTROS"?
MEU CARO SEMPRE FOI UM DOS QUE DE INÍCIO LUTOU PARA "LIBERTAR POVOS", DAR INDEPENDÊNCIAS.NADA PIOU SOBRE O ROUBO DE CENTENAS DE MILHAR DE PORTUGUESES EXPULSOS DUMA FORMA OU DE OUTRA, COMO SE TIVESSEM LEPRA.ALI NÃO HOUVE RACISMO, XENOFOBIA, NADA.TUDO UMA PUREZA PARA SE ESTABELECEREM OS REGIMES COMUNISTAS QUE ERAM AO TEMPO CERTAMENTE O SEU ALVO.TAL COMO APRENDIDO DO PAPÁ E DA MAMÃ.E PROPAGANDEADO COMO A BOA NOVA.DEPOIS DE AJUDAR ÁS INDEPENDÊNCIAS AQUI AS COISAS CORRERAM MAL.HOUVE O 25 DE NOVEMBRO E AÍ E INTELIGENTEMENTE HÁ QUE DAR UM GOLPE DE RINS E EIS-LO OUTRA VEZ , AGORA SOCIALISTA DENTRO DO COMBOIO.O QUE TEM PERMITIDO UMA VIDA DO CARAÇAS.DEFENDENDO A AFRICANIZAÇÃO NASCIDA DO NADA DESDE O 25.BOA PARTE DA QUAL JÁ ESTÁ EM BAIRRO SOCIAL, A RSI PARA IR COMBATENDO A "INJUSTIÇA", MAS CENSURANDO A SUA ACÇÃO NEFASTA NUMA SOCIEDADE QUE NÃO É DE FACTO A DELES.QUANDO MUITO SERÁ A SUA E A DE MEIA DÚZIA.O COMBATER A "INJUSTIÇA", O RACISMO, ETC TEM CUSTADO OS OLHOS DA CARA AOS TRABALHADORES PORTUGUESES E AOS CONTRIBUINTES.PORTUGAL ERA UMA NAÇÃO COESA E AGORA JÁ NÃO É COM SE CALHAR MAIS DE 20% DE AFRICANOS ACOLHIDOS ESCANDALOSAMENTE BEM NUM PAÍS, governado por interesses estranhos, EM QUE QUASE UM MILHÃO FOI POR ELES EXPULSO E ROUBADO...
E QUANTO AO NACIONALISMO EU DIGO-LHE QUE SE OS PORTUGUESES CONTINUAREM A ENTREGAR OS CRITÉRIOS DE "NACIONALIDADE" A SI, AO SEU MANO E AOS SEUS AMIGOS VÃO CONTINUAR POR MUITAS DEZENAS DE ANOS A SER CRIADOS SEUS E DOS SEUS PROTEGIDOS... E COMO NUNCA NINGUÉM GOSTA DE PERDER PRIVILÉGIOS E MORDOMIAS HÁ QUE APERTAR A CENSURA PARA A TRAIÇÃO IR CAMPEANDO ATÉ SER IMPOSSÍVEL A SUA IRREVERSIBILIDADE...ISTO É DESCARACTERIZAR O PAÍS E ESCRAVIZAR OS SEUS ANTIGOS HABITANTES COM NOVOS "SENHORES" COMO VOCÊ, UM ACIDENTE DO EX-IMPÉRIO, AO LEME...
TRAIDORES AOS INTERESSES DOS PORTUGUESES É O QUE MAIS TEMOS EM PORTUGAL.PORQUE INFELIZMENTE NO 25 DE NOVEMBRO DE 1975 A LIMPEZA FOI INTERROMPIDA.A NAÇÃO CONTINUA PORTANTO INFECTADA!

A SUBVERSÃO DOS COLARINHOS BRANCOS

/ "Joana apanhou a mãe e o tio nus no sofá na altura em que se preparavam para manter relações sexuais. Assim que a criança de oito anos ameaçou contar tudo ao companheiro de Leonor, esta e o irmão, João, agrediram-na com bofetadas tão violentas que bateu com a cabeça numa parede e morreu ali, na casa da Aldeia de Figueira, em Portimão, onde vivia com o padrasto e dois meios-irmãos (mais aqui)".
2/ "Está em causa um crime de tortura, contra a Humanidade, pronunciado por um juiz. A Ordem dos Advogados (OA) vai constituir-se assistente para coadjuvar o Ministério Público na descoberta da verdade (mais aqui)» António Marinho Pinto frisou que "é tempo de acabar com essa regra de que em investigação criminal vale tudo". "Não vale tudo (mais aqui)"

OS OURIVES MUITO DEVEM AGRADECER A ESTES DEMOCRATAS DE PRIMEIRA ÁGUA, PAPAGAIOS DOS AFRICANIZADORES E EX-PRESOS DE CAXIAS QUE NOS AFUNDARAM A NAÇÃO.E OLHEM QUE ELES AINDA TÊM MUITA COISA PARA FAZER...

ALGUÉM TEM QUE PAGAR A AFRICANIZAÇÃO

24 Outubro 2008 - 00h30

Função Pública - lei só previa actualizações a partir de 2011
Aumento de 1,5% nas pensões
O Governo vai dar uma actualização de 1,5 por cento às pensões dos reformados da Função Pública que recebam entre os 2400 e os 5000 euros. Trata-se de um universo de 50 mil pessoas que irão beneficiar deste aumento.


As pensões pagas pela Caixa Geral de Aposentações com valor acima de 6 IAS (Indexante de Apoios Sociais), aproximadamente 2400 euros, estavam congeladas desde 2007 pelo Ministério das Finanças, que só previa aumentos nestes escalões a partir de 2011, mas o Executivo decidiu antecipar as actualizações já para 2009.

CLARO QUE A CLASSE POLÍTICA REFORMADA NÃO SE REGE POR ESTAS TABELAS...
HÁ PAÍSES EUROPEUS CUJO SALÁRIO MÍNIMO RONDA OS 2400 EUROS PELO QUE OS LICENCIADOS DEPOIS DE UMA VIDA DE TRABALHO ESTÃO CHEIOS DE SORTE COM A BONDADE SOCIALISTA QUE ENQUANTO NÃO LHES AFRICANIZAR A PENSÃO NÃO DESCANSA...E AINDA LHES DEVEM AGRADECER COM O SEU VOTOZINHO!

VÊM AQUI ALGUMA "RAÇA"?

24 Outubro 2008 - 00h30

Margem Sul - Carrinhas Mercedes e Audi A4 roubadas à mão armada
Dois carjacking para roubar multibanco
Caçadeiras em punho, fizeram a primeira vítima na zona do Barreiro, segunda-feira. Mas o gang não se ficou pelo Mercedes e, no dia seguinte, foi a vez de os mesmos quatro homens atacarem com ameaças de morte o condutor de um Audi, no Montijo. Dividiram-se entre os dois carros e uma carrinha de mercadorias, furtada, e foram ontem roubar uma caixa multibanco (ATM) num supermercado de Massamá, Sintra. Só abandonaram a carrinha e continuam a monte.


Os carjackings foram feitos com recurso à mesma caçadeira. Pouco passava das 22h00 de segunda-feira quando a primeira viatura foi tirada à proprietária. A vítima, cerca de 40 anos, foi atacada quando estacionava a sua carrinha Mercedes numa rua de Santo António da Charneca, Barreiro. Um dos assaltantes apontou-lhe uma caçadeira.

O mesmo grupo voltou a atacar pelas 18h00 do dia seguinte, desta vez no centro do Montijo. O proprietário de uma carrinha Audi A4 foi atacado da mesma forma: ameaçado pela mesma caçadeira, foi obrigado a entregar a viatura.

A Polícia Judiciária (PJ) de Setúbal tomou conta da investigação aos dois carjackings. No entanto, não chegou a tempo de impedir que o grupo usasse, em simultâneo, os dois carros para atacar outra vez.

Depois de furtar a carrinha de transporte de mercadorias Bedford, na Amora, Seixal, o gang dirigiu-se para Massamá.

Pelas 04h45 de ontem, os quatro homens, entre as carrinhas Mercedes, Audi A4 e Bedford, estacionaram junto a um supermercado Minipreço. A viatura de transporte de mercadorias foi usada para partir a montra do supermercado. Com o caminho aberto, o grupo pegou na ATM – carregada recentemente com dinheiro – e pôs-se em fuga. A carrinha Bedford foi abandonada ainda junto ao supermercado.

O sistema de videovigilância do Minipreço captou uma das viaturas usadas na fuga. As cassetes foram entregues à PJ de Lisboa, que assumiu esta investigação.

PORMENORES

CAIXA ATM ABANDONADA

A máquina multibanco furtada foi recuperada pela GNR em Pegões, já sem o dinheiro.

TESTEMUNHAS VIRAM

A Polícia Judiciária ouviu duas pessoas que testemunharam o furto da caixa multibanco do supermercado.

MAS REPAREM NAS LOCALIDADES DE VAI E VEM...
PORTUGAL A SAQUE COM A COBERTURA DOS COLARINHOS BRANCOS QUE TUDO FAZEM PARA DESTRUIR A NOSSA NAÇÃO.ATÉ CENSURA, APESAR DE NÃO HAVER CENSURA...
NÃO EXPULSEM ESTA RALÉ TODA NÃO QUE UM DIA VÃO ASSISTIR A LINCHAMNETOS POPULARES...

NADA DE RAÇA PARA NÃO ALARMAR...

24 Outubro 2008 - 00h30

Sintra - reformado trancou ladrões de ourivesaria com taco de basebol
Baleado em assalto

Estavam os quatro encapuzados, armados com duas caçadeiras e duas pistolas. Um encostou-me uma caçadeira à cabeça, enquanto os outros partiram as montras e roubavam peças em ouro",
O gang abandonou o Honda Civic usado no assalto em Queluz. A PSP localizou a viatura e entregou-a à Polícia Judiciária para peritagens.

MAS DEDUZ-SE QUE TENDO O CARRO SIDO ROUBADO NA AMADORA, SER UM DOS MODELOS PREFERIDOS PELA DIFERENÇA, APESAR DA CENSURA EM TODOS OS JORNAIS É QUASE CERTO DE QUE O ASSALTO FOI FEITO POR AQUELES QUE NOS DEVERIAM ESTAR, SEGUNDO OS HUMANISTAS DE ESQUERDA, A ENRIQUECER...
E NADA DE EXPULSÕES DE PORTUGAL SENÃO FICAMOS POBRES...

a protecção dos colarinhos brancos aos canos serrados

'Scanners' nos aeroportos violam direitos humanos



A medida proposta pela Comissão Europeia, que consiste na instalação de máquinas que permitem visualizar uma pessoa praticamente nua, atenta, assim, contra "a privacidade, a protecção de dados e a dignidade pessoal", pode ler-se na resolução dos eurodeputados.

VEJAM SÓ A PREOCUPAÇÃO DESTES MENINOS EM NÃO PERTURBAR AS "MULAS DA DROGA" QUE ENTRAM NA EUROPA(EM ESPECIAL EM PORTUGAL) AOS MONTES DEPOIS DE ANOS DE POLÍTICAS DE IMIGRAÇÃO QUE ESTES SENHORES IMPLEMENTARAM DE FORMA TRAIDORA.
PORTANTO QUEREM QUE CONTINUEM A SER IMPORTADAS TONELADAS DE DROGA E A SER EXPORTADO O OURO QUE ANDA POR AÍ A SER ROUBADO... EM NOME DOS DIREITOS HUMANOS DESSES CRIMINOSOS...
SE TODOS OS PAÍSES ACTUARAM COMO PORTUGAL MANDANDO O LIXO PARA O PARLAMENTO EUROPEU NÃO É DE ESTRANHAR O RESULTADO...

Thursday, October 23, 2008

SERÁ VERDADE QUE NOS AÇORES EXISTEM 20000 A RSI?

Totais regionais e finais:


Inscritos: 192.956

Votantes: 90.221 (46,76%)

Abstenção: 102.735 (53,24%)

Brancos: 1.695 (1,88%)

Nulos: 760 (0,84%)


Mandatos:


PS - 30

PSD - 18

CDS-PP - 5

BE - 2

PCP-PEV - 1

PPM -1

MPT - 0

PDA - 0


Votos:


PS: 45.070 (49,96%)

PSD: 27.309 (30,27%)

CDS-PP 7.853 (8,70%)

B.E. 2.976 (3,30%)

PCP-PEV 2.831 (3,14%)

MPT 684 (0,76%)

PDA 619 (0,69%)

PPM 424 (0,47%)

OS ÚLTIMOS DADOS DA SEG SOC AÇOREANA SÃO DE 2006 E OSCILAVAM ENTRE 15000 E 20000...

PROVOCAÇÃO AOS LARILAS

TUDO O QUE NÃO É POR NÓS É CONTRA NÓS

Lisboa/GEBALIS: Ministério Público acusa três arguidos por peculato e administração danosa
22 de Outubro de 2008, 17:24

Lisboa, 22 Out (Lusa) - O Ministério Público acusou três arguidos, no processo da empresa municipal de habitação de Lisboa GEBALIS, por um crime de peculato e um de administração danosa.

Apito Dourado/Caso Nacional-Benfica:

Juiz censura acusação sem provas contra Pinto da Costa

Compra de árbitro com bilhete para jogo de futebol classificada de ridícula"

SERÁ QUE A JUSTIÇA SÓ VÊ COM O OLHO DIREITO?ANOS E ANOS DE ESQUERDA EM LISBOA E NADA?MESMO NADA?ESTOU A COMEÇAR A PERCEBER QUE É TANTA SANTIDADE ATRAI O BISPO JANUÁRIO...

Portugal desce oito lugares na liberdade de imprensa

"As pessoas que respondem a este inquérito dos Repórteres Sem Fronteiras são mais exigentes nuns países do que em outros. Só assim se explica por que há países onde a liberdade de imprensa é mais limitativa e que estão acima de outros onde a liberdade de imprensa existe de facto. Há que encarar este ranking com alguma relatividade. Mas Portugal ter descido alguns lugares pode significar também que os jornalistas portugueses estão preocupados com algumas questões internas", explicou ao DN Joaquim Vieira, presidente do Observatório da Imprensa. Que questões são essas? "Certamente terá a ver com as competências e as atitudes da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) e o novo Estatuto do Jornalista, que condicionam os jornalistas. E isso já se verificou com a RTP, em que um parecer da ERC fez com que o programa As Escolhas de Marcelo Rebelo de Sousa tivesse ficado com menos tempo", lembrou o responsável pelo Observatório da Imprensa.

"No caso do novo Estatuto do Jornalista existe um Regulamento Disciplinar que também pode condicionar o trabalho dos jornalistas e que são uma ameaça à liberdade de imprensa. Prevêem-se sanções na quebra das regras do Código Deontológico e mais grave, os juízes podem obrigar um jornalista a revelar as suas fontes em casos de crimes graves. Recorde-se que o Presidente da República vetou o novo Estatuto do Jornalista. Acho que isso quer dizer alguma coisa...", lembrou ainda Joaquim Vieira.

Mas há uma real quebra de qualidade na liberdade de imprensa em Portugal de 2007 para 2008? "Eu acho que, de facto, as condições pioraram de um ano para o outro, precisamente pelas razões que indiquei. Penso que a percepção dos jornalistas portugueses é que a liberdade de imprensa ficou mais condicionada. E isso terá tido um reflexo nas respostas que deram aos Repórteres Sem Fronteiras", concluiu o presidente do Observatório da Imprensa

É ISTO E A JUSTIÇA A PERSEGUIR E A CONDENAR POR DELITO DE OPINIÃO...CASO DO PNR

SAMPAIO O GRANDE NACIONALIZADOR

Sampaio foi designado pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki- -moon, representante para a Aliança de Civilizações em Abril de 2007. A ideia foi inicialmente proposta pelo primeiro-ministro espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, em 2005, no discurso que fez na 59.ª sessão da Assembleia Geral da ONU. E apadrinhada pelo primeiro-ministro da Turquia Recep Erdogan. O objectivo é aliviar as tensões que existem entre o mundo de religião islâmica e o dito mundo ocidental.

O plano de implementação para 2008/2009 foi apresentado em Maio do ano passado e o primeiro Fórum da Aliança de Civilizações realizou-se, em Janeiro, em Espanha, tendo sido dedicado à juventude. A Aliança de Civilizações pode ser também entendida como contraponto à teoria do Choque de Civilizações. | Lusa.

TUDO O QUE SEJA RESOLÚVEL COM ATRIBUIÇÃO DE PASSAPORTES É COM ELE...
CLARO QUE SE EU FOSSE MUÇULMANO DESCONFIAVA POR ELE SER JUDEU...
E A TUBERCULOSE COMO VAI?PREOCUPADO NÃO?

Wednesday, October 22, 2008

POR ACASO GOSTAVA DE VER ESTE "PORTUGUÊS"

23 Outubro 2008 - 00h30

Loulé - Dois detidos por roubos violentos em Dezembro
PJ resolve sequestros
Dois crimes de carjacking com duas vítimas agredidas e sequestradas, ocorridos em Dezembro do ano passado na zona de Loulé, foram agora resolvidos pela Polícia Judiciária. A Directoria de Faro revelou ontem a detenção de dois suspeitos, um português e outro estrangeiro.

O RESULTADO DE BONS ACOLHIMENTOS

SUBVERSÃO E CONTRA-SUBVERSÃO

ESTAMOS NO PICO RESULTANTE DUMA LONGA ACÇÃO DE FORÇAS SUBVERSIVAS, QUE CONVÉM RECORDAR COMEÇOU COM ASSASSINATOS, MINAS, GUERRA SUBVERSIVA, TERROR.
PRIMEIRO E COMO REACÇÃO INICIAL A GENERALIDADE DOS CIDADÃOS APOIOU O GOVERNO.FEZ-SE A CONTRA-SUBVERSÃO.QUE, COMO OS LIVROS DEMONSTRAM,ACABA POR SER NORMALMENTE FAVORÁVEL ÁS FORÇAS SUBVERSIVAS QUE APROVEITAM A PROPAGANDA DO MEDO PARA ARREGIMENTAR PRIMEIRO OS MAIS COBARDES E DEPOIS PAULATINAMENTE CADA VEZ MAIS CAMADAS DE CIDADÃOS "CANSADOS" E "RECEOSOS" QUE ACABAM POR PREFERIR MUDAR DE CAMPO PARA SE LIVRAREM DO "STRESS" DE TEREM QUE ASSUMIR A DEFESA DE PRINCÍPIOS, MESMO QUE CORRECTOS.AS FORÇAS SUBVERSIVAS ACABAM POR GANHAR NORMALMENTE COM MUITO "BLUFF" PELO MEIO, O QUE SE VÊ QUANDO APARECEM AS "FORÇAS LIBERTADORAS" Á LUZ DO DIA.MAS AÍ JÁ É TARDE.NOVO GOVERNO EXISTE, NORMALMENTE MUITO MENOS CONDESCENDENTE DO QUE O ANTERIOR...
OS COMPROMETIMENTOS SUBVERSIVOS ANTIGOS, AS CÉLULAS, OS GRUPOS, OS PEQUENOS MOVIMENTOS, ENFIM OS PARTIDOS TÊM OS SEUS ELEMENTOS CONSTITUINTES SOB PERMANENTE "CO-RESPONSABILIZAÇÃO" GRUPAL, ISTO É OS CIDADÃOS FAZEM EM GRUPO O QUE NÃO FARIAM SOZINHOS.O QUE TEM PERMITIDO CONTINUAR UMA PERMANENTE SUBVERSÃO DE ACORDO COM TÁCTICA LENINISTA DE "SALAME".ISTO É ALCANÇAR OBJECTIVOS "ÁS FATIAS FININHAS" PARA NÃO ALARMAR...
EM PORTUGAL A SUBVERSÃO CONTINUA E VAI CONTINUAR ENQUANTO NÃO FOREM DESMANTELADAS AS CÉLULAS SUBVERSIVAS QUE DUM ESTADO-NAÇÃO, DOS MAIS ANTIGOS DA EUROPA QUEREM FAZER NEM SEI O QUÊ POIS QUE AS FORÇAS SUBVERSIVAS Á BOA MANEIRA PORTUGUESA SÃO MUITO ANÁRQUICAS NOS SEUS OBJECTIVOS.MAS GERALMENTE CONCORDAM COM "NACIONALIZAÇÕES" DE EMPRESAS E DE POBRES DO MUNDO,SÃO LAICOS(FUNDAMENTO PARA ACANTONAR A ICAR, ESTEIO VELHO DA NAÇÃO), MAS AMIGOS DOS ISLÂMICOS(O PETRÓLEO DÁ DINHEIRO PARA TUDO),QUEREM CASAMENTOS GAYS E LÉSBICOS.EM SUMA O OBJECTIVO DAS FORÇAS SUBVERSIVAS É DESCARACTERIZAR A MAIS VELHA NAÇÃO DA EUROPA ATRAVÉS DA INTRODUÇÃO DAS SEMENTES MALIGNAS DA QUEBRA DA COESÃO NACIONAL E SOCIAL PARA MELHOR SE MANTEREM AO LEME E PODEREM PORTANTO CONTINUAR A USUFRUIR DAS MORDOMIAS ORÇAMENTAIS DE QUE SERIAM ARREDADOS SE HOUVESSE UMA VERDADEIRA CIDADANIA CONSCIENTE E NÃO TANTOS "NACIONALIZADOS" QUE JÁ OS APOIAM...
O ANTERIOR REGIME DUROU MEIO SÉCULO E NÃO FORA UM ERRO ESTRATÉGICO PODERIA AINDA TER CONTINUADO MAIS UNS ANOS APESAR DA VELHICE DOS SEUS DIRIGENTES QUE JÁ OS IMPEDIA DE ESCOLHER BOAS SOLUÇÕES.AS OPOSIÇÕES ANTI-FASCISTAS, MUITAS DELAS COLABORADORAS DA SUBVERSÃO ALÉM MAR CONSTITUÍRAM-SE ELAS PRÓPRIAS EM FORÇAS SUBVERSIVAS, APESAR DE TEREM GOVERNADO ATÉ HOJE.DESMANTELAM TODO O EDIFÍCIO NACIONAL ATÉ ÁS MAIS PROFUNDAS FUNDAÇÕES.
HOJE OS MEIOS DE PROPAGANDA QUE GARANTEM A SUBJUGAÇÃO DOS CIDADÃOS MENOS CONSCIENTES DOS SEUS DEVERES PARA CONTINUAR PORTUGAL COMO NAÇÃO INDEPENDENTE,COESA, SOCIAL E CULTURALMENTE SÃO ESMAGADORAMENTE MAIS PODEROSOS DO QUE OS USADOS NA DITADURA E EMBORA NÃO HAJA OFICIALMENTE UM SERVIÇO DE CENSURA ELA É IMENSA E ASSENTE EM TÉCNICAS MAIS SOFISTICADAS.COM LEIS AMEAÇADORAS E OLHEIROS ATENTOS NA MÁQUINA DA JUSTIÇA PARA CALAR OS MAIS INCONVENIENTES.EXISTE PORTANTO O DELITO DE OPINIÃO.QUE DÁ FORMA Á AMPUTADA LIBERDADE CONSTITUCIONAL DE SÓ SE PODER SER DE ... ESQUERDA!E INTERNACIONALISTA!
PORTUGAL ESTÁ NA CORDA BAMBA DA BANCARROTA, DEPENDENTE, ATRASADO,INSEGURO,INTERNACIONALISTA, AFRICANIZADO.
NÃO VEJO FORMA DE MUDAR O ESTADO DAS COISAS SEM SE RECORRER AOS ENSINAMENTOS DA SUBVERSÃO:TER QUE USAR OS SEUS MÉTODOS.ESSA LINGUAGEM ELES PERCEBEM E ENTENDEM BEM...

VAMOS TODOS ADERIR

Famílias: Fundo habitacional diminui encargos
Renda 25% mais barata que o crédito

O CRIME DÁ MUITO MAIS DO QUE AS NOVAS OPORTUNIDADES

Segurança
Um crime violento por hora em Lisboa
PSP de Lisboa ficou com mais 600 mil pessoas para proteger, mas o número de agentes pouco aumentou.

A reorganização territorial dos dispositivos da GNR e da PSP atribuiu a esta última mais cerca de 600 mil pessoas na área metropolitana de Lisboa e esta herança não foi acompanhada com o correspondente aumento de meios materiais e humanos
Nos primeiros seis meses deste ano - antes da onda de violência do Verão - foram cometidos na Grande Lisboa 4417 crimes violentos - um em cada hora -, sendo a esmagadora maioria roubos na via pública (2806) e roubos por esticão (1280).
Os assaltos às bombas de gasolina triplicaram, passando de 9 para 27 e os roubos a estações de correio quadruplicaram, passando de 2 para 9. Houve ainda 86 pessoas agredidas violentamente, 96 roubos a motoristas de transportes públicos, 31 casos de raptos, sequestros ou tomadas de reféns, 18 homicídios, 36 violações e 15 assaltos a bancos.

Os alertas já tinham sido lançados. "A Polícia está sem meios para combater um aumento da violência", dizia no início do ano, em entrevista ao Expresso, Jorge Resende, presidente do Sindicato dos Oficiais da PSP e comandante operacional da divisão de Loures, a maior do país.

A reorganização territorial dos dispositivos da GNR e da PSP atribuiu a esta última mais cerca de 600 mil pessoas na área metropolitana de Lisboa e esta 'herança' não foi acompanhada com o correspondente aumento de meios materiais e humanos.

"Estamos a tomar conta das áreas sem as condições mínimas", admitia Resende. "Vários estudos internos apontavam para a necessidade de mais 2000 agentes, com estas novas áreas, e vieram 425", contava.

Para a Polícia, o resultado está à vista: aumentou quase para o triplo o crime violento na área do Comando Metropolitano de Lisboa (COMETLIS) no primeiro semestre deste ano.

Segundo estatísticas oficiais da PSP, em que é comparada a evolução da criminalidade com as novas áreas adicionadas e sem estas, verifica-se um aumento de crimes violentos de 17,3%. Mas, sendo retiradas as novas zonas, seria apenas de 6,4%.

Na criminalidade global participada, a tendência foi semelhante. Sem as novas áreas, haveria uma subida de 15,4%. Com as novas áreas foi de 28%.

A reorganização territorial ficou concluída em Abril deste ano e a PSP ficou com a competência sobre freguesias, que eram da GNR, que abrangem vários bairros problemáticos, principalmente na zona oriental de Lisboa, concelho de Sintra e na margem sul.

Os crimes que mais aumentaram nos primeiros seis meses deste ano foram os roubos, as agressões e as violações.

Está previsto para o próximo ano a contratação de mais 1000 agentes para a PSP. O concurso para a selecção dos candidatos está a decorrer neste momento.

O Expresso contactou o comando-geral da GNR para saber qual tinha sido a evolução da criminalidade nas suas áreas de competência neste primeiro semestre, comparando com o período antes da reorganização territorial, mas não obteve resposta.

Recorde-se que o principal objectivo do Governo para esta nova distribuição do dispositivo das polícias no território nacional era uma maior eficácia no combate ao crime.


Criminalidade


17,3%

foi quanto aumentou o crime violento na área metropolitana de Lisboa este ano

4417

foi o total de crimes violentos que aconteceram nos primeiros seis meses deste ano

2806

foram roubos violentos na via pública

O MIGUEL SOUSA TAVARES QUE O DIGA.E AINDA FALTA A FASE DOS "INDÍGENAS" ESTRANGEIROS REIVINDICAREM A DISTRIBUIÇÃO DE TERRAS...
E JÁ SABEM EDUQUEM BEM AS VOSSAS FILHINHAS NO SENTIDO DE ACEITAREM CASAR-SE COM A DIFERENÇA.SERÁ A PROVA DE QUE O QUE ANDARAM A PROPAGANDEAR FOI DITO COM SENTIMENTO...

Tuesday, October 21, 2008

A POBREZA CADA VEZ FICARÁ MAIS CARA AOS CONTRIBUINTES

EU ACHO PIADA AOS LUTADORES CONTRA A POBREZA E DAS DENUNCIAS DAS ESTATÍSTICAS QUE NOS "ENVERGONHAM".NORMALMENTE BEM PAGOS PELO ESTADO PARA FICAREM PREOCUPADOS COM ISSO.
EU DESAFIO ESSES LOUVÁVEIS CIDADÃOS A FAZER DUAS COISAS:
.IREM VISITAR UM QUALQUER PAÍS AFRICANO
.PASSAREM DE VEZ EM QUANDO NAS MATERNIDADES ALFREDO DA COSTA E EM ESPECIAL NA DO HOSPITAL D. MARIA
SE NÃO FOREM BURROS E CEGOS VERIFICARÃO QUE A POBREZA EM PORTUGAL SÓ PODE VIR A AUMENTAR E EM ESCALA GEOMÉTRICA.VAMOS TER EXTENSAS CAMADAS AFRICANAS E CIGANAS... E NÃO VAI SER FÁCIL CONTINUAR A CONVENCER , MESMO COM MUITA PROPAGANDA,OS CONTRIBUINTES A FICAREM POBRES PARA ACABAR COM A POBREZA...
ps
ACHO PIADA A POBREZA SÓ SER VERGONHOSA CÁ EM PORTUGAL, QUANDO EM ÁFRICA E NOUTROS LUGARES DONDE NOS CHEGA A NOSSA,NACIONALIZADA SEM DOR, O QUE MAIS EXISTE MESMO É POBREZA E PORQUE CARGA DE ÁGUA ESTES TÊM QUE TER UM TRATAMENTO "DIFERENTE" DOS SEUS VERDADEIROS IRMÃOS...

COLONIZAÇÃO INTERNA

PRECISA-SE.NÃO A AFRICANA POR NOSSA CONTA E SOB A BATUTA DOS INTERNACIONALISTAS ALIADOS AOS MISSIONÁRIOS FARTOS DE ANDAR POR FORA.NÃO É A INTERNA, A QUE SALAZAR REINICIOU NOS ANOS 40 A SUL DO RIO TEJO.AINDA POR CIMA COM A BARRAGEM DE ALQUEVA CHEIA E A DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA EM ANDAMENTO.
AGORA PEGUEM NOS SUBSIDIADOS DOS BAIRROS SOCIAIS E ESPALHEM-NOS POR PROPRIEDADES NO ALENTEJO.PELO MENOS PASSARIAM, NO MÍNIMO A PRODUZIR PARA ELES...

53,24% DE AÇORIANOS NÃO REPRESENTADOS

Apesar de, mal foram conhecidos os resultados das eleições de domingo nos Açores, todos os partidos sem excepção, cada qual com o seu argumento, terem clamado vitória, mais de metade dos açorianos (exactamente 53,24%) não foram às urnas. Ora quando a grande maioria dos eleitores acha que não vale a pena votar seja em que partido for, e faz um grande e bordaliano manguito a todos eles, só por total falta de pudor algum pode mostrar satisfação.
Pode ser-se cínico, como fez o socialista Carlos César, e dizer que só conta quem vota, nem que, acrescento eu, vote apenas uma clientela de meia dúzia de pessoas. Mas a César o que é de César: o PS irá governar o arquipélago em maioria absoluta com a confiança de apenas pouco mais de 20% dos governados (40 mil, em mais de 192 mil eleitores inscritos). E isso devia ser motivo de preocupação e não de jactância. O futuro parlamento açoriano, para ser materialmente, e não só formalmente, representativo, deveria funcionar com mais de metade das cadeiras vazias. Os que irão sentar-se nelas usurparão uma representatividade que, na verdade, não lhes pertence.

VEJAM LÁ O QUE O ZÉ POVINHO SENTE PELOS DEMOCRATAS DA UNIÃO NACIONAL DE EQUERDA.IRRELEVÂNCIA E DESPREZO...

IMORAL É IMPORTAREM E NACIONALIZAREM A POBREZA

Diferença crescente entre ricos e pobres é "imoral"
09h01m
O presidente da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade (CNIS), padre Lino Maia, considerou "injusto e imoral" o aumento do fosso entre ricos e pobre em Portugal, segundo um estudo divulgado pela OCDE.

SÓ TEMOS EMPREENDEDORES DA "DISTRIBUIÇÃO" DO QUE NÃO É DELES.E COMO NÃO CUSTA NADA DAR O QUE NÃO É NOSSO...
O INTERNACIONALISMO E O MISSIONARISMO DE NOVO TIPO VÃO SAIR CAROS.O MANÁ NÃO VAI DURAR SEMPRE...

Monday, October 20, 2008

HISTÓRIA TRÁGICO-MARÍTIMA

DOIS VOLUMES DAS EDIÇÕES AFRODITE.CASO SE LEIA COM ATENÇÃO A DESCRIÇÃO ANTIGA DE VÁRIOS NAUFRÁGIOS DE NAUS PORTUGUESAS NAS COSTAS DE ÁFRICA, NUMA ALTURA EM QUE NÃO HAVIA SEQUER QUALQUER TIPO DE CONTACTO , NEM "EXPLORAÇÃO" O PESSOAL COMEÇARÁ A TER UMA IDEIA DO PORQUÊ DO RUMO TOMADO PELO PODER PORTUGUÊS RELAIVAMENTE AO CONTINENTE.
OS PORTUGUESES FORAM COMIDOS EM ÁFRICA E AGORA SÃO-NO NA SUA PRÓPRIA CASA...

O 2º MELHOR ACOLHIMENTO DA EUROPA É MESMO PARA DAR CONFIANÇA.ISSO E AS GARANTIAS DO CPP...

Porto

PJ detém dois estrangeiros que falsificavam cartões de crédito
Hoje às 19:32
A PJ do Porto deteve, em flagrante, dois homens estrangeiros que se dedicavam à falsificação e à clonagem de cartões de crédito. A Judiciária informou que o modo de actuação destes indivíduos revelava um excesso de confiança anormal.

MAS OS INDÍGENAS PAGAM ISSO EM ESPECIAL OS OURIVES... E OS CONTRIBUINTES...

OS LAMBE BOTAS A TUDO O QUE CONSTITUIR DIFERENÇA

Aliás, aquilo que os orgãos de comunicação social Norte-Americanos se limitaram a fazer foram contas. Se 99% dos Afro-Americanos vão votar no candidato Afro-Americano, apenas 1% deles vai votar em John McCain. A probabilidade de Colin Powell votar em Barack Obama era, portanto, de 99 em 100.

Esta coisa do racismo, mania Europeia de qualificar o indíviduo da classe média-alta e alta Americana (especialmente os Brancos), tem destas coisas. Quem é racista agora? A enorme quantidade de cidadãos da classe média e alta Americanos que vão votar em Obama ou os afro-Americanos que vão votar no Messias porque têm o mesmo tom de pele que eles?

A OBOMANIA FAZ LEMBRAR OS REFÉNS A DEFENDEREM OS SEUS CAPTORES...
MAS É COM OS NEGROS/PRETOS(ESCOLHAM), MUÇULMANOS, ILEGAIS,BANDIDOS, PEDÓFILOS, ETC
O MUNDO AO CONTRÁRIO... A VACINA VAI SER DOLOROSA VAI...
E JÁ QUE SE FALA EM VACINA CONVÉM LEMBRAR AS LIÇÕES RECENTES DO REVIRALHO:
TUDO O QUE TIVER QUE MORRER É LOGO NA CONFUSÃO INICIAL(ANDA TODO O MUNDO PREOCUPADO COM GUANTANAMO E JÁ NINGUÉM FALA DOS GAJOS QUE ESTICARAM O PERNIL LOGO DE INICIO)
NADA DE VALAS COMUNS(IMAGINEM UM GARZON SÉCULOS DEPOIS A ABRIR VALAS...)HOJE RECORRE-SE Á TECNOLOGIA.PRIMEIRO FAZEM-SE EM FARINHA E DEPOIS VÃO PARA O CIMENTO.
JULGAMENTOS A HAVER, SEMPRE COM BASE NUM LIVRINHO QUALQUER.NO NOSSO CASO BASTA UM RDM, MESMO O DA DEMOCRACIA...POIS QUE PARA REGANHAR O QUE É NOSSO QUALQUER VIA É JUSTIFICÁVEL(BASTA VER O APOIO QUE TUDO O QUE É/FOI TERRORISTA AQUI TEM...)
UMA COISA É CERTA NUNCA ACEITAR A CANGA QUE OS TRAIDORES E ESTRANGEIROS NACIONALIZADOS VOS ANDAM A METER EM CIMA.

VAI SER LINDO VAI

Venezuela
Chavez quer redução da produção na OPEP
O presidente venezuelano, Hugo Chavez, vai propor uma redução da produção na próxima reunião da Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP), com o objectivo de não deixar o preço do barril cair abaixo dos 80 dólares.

OBRAS CARAS MAS EFÉMERAS...

isboa: Autarquia estuda soluções para complexo em Carnide
CML investe 500 mil em cemitério
A Câmara de Lisboa já encontrou uma solução para o antigo problema do cemitério de Carnide, onde as condições do subsolo não permitem a decomposição dos corpos, razão pela qual há vários anos que não se efectuam funerais naquele espaço. A instalação de estruturas verticais com arejamento, a aquisição de um forno crematório e a preparação de um talhão de terra para enterrar os caixões são algumas das medidas a adoptar pela autarquia. O investimento, ainda sem data para concretização, é estimado pelo vereador dos Espaços Verdes, José Sá Fernandes, em 500 mil euros.




É com estas medidas que o autarca responde às críticas vindas de várias frentes que apontam o dedo ao município pela falta de actuação. "Este problema tem vindo a criar um conjunto de complicações às famílias que são obrigadas a fazer um segundo funeral. Têm de se apuradas responsabilidades", afirmou ao CM o líder da bancada do PSD na Assembleia Municipal de Lisboa, Saldanha Serra.

O vereador Sá Fernandes refere que argumentos como este são "pura mentira". E esclarece:"Têm-se dito muitas inverdades em relação ao cemitério de Carnide. Não é verdade que as famílias estejam a fazer dois funerais e a pagá-los. Os mortos estão lá e enquanto não houver decomposição ali ficarão." O autarca garante que, mesmo com as medidas a implementar, os corpos que ali estão sepultados não serão transferidos. "Isso não teria pés nem cabeça", defende, ao mesmo tempo que recusa a existência de conflitos com os familiares.

O cemitério de Carnide, em Lisboa, foi inaugurado em 1996 no mandato do socialista João Soares, com o objectivo de ser o cemitério de expansão da cidade, dadas as características modernas e inovadores que estavam previstas para aquele espaço. Em 2001, porém, cinco anos após a entrada em funcionamento, foram feitas as primeiras exumações e detectou-se que os cadáveres não estavam em condições de ser levantados por que não tinham feito a decomposição.

José Sá Fernandes revela que o problema do terreno está no facto de o subsolo "ter água". Ou seja: "Se as terras tivessem sido misturadas e a drenagem tivesse sido feita, provavelmente este problema nunca teria existido."

Os níveis freáticos e as características do solo (argiloso) do cemitério de Carnide foram apontados como as causas do problema e impediram que, nos últimos anos, se efectuasse enterramentos.

José Sá Fernandes não pode precisar a data de concretização das soluções encontradas pela Câmara para combater o "subaproveitamento" do espaço, mas garante que ainda "vai demorar". E justifica: "Para não cometer os mesmos erros dos outros é preciso tempo."

FORNO CREMATÓRIO EM CARNIDE?MAS ESTES GAJOS ANDAM DOIDOS OU QUÊ?QUALQUER SARGENTO LHES DIRIA SER INCONCEBÍVEL TAL SOLUÇÃO PORQUE SENDO OS VENTOS DOMINANTES DE NOROESTE, OS FUMOS DO FORNO ATRAVESSARÃO TELHEIRAS, UM HOSPITAL( O DA FAP), LUMIAR E POR AÍ FORA...FORNOS A HAVER SÓ PARA OS LADOS DA PONTE VASCO DA GAMA ALIAS ONDE EM TEMPOS IDOS HAVIA A QUEIMA DOS LIXOS E POR ALGUMA RAZÃO...
O COMPADRIO NAS OBRAS PÚBLICAS VÊ-SE POR TODO O LADO.POUCA DURAÇÃO E MUITO CARAS.
O SR SAMPAIO QUE DEVE TER LANÇADO O CONCURSO DO CEMITÉRIO, EM LISBOA SÓ FEZ MERDA.

ESTADO COM OBESIDADE MÓRBIDA

ROUBADO NO PORTUGAL CONTEMPORÂNEO:


para darem o exemplo




Desde que Salazar e o seu sucessor Marcello Caetano, na qualidade de ditadores, deixaram de ter mão no Estado e ele foi entregue à população em regime democrático, o que seria de esperar do Estado, que tivesse diminuído?


Não. O Estado aumentou e de que maneira. Medido pela despesa pública em percentagem do PIB passou de 19.9% em 1973 para os actuais 48%. Foi o maior aumento do Estado entre os países ocidentais no espaço de uma geração (acompanhado da mais vertiginosa subida da carga fiscal).


Esta realidade deveria servir de contenção a alguns liberais acerca da futilidade do exercício que é reclamarem a redução do peso do Estado em Portugal sob o regime democrático. Mero wishful thinking, pura irrelevância prática. Diga-se, em abono da verdade, que muitos deles vivem de empregos do Estado, e podiam começar por despedir-se para darem o exemplo.

Ler Mais...
Publicada por Pedro Arroja em 19:33 Comments (13)| Trackback Hiperligações para esta mensagem

A DITADURA DO FISCO AO SERVIÇO DOS "DEMOCRATAS"

A MAIOR PARTE DOS PORTUGUESES TEM CASA PRÓPRIA, SENDO QUE A MAIORIA AINDA A ESTÁ A PAGAR(MENOS OS 100000 QUE O LOUÇÃ JÁ NOS DISSE QUE DEIXARAM DE PAGAR), SE CALHAR BEM, POIS QUE SE HÁ TANTO DINHEIRO PARA BAIRROS SOCIAIS DE ESTRANGEIROS NACIONALIZADOS TAMBÉM DEVE HAVER PARA OS NACIONAIS DE SEMPRE.
MAS VEJAM BEM QUE A DEMOCRACIA SÓ É BOA PARA ABORTOS, NACIONALIZAÇÕES DE POBRES DO MUNDO, CASAMENTOS GAYS E SUSTENTAR UM REGIME MEDIEVAL EM QUE EXISTEM SENHORES E ESCRAVOS(OS CONTRIBUINTES).PORQUÊ?AS DITAS CASA PAGAM IMPOSTOS EXAGERADOS CALCULADOS POR TABELAS DE CASINO GANANCIOSO.E AGORA QUE OS PREÇOS BAIXAM, O SEU VALOR BAIXA, OS PRÍNCIPES EM VEZ DE BAIXAREM O VALOR DO IMPOSTO COBRARÃO TAXAS EXORBITANTES A QUEM SE ATREVA RECLAMAR DO VALOR EXAGERADO QUE ESTÁ A PAGAR...
SUSTENTAR CENTENAS DE MILHAR DE GAJOS NACIONALIZADOS EM BAIRROS SOCIAIS ONDE NEM OS 4 EUROS DE RENDA PAGAM MAS QUE RECEBEM O RSI DEVE SAIR CARO PARA BURRO DONDE MAIS CANGA PARA CIMA DOS CONTRIBUINTES. É O PAGUEM E NÃO BUFEM!QUE ELS , OS ELITOS TÊM QUE GARANTIR O "SEU"!

A IRRELEVÂNCIA DA CULTURA OCIDENTAL

Female aid worker from South Africa shot dead on street in Kabul

The street in Kabul where the female aid worker was shot dead

Tom Coughlan in Kabul
A female worker from a Christian aid group was shot dead on the street in Kabul this morning by Taleban militants. A spokesman for the Taleban accused her of spreading Christianity amongst Afghans.

POR TODO O MUNDO SE DETECTA UMA INDIGENAÇÃO ACELERADA COM BASE NO ETNICISMO(AMÉRICA CENTRAL E SUL) E NA RELIGIÃO(PAÍSES MUÇULMANOS).
MAS CÁ NO RECTÂNGULO OS NOVOS PROFETAS DO AVENTAL,DA RÉGUA E ESQUADRO E OS SEUS PAPAGAIOS DA LAICIDADE SÓ PROMOVEM O DERRUBE DAQUILO QUE ERA A MAIOR FORTUNA DOS PORTUGUESES: A SUA COESÃO SOCIAL , RACIAL E RELIGIOSA...
QUEM TRAI UMA VEZ NUNCA MAIS PARA SE NÃO FOR CASTIGADO...MAS PELOS VISTOS A PROPAGANDA FUNCIONA ÁS MIL MARAVILHAS...

Sunday, October 19, 2008

NÃO HAVERÁ JÁ RATOS A ABANDONAR O BARCO?

A valsa
2008-10-13
"Dancemos, já que temos a valsa começada e o nada há-de acabar-se como todas as coisas"

Várias vezes ao dia figuras do Estado e do sector privado desdobram-se a anunciar que Portugal está em óptima posição para enfrentar a tormenta. O argumento é o mesmo. O nosso sector bancário é do melhor que há. Os gestores do passado e do presente tudo previram, até o imprevisível. Podemos dormir descansados porque os nossos bens, tal como as G3 desaparecidas no 25 de Abril, estão em boas mãos. Não é verdade. Os nossos bens não estão seguros e nós não estamos em melhor posição do que outros. Temos fundos de reforma públicos e privados aplicados em bancos estrangeiros que já faliram, e cujo futuro é incerto. Para evitar a corrida aos bancos, quem nos governa e gere é obrigado a participar nesta farsa para nos serenar porque, como disse o poeta moçambicano Reinaldo Ferreira, "Dancemos já que temos a valsa começada e o nada há-de acabar-se como todas as coisas.".

Os primeiros acordes da valsa vieram de longe sob as batutas do Primeiro-Ministro Cavaco Silva e do Governador do Banco de Portugal Tavares Moreira que empenharam 17 toneladas de ouro num sonho de rendimentos fabulosos prometidos por um especulador chamado Michael Milken, dono da Drexel, na mais pura tradição da Dona Branca. Investir na Drexel, era de facto o tal "gato por lebre", que o Professor Cavaco Silva viria a denunciar na Bolsa de Lisboa, causando o grande crash no mercado em Portugal. Pena é que essa sensatez não se tenha aplicado na Drexel. Desse desastre de 1990, Portugal só conseguiu reaver uma parcela menor, esgravatada nas sobras da falência fraudulenta, já com Milken na prisão. O que se recuperou foi ainda mais irrisório depois de abatidos os custos da acção movida em nome do Banco de Portugal pelos advogados de Wall Street da Cadwater, Wickersham & Taft, que foi o litígio mais caro da nossa história.

Há duas décadas havia evidência concreta que Portugal não tinha nem a regulação adequada nem o bom senso para aplicar medidas que evitassem investimento jogador e ganancioso com dinheiro público. Não só não havia prudência como não havia vontade política de impor salvaguardas prudenciais. O populismo sempre se sobrepôs ao bom senso. Em Março de 1999 um governante veio a público anunciar aos portugueses endividados que o Governo tinha uma lei para equiparar as falências das famílias às falências das empresas, portanto com as mesmas garantias patrimoniais na administração de massas falidas. Traduzido, o que isso dizia era: comprem o carro, a playstation e as férias em Punta Cana com o cartão, porque quando não puderem pagar o governo dá uma ajudinha. Isto aconteceu há uma década e arauto deste maná era Ministro-adjunto no Governo de António Guterres e chamava-se José Sócrates. É bizarro e preocupante que estes actores do passado e do presente, acolitados por executivos de uma banca em dificuldades, nos venham de hora a hora dizer que está tudo bem. Não está. Deviam dizer-nos para deitar fora o cartão de crédito. Deviam obrigar os anúncios do Credito na Hora a ser exaustivos na explicação do que oferecem. Deviam sugerir que muitos de nós não temos dinheiro para ter nem plasma nem carro. Que, de facto, já não temos casa. Que temos que fazer opções entre aceitar o canto dos prestamistas que, com ou sem fraque, nos virão cobrar, e fazer economias para a educação dos nossos filhos, porque só essa nos pode garantir algo de sólido no futuro. E isso não vem com computadores à borla e "garantias" de segurança de quem nunca as assegurou.

NOS AÇORES 600 BOYS SUSPIRAM DE ALÍVIO

OUVI UM PSD A DIZER QUE O PS TINHA 600 COMISSÁRIOS POR CONTR DO ERÁRIO.COMO GANHARAM AS ELEIÇÕES HOJE VAI HAVER FESTA E FIM DE STRESS.
POR CÁ A MALTA NEM SE APERCEBE O LUXO ASIÁTICO QUE É SUSTENTAR UMA DEMOCRACIA TÃO RICA COMO NOS AÇORES... UM AUTÊNTICO MANÁ...
QUANDO É QUE TUDO REBENTARÁ?

AOS VIRA CASACAS SEM ESPINHA SANGUESSUGAS MALÍGNAS DE PORTUGAL

DIAS CONTADOS


Alberto Gonçalves
Sociólogo albertog@netcabo.pt
Terça-feira, 14 de Outubro

DO RISO E DO ESQUECIMENTO

Documentos recentemente revelados sugerem que, em 1950, Milan Kundera denunciou à polícia comunista um compatriota que espiava para os EUA e que, graças à denúncia, passou 14 anos na prisão. A ser verdadeiro, o gesto, que Kundera nega, não se recomenda. Porém, talvez não justifique a indignação suscitada pelo episódio, inclusive em Portugal e inclusive em blogues da extrema-esquerda.

É estranho que os checos se lembrem agora de remoer as simpatias dos intelectuais face ao invasor soviético, em geral conhecidas, breves e depressa tolhidas pelo arrependimento e pela perseguição. É estranhíssimo que os portugueses necessitem de ir a Praga, mesmo que metaforicamente, para lamentar vergonhas assim. O arremedo totalitário do PREC, fértil em missionários e delatores, nunca nos envergonhou.

Muito pelo contrário. Por cá, um passado de serviços ao "gonçalvismo" praticamente garantiu a "intelectuais" e similares um futuro próspero e respeitabilidade social. De repente, lembro-me do poeta que, nos idos de 70, escrevinhava odes ao Companheiro Vasco ("Habitavas a terra, o comum da terra, e a paixão/era morada e instrumento de alegria."), e que, de castigo, levou depois com fundação e casa voltada para a foz do Douro. Ou da eminência literária que pedia "sangue burguês" e acabou, para lá da fundação e da casa da praxe, inchado de honras oficiais e vaidade. Ou da ama-seca de Cunhal que, a pretexto dos opúsculos que rabisca, alcançou a típica comenda do Dez de Junho.

Mas quem procurar com jeitinho encontra igualmente vestígios do I Congresso de Escritores, em 1975, e do ardor religioso com que os seus membros receberam Vasco Gonçalves em carne, osso e divindade (a divindade disse-lhes: "Vós sereis uma força motora da revolução!"). E dos vultos da escrita, da pintura, da música, do teatro e do cinema nomeados para as Comissões Consultivas de um governo que ninguém elegera. E dos génios que, em manifestos públicos e golpes privados, conspiravam para destruir os colegas que exibiam desvios "burgueses" ou escassas credenciais "antifascistas".

No Portugal revolucionário, felizmente escorraçado e curto, os Kunderas caseiros não faziam queixa à polícia: os polícias eram eles. E se o regime subsequente os mudou de posto, a prazo não lhes retirou as respectivas regalias, a que adicionou medalhas, subsídios e mimos diversos. Foi sensato? Provavelmente: caso a democracia tivesse dedicado aos bufos do comunismo o rancor que dedicou aos seus equivalentes "salazaristas", dois terços da classe "intelectual" e "artística" actual não existiriam. Saber se sentiríamos a sua falta é outra questão.

Quarta-feira, 15 de Outubro

A MESA DO ORÇAMENTO

Houve farta galhofa com a apresentação, via pen drive, do Orçamento do Estado (OE), "tão leve" que, na opinião de Teixeira dos Santos, "até o Magalhães o abria". "Leve", afinal, era favor: a pen drive estava vazia. Mas isso não é o fundamental. Pensando melhor, nem o próprio OE tem grande interesse, pelo menos se comparado com as despesas específicas do Estado, desde há uns tempos em exibição (parcial) na Internet.

Ao contrário do OE, que além de leve é confuso e enganador, os contratos públicos descritos no site do Governo (www.base.gov.pt) esclarecem o exacto destino que o Estado, central e local, dá ao nosso dinheiro. A propósito do site, há que louvar a transparência. A propósito do destino, é preciso reconhecer que nem sempre é risonho.

Não é que me aborreçam os 300 euros atribuídos a um curso de kite surf (?) na Universidade de Lisboa. E não, não critico os 12 384,15 euros usados na limpeza do guarda-roupa da RTP, os 22 265 euros que o Ministério da Justiça despendeu em oito tapetes e fortuna que inúmeras autarquias dão em troca de concertos de Rui Veloso, Marco Paulo ou de uma banda chamada Da Weasel. Se não consigo imaginar préstimo para o kite surf, os trapos da RTP, os tapetes ou os Da Weasel, admito que outros lhes dêem serventia.

O que por exemplo me desconsola é ver os meus impostos torrados pela Câmara Municipal de Alijó na aquisição de perdizes (415 euros), talheres (1294) e um espectáculo da Orquestra Típica Nacional da Venezuela (2100). O que me dói é constatar que o gabinete do eng. Sócrates desperdiçou 6840 euros num bom tinto do Douro com "entidades estrangeiras", leia-se a pandilha de Hugo Chávez, que quase já nem sai de Portugal e não custa perceber a razão: proscrita no mundo civilizado, a pandilha (com orquestra) aqui é tratada a caça e vinho transmontanos.

Visto que os impostos também resultam do meu trabalho, pedia, se não for maçada, alguma contenção no tratamento. As virtudes da redistribuição terminam quando os beneficiários são malfeitores ou gente meramente desagradável. Claro que o eng. Sócrates e os autarcas de Alijó podem repastar com quem lhes apetece: apenas sugiro que paguem a conta do bolso deles. Se o dinheiro ficar no meu, as perdizes não se perdem e, acreditem, os próximos OE serão ainda mais leves.

Quinta-feira, 16 de Outubro

Saturday, October 18, 2008

COMO SE ESPERAVA VÃO DEIXAR PORTUGAL PIOR DO QUE O RECEBERAM...

roubado no blasfémias:









Despesa Pública em milhões de euros.
Dados do Ministérios das Finanças e INE.
Os valores para 2008 e 2009 são os que constam dos respectivos OE.


MAS COM MUITO MAIS AFRICANOS E POBRES DO MUNDO JÁ "NACIONALIZADOS"...