Thursday, July 31, 2008

QUANDO É QUE A INDEPENDÊNCIA ACABA?

Samuel Chiwale é uma das figuras incontornáveis da política angolana31 Julho 2008 - 00h30

Samuel Chiwale
“Quando é que a independência acaba?”
Samuel Chiwale, general na reserva e dirigente da UNITA, falou ao 'CM' sobre a mensagem lançada no seu livro ‘Cruzei-me com a História’.


Correio da Manhã – Que mensagem lança no seu livro ‘Cruzei-me com a História’?

Samuel Chiwale – O livro conta a história da libertação de Angola, dos movimentos de libertação angolanos e de outros países africanos. Antes da independência de Angola só se falava do MPLA, algumas vezes da FNLA e rara vezes da UNITA. Pois chegou o momento de contar a realidade da luta contra o colonialismo e o papel da UNITA nesta luta. O livro relata tudo isto.

– O que mais lhe marcou nesta luta de libertação?

– O sentido patriótico que os angolanos manifestaram contra o jugo colonial; a luta tenaz contra a colonização e o entendimento do que é a independência.

– Uma independência que tem tido muitos espinhos...

– Muito difícil e com imensas desigualdades. Por isso, estou ansioso pelas próximas eleições. Desejo que corram com liberdade, credibilidade e transparência. Até aqui a maior parte do povo angolano ainda não saboreou o bolo da independência. Temos um país rico, mas com uma população extremamente pobre. Lutámos pela independência, pela nossa libertação, para melhorar a vida do nosso povo, mas há muita frustração nas populações angolanas. Muita gente pergunta quando é que a independência acaba? Dizem isso por causa do sofrimento por que tanto têm passado desde a independência. Não sentem melhoria nenhuma. Dizem que hoje estão pior do que no tempo colonial. Há que haver mudança e ela pode acontecer a 5 de Setembro.

ELE NÃO DIZ MAS O "JUGO COLONIAL" ERA PARA ELE E PARA OS OUTROS " OS BRANCOS".O "JUGO COLONIAL" ACABOU QUANDO FICARAM COM AS PROPRIEDADE DOS BRANCOS.

OS CONTRIBUINTES QUE PAGAM O DESGOVERNO ESTÃO A ACORDAR

Juíza de Felgueiras disse que estilo de vida dos ciganos era “pouco higiénico”
Comissária para a Imigração vai queixar-se de sentença sobre comunidade cigana
30.07.2008 - 19h47 Lusa
O Alto-Comissariado para a Imigração e o Diálogo Intercultural vai queixar-se ao Conselho Superior da Magistratura da sentença de uma juíza de Felgueiras que considera o estilo de vida dos ciganos como pouco higiénico e "subsídio-dependente".

A Alta-Comissária para a Imigração e o Diálogo Intercultural (ACIDI), Rosário Farmhouse, escusou-se a comentar a sentença, mas disse que as considerações "genéricas" sobre a comunidade cigana têm um "teor marcadamente xenófobo". "Fiquei, estou absolutamente perplexa como é que numa sentença se fazem acusações tão genéricas relativas a uma comunidade, tomando a parte pelo todo. Uma coisa é adjectivar a conduta dos arguidos (da qual me abstenho) e outra coisa é tomar toda uma comunidade com cerca de 50 mil pessoas pelo comportamento destas cinco pessoas, destes cinco arguidos", disse Rosário Farmhouse.

A Alta-Comissária avançou ainda que, depois de recebida e analisada a sentença, o ACIDI vai remeter uma queixa da juíza ao Conselho Superior da Magistratura, órgão de gestão, administração e disciplina dos juízes. "Assim que tivermos a sentença, e depois de analisada, ponderamos a hipótese de fazer uma queixa ao Conselho Superior da Magistratura", afirmou a responsável, que disse ainda ser a primeira vez que o organismo que dirige apresenta uma queixa semelhante.

"Só tenho a lamentar que neste Ano Europeu do Diálogo Intercultural, em 2008, seja possível assistirmos em Portugal a afirmações deste teor, marcadamente xenófobo", reforçou Rosário Farmhouse. "Realmente estou espantada, estou perplexa e assim que tiver a sentença vamos de certeza tomar uma posição mais frontal. Assim que tivermos a sentença e depois de analisada iremos remeter uma queixa", frisou.

"Pessoas mal vistas socialmente"

A juíza Ana Gabriela Freitas, do Tribunal de Felgueiras, proferiu ontem uma sentença em que considera que a comunidade cigana tem um estilo de vida com "pouca higiene", é "traiçoeira" e "subsídio-dependente". "Pessoas mal vistas socialmente, marginais, traiçoeiras, integralmente subsídio-dependentes de um Estado a quem pagam desobedecendo e atentando contra a integridade física e moral dos seus agentes". Foi desta forma que a juíza Ana Gabriela Freitas, do 2º Juízo do Tribunal Judicial de Felgueiras, se referiu aos cinco elementos de etnia cigana acusados de agredir diversos agentes da GNR.

Ana Gabriela Freitas, na leitura da sentença, teceu considerações não só aos cinco acusados da agressão aos agentes da GNR de Felgueiras, mas também generalizou a toda a comunidade cigana. "Está em causa o desrespeito da autoridade e, por arrastamento, a própria administração da Justiça como flui com particular ingência dos recentes acontecimentos da Cova da Moura, Aziaga do Besouro, Quinta da Fonte e ainda culminando com a agressão selvática dos agentes da PSP em Abrantes", referiu a juíza na fundamentação da sentença.

Na base da sentença estão acontecimentos ocorridos no dia 7 de Janeiro de 2006. Um grupo de cidadãos de etnia cigana estava a fazer uma festa no Bairro João Paulo II, em Felgueiras, com música alta e disparo de tiros com armas de fogo. A GNR foi chamada ao bairro, a que a Juíza chama "Cova da Moura cigana", para pedir silêncio. Contudo, moradores e agentes da GNR envolveram-se em agressões físicas e verbais.

Na sentença, Ana Gabriela Freitas deu como provado que, durante os acontecimentos, "as mulheres e as crianças guincharam selvaticamente e bateram e chamaram nomes" aos agentes. Os cinco homens de etnia cigana foram todos condenados a penas de prisão efectiva e ao pagamento de indemnizações mas recorreram da sentença. Para elaborar a sentença, "socorreu-se o tribunal das regras de experiência no que toca ao elemento intelectual e volitivo do dolo inevitavelmente associado aos useiros e vezeiros comportamentos desviantes e percursos marginais dos arguidos e do seu pouco edificante estilo de vida".

No levantamento sócio-económico da vida dos arguidos, Ana Gabriela Freitas escreveu no processo que as condições habitacionais "são fracas, não por força do espaço físico em si, mas pelo estilo de vida da sua etnia (pouca higiene)". Desta forma, Ana Gabriela Freitas salientou ainda não se vislumbrar "a menor razão para acolher a rábula da 'perseguição e vitimização dos ciganos, coitadinhos!".


QUEM NÃO ESTEJA DE ACORDO COM ESTA JUIZA QUE DIGA E MOSTRE ONDE A COMUNIDADE CIGANA ANDA INTEGRADA NORMALMENTE.QUE MOSTRE UM CIGANO TRABALHADOR E COM DESCONTOS PARA A SOCIEDADE...
TENHAM CALMA QUE ISTO É SÓ O INICIO... A MALTA FARTA-SE DE PAGAR O BEM BOM DE MUITAS CENTENAS DE MILHAR E DOS SEUS TRATADORES...QUANDO PARA SI É SÓ MÁS NOTICIAS E MAIS IMPOSTOS E MAIS ROUBOS E MENOS LIBERDADE...

Wednesday, July 30, 2008

AINDA POR CIMA AGORA TRATAM DE NOS COLONIZAR PELOS QUE NOS EXPULSARAM...

Por favor, não me contes a tua história*
Publicado por helenafmatos em 30 Julho, 2008

Este título assaltou-me quando, chegada dumas curtas férias, comecei a ler por ordem cronológica as edições do PÚBLICO que se tinham acumulado na minha ausência. Dia 12, sábado, o PÚBLICO dedicou pela primeira vez uma notícia sobre o acontecido a 10 na Quinta da Fonte. Na secção Local, uma pequena notícia intitulada “Desordem em Loures provocou nove feridos” transcrevia umas breves declarações do Comando Metropolitano da PSP para em seguida passar a descrever, sem mais explicações, o assalto a um supermercado em Setúbal. Não sendo Lisboa em matéria de crime a cidade do Rio de Janeiro, nove feridos “numa desordem entre moradores” mereceria outro tratamento. A isto junta-se que, nesse mesmo dia 12, os acontecimentos da Quinta da Fonte já tinham ampla cobertura noutros orgãos de comunicação, e que logo na véspera, dia 11, já estes acontecimentos tinham sido notícia. Logo aí tinha começado a explicação sociológica dos mesmos: «na Quinta da Fonte os habitantes têm “carências sociais e económicas”, estando muitos dos moradores no desemprego ou a receber o Rendimento Social Garantido.» - declarou o presidente da junta de freguesia da Apelação ao “Correio da Manhã”. (Os pobres são de facto umas almas pacientes pois não só raramente se revoltam como ainda têm todos os dias de ouvir a propósito dos mais inqualificáveis comportamentos ou crimes que isso se deve às “carências sociais e económicas” dos seus autores.) Como os acontecimentos seguiram o rumo conhecido, a 13, no PÚBLICO, e a 12 em jornais como o “Diário de Notícias” e o “Correio da Manhã”, caiu por terra a estapafúrdia versão dos moradores que se desforram das suas carências desatando aos tiros entre si.

Mas o que sucedia na Quinta da Fonte não era a história que os jornalistas, particularmente os do PÚBLICO, estavam preparados para contar. Na Quinta da Fonte estava suposto que negros e ciganos se davam muito bem e cruzavam flamenco com kizomba. A existir alguma intolerância ela teria de nascer no meio dos brancos, de preferência entre os taxistas que cabem às mil maravilhas no papel de vilão racista nestas histórias. Na falta dum taxista sempre se arranjaria algum branco que, tendo comprado um andar à antiga cooperativa, temia agora que tão colorida vizinhança lhes desvalorizasse o investimento.

A realidade trocou as voltas aos jornalistas. E estes ficaram sem palavras para contar a história, tanto mais que havia que escrever ciganos e pretos, termos que, por escrito, só podem existir para falar de festas, casamentos, tradições, ONG’s e denúncias do racismo praticado pelos brancos. E contudo estas páginas em que os jornalistas quase pedem “Por favor, não me contes a tua história” são tão eloquentes quanto aquelas onde se alinham as mais fantásticas reportagens. Não faço ideia se a cobertura dos acontecimentos da Quinta da Fonte, particularmente o atraso do PÚBLICO na cobertura dos acontecimentos, serão mais tarde objecto de estudo. Mas deveriam sê-lo. Tal como o deveria ser tudo o que não escrevemos sobre a partida dos portugueses de África.


Entre Agosto de 1974 e o início de 1975 os portugueses em fuga de África mal se vêem nas páginas dos jornais. É claro que se fala deles mas com o incómodo e os rodeios de quem tem de dar uma má notícia no meio duma festa. Esta é a fase em que os fugitivos são necessariamente brancos pois assim facilmente se integram no estereótipo que deles traçam homens como Rosa Coutinho que os classifica como “elementos menos evoluídos que têm medo de perder as suas regalias” ou Vítor Crespo que os define como “pessoas racistas que não abdicam dos seus privilégios”.

Os jornalistas portugueses usam então tranquilamente expressões como “brancos ressentidos”, “brancos em pânico” ou pessoas que “reivindicam um desejo de viver num mundo que já acabou” para referir a maior fuga de portugueses nos seus muitos séculos de História. Os primeiros a chegar, logo em Agosto de 1974, ainda tiveram jornalistas à espera. Mas semanas depois, quando a catástrofe se torna não só óbvia como incontornável, as notícias sobre o “regresso dos colonos” quase desaparecem e o que temos cada vez mais são longos artigos sobre a descolonização cheios de declarações de líderes ou candidatos a tal. Jornais como o “Diário de Notícias”, o “Expresso” ou “O Século” enviam repórteres para a Guiné, Angola e Moçambique. Estes relatam com detalhe e parcialidade as lutas pelo poder nos diversos movimentos – sobretudo em Angola . O drama das pessoas parece-lhes uma fatalidade histórica. Fatalidade aliás inscrita no termo por que haveriam de ficar conhecidos: passada a fase caricatural dos “colonos brancos”, ainda se experimentou “deslocados do Ultramar” ou desalojados. Por fim surgiu o salvífico termo “retornado”, pese muitos deles não estarem a retornar a parte alguma porque simplesmente tinham nascido e vivido toda a vida em África. Refugiados, termo usado então e agora com bastante ligeireza, é que eles nunca puderam ser.

No início de 1975 era evidente que a descolonização não ia ser a página gloriosa que os jornalistas tinham sonhado mas daí a dar voz às suas vítimas ia um passo que não conseguiram dar. E por isso os mesmos jornalistas que poucos anos antes tinham denunciado vivamente a expulsão de Portugal do dançarino Béjart eram agora incapazes de criticar a expulsão de Angola e Moçambique de jornalistas estrangeiros. E de que eram acusados esses jornalistas? Fazer notícias fundamentadas em “opiniões particulares”. Ou seja ouvirem as histórias das pessoas e não apenas as versões da História que os dirigentes repetiam.

Não existe uma data precisa para definir o momento em que se tornou patente que os retornados estavam longe de ser todos brancos mas quando a ponte aérea os fez desembarcar às centenas de milhar em Lisboa tornou-se evidente que muitos deles eram negros, mulatos, indianos… com cores e hábitos de vida muito distantes do tal boneco do fazendeiro branco de chicote na mão, a que inicialmente foram reduzidos. Perante o mal-estar que a sua simples existência causava, os fugitivos passaram rapidamente da caricatura ao esquecimento. Foram precisas décadas para que grandes reportagens fossem dedicadas ao turbilhão de factos que fez deles retornados . O problema deles não era não terem uma história para contar. Simplesmente a história, a grande história que eles tinham para contar não era aquela que os jornalistas achavam que deviam levar para as suas redacções. Por favor, não me contes a tua história – é um pedido que nenhum jornalista verbalizará. Mas no silêncio e na falta de nexo de muitos textos é esse pedido que se encontra.

*PÚBLICO 29 de Julho

VAI OURO VEM COCAINA...

Guinée-Bissau/cocaïne: un magistrat affirme recevoir des menaces de mort
29.07.08 | 20h38


Consultez les dépêches vidéo des agences AFP et Reuters, en français et en anglais.
Abonnez-vous au Monde.fr : 6€ par mois + 30 jours offerts



e procureur général de Guinée-Bissau a déclaré mardi à l'AFP recevoir quotidiennement des menaces de mort et subir de "fortes pressions" pour l'empêcher de poursuivre les investigations sur quelque 500 kg de cocaïne saisis sur deux avions à la mi-juillet à Bissau.

"Nous sommes face à une obstruction totale, avec des menaces de mort de plus en plus pressantes pour empêcher l'enquête de progresser", a déclaré le magistrat Luis Manuel Cabral, sans toutefois donner de détails sur les auteurs de ces menaces.


"Je ne saurais vous dire qui me menace. Les menaces de mort, je les reçois chaque jour. Mais elles sont pour l'instant verbales. Ce n'est pas normal que dans un pays certaines personnes, à causes des positions qu'elles occupent, soient au dessus de la loi", a-t-il souligné.

"Elles interfèrent pour interrompre les enquêtes que la police judiciaire mène. Je dois dénoncer tout cela", a-t-il poursuivi.

Les 12 et 13 juillet, deux bi-moteurs en provenance du Venezuela avaient atterri sans autorisation à l'aéroport de Bissau avec à leur bord un total de 515 kg de cocaïne.

"On nous a dit au départ" que les avions transportaient des médicaments "mais les enquêtes ont révélé que c'est de la drogue. C'est pourquoi il y a cette pression sur moi et mes collaborateurs. Je confirme que les avions transportaient de la drogue", a-t-il précisé.

"Il faut que cette affaire soit tirée au clair. Je suis déterminé à aller jusqu'au bout malgré les nombreuses menaces et pressions que je reçois chaque jour", a-t-il lancé.

"Certains" parmi de "hautes personnalités de l'Etat et des forces de défense et de sécurité ne veulent pas que les enquêtes soient menées. Nous sommes face à un blocage total des activité du parquet et des agents de la police judiciaire", a-t-il dénoncé.

Selon le procureur général, deux agents de la police d'intervention rapide (PIR) se sont présentés lundi au parquet avec l'ordre d'enlever les armes servant à la protection du parquet.

"Ils disent avoir reçu l'ordre du commissaire principal de Bissau de recupérer toutes les armes affectées au parquet pour la protection du procureur et son staff. Ils ont dit que ma garde rapprochée sera relevée", a expliqué M. Cabral.

"C'est une manière de nous décourager de poursuivre notre travail. Mais c'est une lutte que j'ai engagée, il faut qu'elle aboutisse", a-t-il ajouté.

"Je n'ai que deux armes, un fusil d'assaut Kalachnikov et un pistolet Makarov pour ma défense personnelle. C'est tout. D'ailleurs, ces armes étaient affectées au parquet bien avant ma nomination au poste de procureur", a-t-il précisé.

L'AFP a tenté en vain de joindre au téléphone le commissaire de Bissau et le ministre de l'intérieur Certorio Biote.

Classée parmi les pays les plus pauvres au monde, la Guinée-Bissau est une des principales portes d'entrée en Afrique de l'ouest de la cocaïne sud-américaine avant son acheminement vers les marchés européens.

TODOS OS PASSAGEIROS DEVERIAM FAZER RADIOGRAFIA AO CHEGAREM A PORTUGAL PORQUE ISTO POR ENQUANTO É "NOSSO", EMBORA O SÓCRATES ANDE A TRATAR DE O DEIXAR DE SER...

Tuesday, July 29, 2008

OURO A CAMINHO DE ÁFRICA

29 Julho 2008 - 01h34

Alcochete: Ourivesaria roubada
Um bando armado assaltou ontem, pelas 12h20, uma ourivesaria no Samouco, concelho de Alcochete. O roubo foi realizado por quatro ou cinco encapuzados. No assalto os ladrões utilizaram um Audi A4, roubado pelo método de carjacking por dois deles pelas 08h30, na Moita.

O DESGOVERNO NA SEGURANÇA

29 Julho 2008 - 01h29

Jovem atacada por dois ladrões
Neta de Amorim assaltada por carjacking
A neta do empresário Américo Amorim, de 19 anos, foi vítima de um assalto pelo método de carjacking. O crime terá ocorrido anteontem, quando dois indivíduos alegadamente encapuzados e armados de caçadeiras de canos serrados abordaram a jovem, que estava ao volante de um Audi A3, em Miramar, Vila Nova de Gaia.

COSTUMA O POVO DIZER NA SUA IMENSA SABEDORIA QUE QUEM SEMEIA VENTOS COLHE TEMPESTADES.A PSICOLOGIA DA NOSSA CLASSE POLÍTICA É A DE "OPOSIÇÃO" MESMO QUE ESTEJA A GOVERNAR... EU EXPLICO.TÊM A MENTALIDADE DO "CONTRA" TÃO ENTRANHADO POR ANOS E ANOS DE PROPAGANDA QUE SE AUTO CONVENCEM QUANDO GOVERNAM A FAZER OPOSIÇÃO A SI PRÓPRIOS...
SE ENQUANTO ESTIVERAM PRESOS HAVIA BALDE TRATAM DE NOMEAR UM SOCIÓLOGOS DOS FAMOSOS PARA QUE O SISTEMA PRISIONAL SE TRANSFORME NUM REGIME DE FÉRIAS DAS ARÁBIAS , O QUE INCENTIVA A CRIMINALIDADE A TUDO FAZER PARA GANHAR O PRÉMIO.

QUANTO ÁS FORÇAS POLICIAIS, PRIMEIRO INDISCIPLINARAM-NAS ATRAVÉS DA LEGALIZAÇÃO DOS COMISSÁRIOS POLÍTICOS REPRESENTADOS PELOS SINDICATOS QUE PEDRA A PEDRA VÃO DESMORONANDO A SUA ESTRUTURA DE COMANDO E CLARO EFICÁCIA.DEPOIS E CONTRA OS CONSELHOS DE QUEM SABE TEIMAM EM RECRUTAR OS SEUS ELEMENTOS DIRECTAMENTE DA SOCIEDADE CIVIL COM PREJUÍZO DA SUA FONTE DE ALIMENTAÇÃO NATURAL: AS FORÇAS ARMADAS O QUE CONSTITUIRIA O DOIS EM UM COMO DIRIA O PUBLICITÁRIO.ERA BOM PARA AS FORÇAS ARMADAS E PARA AS POLÍCIAS QUE OBTINHAM PESSOAL JÁ COM MUITA TARIMBA, NOMEADAMENTE EM ARMAS DE FOGO E DISCIPLINA, MAS QUE DIFICULTAVA O "METER" QUEM INTERESSA...
O PRÓXIMO PASSO NATURAL DA CRIMINALIDADE É O DOS "RAPTOS" POIS QUE EM PAÍSES DA AMÉRICA DO SUL É ABUNDANTE...
A MAIOR PARTE DOS MALES DE QUE PADECE O PAÍS NÃO VIERAM DE FORA... FORAM E ESTÃO SER SISTEMATICAMENTE EXECUTADOS PELOS PRÓPRIOS GOVERNOS...QUE PASSAM A VIDA A FAZER UMA ASNEIRA E DEPOIS ANOS E ANOS A EMENDAR ESSA ASNEIRA...
TUDO BONS CORAÇÕES ANDAM A PREPARAR-SE PARA A PRÓXIMA E QUASE DEFINITIVA CRISE DAS SUAS VIDINHAS:O ESTOIRO DA NAÇÃO!SIM PORQUE QUANDO A MALTOSA QUE SE ENDIVIDOU A COMPRAR CASA CONTANDO COM PELO MENOS UMA NÃO DIMINUIÇÃO DOS SEUS RENDIMENTOS SE CHATEAR E DEIXAR DE PAGAR VAI TUDO POR ÁGUA ABAIXO... E PORQUÊ?HÁ 10 ANOS QUE ISTO NÃO MELHORA EM TERMOS SALARIAIS PORQUE EXISTE POR AÍ SEMPRE UM IMIGRANTE, RAPIDAMENTE NACIONALIZADO, COITADINHO QUE FAZ A COISA MAIS BARATINHA APESAR DE EM SEGUIDA OS IMPOSTOS COMPOREM O SEU ORÇAMENTO...
DROGA AOS MONTES, IMIGRANTES AOS MONTES, SIDOSOS AOS MONTES, SOCIÓLOGOS AOS MONTES SÓ PODE LEVAR COMO DIRIA O OUTRO DE VICTORIA EM VICTORIA ATÉ Á DERROTA FINAL...
SE BELMIRO MANDE OS SEUS EMPREGADOS NO GOVERNO TRATAR DOS ASSUNTOS COMO DEVE SER SENÃO LÁ SE VAI TUDO...

Monday, July 28, 2008

CASAMENTOS BRANCOS

La cifra de bodas de conveniencia con inmigrantes se dispara
Justicia paraliza 500 matrimonios sospechosos entre españoles y extranjeros

NO SÁBADO VI UMA CINQUENTONA E JÁ BARRIGUDA COM UM AFRICANO JOVEM E BEM RETINTO NUMA ESPLANADA.AQUILO ERA SÓ AMOR.A VELHINHA DEVE TER DORMIDO SATISFEITA COM O SEU GARANHÃO...

TEM TRANÇAS MAS NÃO TEM FREIO

ENTÃO QUANDO É QUE VEM A REFORMA DO SISTEMA POLÍTICO?

QUERO VOTAR NO "MEU" DEPUTADO, QUERO TÊ-LO AMARRADO PELOS TOMATES DE TAL FORMA QUE SE ME ATRAIÇOAR FICA SEM ELES.ISSO É QUE É DEMOCRACIA.

DESMANTELEM A MAFIA POLÍTICA QUE EXISTE MÃE DE TODAS AS CORRUPÇÕES E TRAIÇÕES Á VONTADE POPULAR.

É PEDIR MUITO?PEDIR DEMOCRACIA A SÉRIO? SEM PADRINHOS?DIRECTA?

OS RAPAZES DA AMEIXOEIRA ANDAM A CONTROLAR AS ONG´S QUE POR AÍ ANDAM?

Maria Remedios utilizou o seu cargo no secretariado da Organização de Solidariedade para a Ásia, África e América Latina (OSPAAAL, uma ONG), que ocupou até há meses atrás, para se envolver activamente desde o ano 2000 nas actividades de apoio e colaboração com as FARC, segundo informou o ministério do Interior espanhol.

PORTUGAL TEM EXPERIÊNCIAS AMARGAS DA ACÇÃO SUBVERSIVA DE "IGREJAS",PARTIDOS , ATÉ DE FORÇAS DA "ONU" E DE PAÍSES "AMIGOS" QUE CONCORRERAM PARA MANDAR PARA OS CEMITÉRIOS, ANTES DO TEMPO, MUITOS PORTUGUESES.ISSO NOS TEMPOS COLONIAIS.

DESCONFIO QUE TENDO CONSEGUIDO A DESCOLONIZAÇÃO EXEMPLAR AGORA CONTINUA A HAVER MUITA MALTA EMPENHADA NOUTRAS ACÇÕES SUBVERSIVAS CONTRA OS PORTUGUESES MAS AGORA AO CONTRÁRIO... QUER DIZER DESCONFIO QUE OS MESMOS QUE NOS CORRERAM AGORA ANDAM NUMA DE ENCHER ISTO, CÁ NO CANTINHO, DE MALTA QUE DE CERTEZA NÃO NOS QUER BEM...

ESPERO QUE ESSA RAPAZIADA DA AMEIXOEIRA NÃO ANDE ADORMECIDA OU INSTRUMENTALIZADA POR PATRÕES POLITICAMENTE CORRECTOS DAQUELES QUE É SÓ INTERNACIONALISMO POR NOSSA CONTA...VAMOS LÁ A PASSAR A PENTE FINO AS ONG´S E "ASSOCIAÇÕES" QUE TANTA INFLUÊNCIA PARECEM TER JUNTO DO PODER POLÍTICO ELEITO PARA GOVERNAR OS PORTUGUESES E NÃO O MUNDO...E ACABAR DE VEZ COM TRAIÇÕES AOS INTERESSES PORTUGUESES.

Sunday, July 27, 2008

ENTÃO NÃO COPIAM ESTA CULTURA ORIENTAL?

Irão
Autoridades enforcam 30 reclusos por 'crimes' como homossexualidade
As autoridades iranianas enforcaram hoje 30 pessoas condenadas por narcotráfico, assassínio, assaltos à mão armada e outros 'delitos' como homossexualidade, elevando para uma centena o número de executados neste ano no Irão, noticiou a imprensa da capital

O ORTEGA TAMBÉM É PEDÓFILO...

Para la historia de la infamia
La Corte Interamericana de Derechos Humanos admite la denuncia en la que la hijastra de Daniel Ortega le acusa de abusos sexuales durante 20 años. En Nicaragua el caso había sido rechazado

http://www.elpais.com/articulo/opinion/historia/infamia/elppgl/20080727elpepiopi_11/Tes

ESPERA-SE QUE OS CINEASTAS PRODUZAM FILMES SOBRE ESTES ABUSOS DOS ESQUERDISTAS ESCLARECIDOS...

MENOS UMA RESISTENTE NA FESTA DO AVANTE

Detenida en Madrid la máxima responsable de las FARC en Europa
Las pruebas fueron halladas al buscar conexiones entre la guerrilla y ETA
FRANCISCO MERCADO - Madrid - 27/07/2008

Remedios García Albert, abulense de 57 años, fue detenida ayer por agentes de la Comisaría General de Información en San Lorenzo de El Escorial (Madrid) como presunta responsable máxima para Europa de las Fuerzas Armadas Revolucionarias de Colombia (FARC), bajo las órdenes directas del dirigente Raúl Reyes. La policía española tenía conocimiento de sus vínculos con las FARC desde 2000, pero ha sido ahora cuando ha tenido pruebas de su implicación en la maquinaria criminal del grupo al conocer el contenido del ordenador de Reyes, muerto en una operación contraterrorista el 1 de marzo.

FARC
(Fuerzas Armadas Revolucionarias de Colombia
Tras conocer la detención, el presidente de Colombia, Álvaro Uribe, señaló que igual que ella, "caerán todos", informa Efe. "En la historia de la humanidad nunca un grupo terrorista ha sido capaz de derrotar a un Estado de leyes", subrayó.

Una delegación de la Comisaría General de Información había visitado Colombia para intercambiar datos sobre los nexos entre las FARC y ETA. Allí recibieron pruebas que incriminan a Remedios García, entre ellas más de 50 correos electrónicos que la arrestada intercambió con Reyes.

Su labor era, supuestamente, captar fondos y ayuda política para las FARC en Europa. Encubría su actividad a través de su vinculación con una ONG de ayuda a Asia, África y América Latina, OSPAAL, cuya secretaría ocupó hasta hace meses.

La policía ignora aún si ayudaba en la gestión del cobro de rescates de secuestros. Se espera que el material intervenido en su vivienda de San Lorenzo de El Escoria dé aún más pistas. Había documentación relacionada con la guerrilla, ejemplares de la revista Resistencia, órgano de las FARC en Europa y un ordenador con abundante información de actividades orgánicas y operativas del grupo. También se halló un pasaporte con viajes a varios países latinoamericanos, fundamentalmente a Venezuela, Ecuador y Brasil.

Después de que la Unión Europea incluyera a las FARC en su lista de grupos terroristas, en 2002, García pasó a realizar la labor en pro de la guerrilla con mayor discreción. Esto no impidió que los agentes de la Comisaría General de Información siguieran vigilándola. La supuesta dirigente utilizaba distintos nombres y dispuso de importantes cantidades de dinero para hacerlas llegar a otros representantes de las FARC, cumpliendo órdenes directas de Raúl Reyes. En 2007 viajó a los campamentos secretos de la guerrilla en Colombia, donde mantuvo reuniones orgánicas y operativas con altos cargos del grupo.

Sólo la caja de Pandora que ha resultado ser el ordenador de Reyes ha mostrado que no se trataba de una mera integrante de la guerrilla, sino de su embajadora en Europa. En cambio, nada hay por el momento que sustente la tesis de su participación en ese maridaje no fructificado, aunque sí concertado, entre las FARC y ETA. Su detención se ciñe exclusivamente a su papel delictivo contra la seguridad del Estado de Colombia. En todo caso, en la investigación que lleva a cabo la Fiscalía de la Audiencia Nacional por mandato de su jefe, Javier Zaragoza, ya se apuntan indicios de que sí ha habido conexión entre ambos grupos.

El fiscal general de Colombia, Mario Iguarán, recalcó en su reciente entrevista con Zaragoza, desplazado a su país, su convicción de que las FARC y ETA habían compartido sesiones de entrenamiento y pactado cometer atentados en España contra autoridades colombianas. Añadió que tenía pruebas y que las entregará a España.

Ó URBANO TAVARES RODRIGUES PÁ ISTO COMEÇA A FICAR PRETO PÁ.O FASCISMO ESTÁ MESMO AÍ...VAI LÁ A ESPANHA QUE ELES DEVEM JÁ TER MATERIAL SUFICIENTE PARA TE METEREM DENTRO PÁ...

A ALIANÇA DO COLARINHO BRANCO E CANOS SERRADOS FUNCIONA

Seis indivíduos armados de shotgun assaltaram e agrediram na passada madrugada uma Brigada de Investigação Criminal da PSP no Entroncamento

Em dois anos, ontem foi a segunda vez que NunoFrança, vendedor de ouro, foi surpreendido à porta da garagem de sua casa por encapuzados. No primeiro caso, a esposa foi baleada nas pernas. Ontem escapou ilesa apesar de ter sido ameaçada.

O DESGOVERNO SUSTENTA CENTENAS DE MILHAR DE AFRICANOS COM OS NOSSOS IMPOSTOS MAS NÃO TEM DINHEIRO PARA FAZER REGRESSAR OS NOSSOS MORTOS DE ÁFRICA

Assaltaram mais uma residência
Na madrugada de ontem assaltaram e vandalizaram mais um casa de uma família cigana, na Quinta da Fonte, em Loures, segundo revelou ao CM o advogado das famílias, Carlos Caria. O advogado adiantou que, na sequência dos sucessivos assaltos a habitações, vai entregar, amanhã ou depois, uma queixa-crime no Ministério Público de Loures.


A queixa será "contra desconhecidos africanos que assaltaram já mais de 20 casas", especificou o advogado das famílias, que abandonaram o bairro e ontem estiveram ausentes na inauguração do mural ‘Todos Juntos’.

Presente na cerimonia esteve António Pereira, vereador da Acção Social, o qual confirmou ao CM que há assistentes sociais a serem intimidadas no bairro.

"Tal como o homem da EDP quando vem contar a luz", referiu, olhando o mural, no qual o cigano - com cabelo comprido, olhos verdes e pele bronzeada - está lado a lado com o africano - de cabelo curto, olhos e pele castanha.

Paulino Zola, um dos autores, é angolano e há 11 anos andava na rua a tocar às campainhas. Teve sorte pois o programa Escolhas - da Câmara de Loures - abriu-lhe a porta e cativou-o para os computadores. Paulino, hoje com 24 anos, é monitor do projecto municipal Apelarte , que "infelizmente tem poucos meios económicos e humanos para chegar a todos os que precisam".

QUEM APOIA A ETA EM PORTUGAL?

ETA: membros do "comando Biscaia" estiveram em Portugal a preparar acções

EM PORTUGAL TEMOS UM ESPECTRO PARTIDÁRIO QUE DÁ PARA TUDO, A COMEÇAR PELA PRÓPRIA TRAIÇÃO AOS PORTUGUESES E PORTANTO, TENDO EM ATENÇÃO AS ESTRANHAS AMIZADES QUER POR TERRORISTAS ISLÂMICOS QUER POR TERRORISTAS SUL AMERICANOS DEVEREMOS(PRINCIPALMENTE OS ESPANHÓIS)TENTAR PERCEBER QUEM É QUE GOSTA DE DERRUBAR PAÍSES EM NOME DA "LIBERDADE DOS POVOS"E DA EXPLORAÇÃO CAPITALISTA QUE NÃO É MAIS DO QUE SUBSTITUIR UMA CLASSE GOVERNANTE POR OUTRA MUITO PIOR, MAS "AMIGA E INTERNACIONALISTA"

NÃO TÊM DINHEIRO PARA MANDAR REGRESSAR OS NOSSOS MORTOS MAS TÊM PARA "ACOLHER" QUEM OS MATOU

JUSTIÇA SOCIAL

Domingo, 20 de Julho

Em Julho de 2007, a minha casa reclamou obras urgentes e prolongadas. Após um ano, trinta intervenções de especialistas diversos, trinta orçamentos acometidos de inflação espontânea e trinta pronunciamentos da frase "Pois é, amigo, isto vai ser complicado …", a casa está um primor. Agora, sou eu a precisar de obras. Ter casa custa o trabalho de meia vida. Manter a casa custa o trabalho da outra metade e o sossego da vida inteira. Todos os portugueses sentem na pele esta evidência. Ou quase todos, visto que há cidadãos poupados à maçada pelo Estado.

Para legitimar o gesto, o Estado chama-lhes "pobres". Mas a pobreza, no contexto, é um conceito dúbio, que nem sempre depende do rendimento. Pelo menos no tempo em que derramei sociologia nesses bairros ditos sociais, a "atribuição" de residência dependia principalmente das graças de umas "assistentes sociais" ou, o que era a mesma coisa, da proximidade ao "partido" (sendo o "partido" a agremiação do cacique local). Certa ocasião, num bairro de Matosinhos, uma senhora com quatro ou cinco colares de ouro explicou-me sem vergonha: "Eles disseram que me davam o 'andar' se eu me inscrevesse no PS. Eu inscrevi-me, cheguei às "listas" para a Junta e eles deram-me o 'andar'."

A caridade estatal ignora o ouro da senhora do modo que ignora os carros ou os telemóveis exibidos por tantos dos beneficiários de casa gratuita. No curioso universo do assistencialismo, ser pobre é menos uma situação real do que um estatuto que se alcança com talento. Adquirido o estatuto, está aberta a porta das oferendas. Além da habitação, que naturalmente os alegados pobres deixam arruinar com a facilidade com que a obtiveram e com a impunidade de quem nunca terá de restituir o investimento feito, também existem o subsídio de "inserção", o fundo de desemprego e os "biscates" isentos de taxas. Dadas as manhas e a impunidade que frequentemente envolvem estes recursos, não admira que os mais ambiciosos do meio acrescentem o crime ao caldo.

E não admira que muitos dos necessitados passeiem o relativo conforto que boa parte da classe média não possui. Depois de perder o salário a pagar a casa em que vive e os impostos a financiar as casas em que os necessitados vivem, a classe média não fica abonada. O exercício designa-se por justiça social e, confinado aos aglomerados dos subúrbios e aos gabinetes da administração pública, convém que passe despercebido ao mundo exterior. De vez em quando, como na Quinta da Fonte ou no Aleixo, os frutos da justiça social transbordam um bocadinho e o mundo contempla a redistribuição na sua glória plena. Suspeito que o mundo não gosta do que vê. Com trinta facturas recentes a delapidarem-me a conta, eu não gosto.

O PIOR DESGOVERNO DA NOSSA HISTÓRIA

"A culpa é dos nossos governantes. Se os nossos mortos votassem, eles estariam cá todos. Estes vieram por nossa conta, da União dos Pára-Quedistas e da Liga dos Combatentes, numa operação que custou milhares e milhares de euros. Os governos, todos eles, a partir do 25 de Abril de 1974, nunca se interessaram minimamente por aqueles que deram a sua juventude em defesa da bandeira portuguesa", lamentou Vítor Gravina.|

NÃO TRAZEM OS MORTOS QUE O ESTADO PARA LÁ MANDOU PORQUE ESTÃO COM MÊDO QUE SE LHES ACABE A MAMA OU NÃO TENHAM DINHEIRO PARA ELES ANDAREM A ORGANIZAR CIMEIRAS DE MERDA E INÚTEIS EM QUE GASTAM MILHÕES QUE ARRASTAM AOS CONTRIBUINTES.VOTEM NESSES MERDAS VOTEM...

Saturday, July 26, 2008

SE ISTO É UM MEGA-INVESTIMENTO O QUE SERÁ O PERDÃO DE DÍVIDA A MOÇAMBIQUE DE 400 MILHÕES?

Aeronáutica: mega-investimento em Évora
Instalação de duas unidades da empresa brasileira Embraer vai custar 148 milhões de euros. Ministro da Economia fala em centenas de postos de trabalho criados

Em tempo:
com 30% de incentivos financeiros e fiscais do Estado português, revelou ao DN fonte ligada às negociações


DEVE SER COM A MÃO DE OBRA "ESPECILIZADA" NOS CURSOS PROFISSIONALIZANTES DA MARIA DE LURDES QUE AS CAUDAS DOS AVIÕES DEVEM SER FEITAS...

FREITAS DO AMARAL X MARCELO

Os Portugueses estão habituados a que uma lei escrita dê para todos os lados dependendo do que interessar no momento aos encarregados da sua "interpretação"(por isso é que tem que haver SEMPRE interpretadores dessa complicada "ciência" que somos obrigados a pagar mesmo nas mais simples situações.É a ditadura dos advogados que nem sempre nos salva...mas que nos alivia da bolsa.
O negócio dos pareceres , da feitura de leis e de contratos é o que está a dar.São milhões que se pagam apesar de 700000 funcionários no activo... o que nos faz lembrar aquele ditado popular: quem parte e reparte e não fica com a melhor parte é burro ou não tem arte...
Hoje quero ser cigano!
E o PC só se safa se debaixo das Antas tiver algum poço de petróleo...

O MERCADO SOCIALISTA

Chávez se muestra conciliador y ofrece 10.000 barriles diarios a 100 dólares

O DESGOVERNO POR CÁ ACHA QUE SOMOS ESCOLHIDOS POR POUCOS...

Italia declara el estado de emergencia por la llegada masiva de inmigrantes
Según el ministro del Interior, la medida responde a que se ha duplicado en el primer semestre el flujo de llegadas respecto al año pasado

RESULTADO DA DESCRIMINALIZAÇÃO DAS DROGAS

Reformado mata enteado toxicodependente à machadada

A IMIGRAÇÃO CHAMADA PELO 2º MELHOR SISTEMA DA EUROPA ENRIQUECE QUEM?

Portugal condenado por violar direitos humanos


INÊS DAVID BASTOS
Julgamento. Estado terá de pagar três mil euros a um ucraniano
O Tribunal Europeu dos Direitos do Homem acaba de condenar o Estado português a pagar 3000 euros a um cidadão ucraniano por entender que os direitos humanos do arguido foram violados num processo judicial. O ucraniano, de nome M. Oleksandr Panasenko, fora acusado da co-autoria do homicídio e roubo de um taxista e condenado no Tribunal Judicial de Braga a 21 anos de prisão.

Alegando não terem sido cumpridos alguns dos direitos que assistiam ao ucraniano enquanto arguido, a advogada Ana Costa Almeida recorreu para o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem e este veio dar razão à causídica, concluindo que foram violados os números 1 e 3 do artigo 6.º da Convenção Europeia dos Direitos do Homem. Ou seja, que não foram garantidos os princípios da equidade e imparcialidade em processo penal, nem assegurados ao arguido o direito a ser informado em língua que entendesse e a assistência efectiva de um advogado.

"É uma das minhas maiores satisfações pessoais até hoje", reagiu à Lusa a advogada, reiterando que a actuação judicial foi "desconforme a tudo o que são os princípios do Estado de Direito". "Pode acontecer a qualquer um de nós", avisou.

"É uma decisão inédita, não me recordo de existir um caso como este", disse ao DN António Francisco Martins, presidente da Associação Sindical dos Juízes Portugueses.

Falta de tradução

Antes de recurso para o Tribunal Europeu, Ana Costa Almeida tinha recorrido, sem sucesso, ao Supremo Tribunal de Justiça e ao Tribunal Constitucional. Da análise do processo (que é de 2002, mas a advogada só o patrocinou a partir de 2004), Ana Costa Almeida concluiu "que não houve assistência jurídica efectiva" das duas advogadas que a precederam (estão a correr, aliás, dois processos disciplinares na Ordem dos Advogados) e que o arguido não pôde defender-se devidamente no julgamento por desconhecer a língua portuguesa e não existir intérprete.

Quando o caso chegou ao conhecimento de Ana Costa Almeida, o ucraniano estava preso em Coimbra, segundo alegava, sem saber porquê. Isto porque, argumentava, a notificação tinha sido feita para a sua advogada de Braga e esta não aparecia. Mais. A notificação estava escrita apenas em português. "A tradução devia ter sido acautelada", comenta António Martins, explicando que, no que respeita a intérprete, o juiz só indica se perceber que o arguido desconhece ou não domina a língua portuguesa. Contudo, entende que os magistrados deviam acautelar também a tradução.

Sobre a possibilidade de o Ministério da Justiça exercer direito de regresso contra o magistrado deste caso por 'erro' no julgamento, ao abrigo da nova lei da responsabilidade civil extracontratual, António Martins defende que teria de se fazer prova de que o intérprete era mesmo necessário.|

COMO O NOSSO POLITICAMENTE CORRECTO DE QUE SÓCRATES É OBVIAMENTE O CHEFE MÁXIMO NÃO FAZ "DISCRIMINAÇÃO" DE NINGUÉM ENTRE AQUELES QUE NOS "ESCOLHEM" IMAGINEM QUE QUANTIDADE DE TRADUTORES/INTÉRPRETES NÃO TÊM QUE SER PAGOS PELO ESTADO PARA GARANTIR OS "DIREITOS HUMANOS"... POIS QUE CRIME, MESMO DE ASSASSÍNIO É PERANTE ESTAS MATÉRIAS PERFEITAMENTE IRRELEVANTE.DIGAM LÁ SE NÃO SÃO SITUAÇÕES ENRIQUECEDORAS COMO NOS É VENDIDO PELA PROPAGANDA...

EXISTEM 50000 CIGANOS EM PORTUGAL.35000 RECEBEM RSI

E ESTÃO CÁ HÁ 500 ANOS.COM O RESULTADO PARA A FELICIDADE DO POVO QUE TODOS CONHECEM.AGORA COMEÇEM A SOMAR TODOS OS IMIGRNTES QUE DESDE 0 25 FORAM SENDO "ACOLHIDOS",MERCÊ DO 2º MELHOR SISTEMA DA EUROPA, "LEGALIZADOS" E QUE POR MAGIA DA NOSSA CLASSE POLÍTICA FORAM "NACIONALIZADOS" E PERCEBE-SE PERFEITAMENTE PARA ONDE VAMOS...

Friday, July 25, 2008

DOS 335000 QUANTOS É QUE SÃO BRANCOS?















25 Julho 2008 - 00h30

Segurança Social
335 mil vivem do rendimento mínimo
O Rendimento Social de Inserção (RSI) apoiava, em Junho, 334 865 mil pessoas, mais 21 mil do que no início do ano, de acordo com o Ministério do Trabalho e Segurança Social. A despesa com este apoio a indivíduos em situação de carência, que inclui numerosas crianças, superou um milhão

ISTO É QUE É O IMPÉRIO CÁ DENTRO E POR NOSSA CONTA.COMO OS DOUTORES DAS CIÊNCIAS SOCIAIS NOS EXPLICAM É SÓ ENRIQUECIMENTO.SÓ AINDA NÃO DISSERAM PRETO NO BRANCO DE QUEM, MAS DEVE SER POR ISSO QUE COM OS DINHEIROS GERIDOS PELO MINISTRO GAGO ELES VÃO TIRAR UMAS PÓS GRADUAÇÕES E FAZER UMA "INVESTIGAÇÃO" MAIS RIGOROSA...
POR MIM CONSEGUIRAM UMA COISA NOTÁVEL:FAZER QUE OS PORTUGUESES FOSSEM DUPLAMENTE ROUBADOS.NA DESCOLONIZAÇÃO FEITA COM ROUBO DE BENS E AGORA SEREM IDENTICAMENTE ROUBADOS PELO FISCO PARA MANTER MEIO MUNDO NO BEM BOM A COÇAR A MICOSE E A VIVER DOS NOSSOS IMPOSTOS...CONSEGUIRAM EM SUMA ESCRAVIZAR OS BRANCOS ...
E A PROCISSÃO AINDA VAI NO ADRO POIS BASTA ESPERAR PELAS "REUNIÕES FAMILIARES" COM PAPEL PASSADO POR AQUELES HONESTÍSSIMOS FUNCIONÁRIOS AFRICANOS QUE É COMO SE JÁ FOSSEMOS UMA COLÓNIA DE ÁFRICA

O DESGOVERNO SOCIALISTA TEM RESULTADOS OU NÃO?

Gasóleo roubado vendido em bairros problemáticos (leia-se multiculturais)

SERÁ SÓ GASÓLEO? E OS CANOS SERRADOS, AS ROUPAS DE MARCA, O OURO,A DROGA,OS TELEMÓVEIS?
EIS UMA ÁREA QUE OS DOUTORES EM CIÊNCIAS SOCIAIS QUE VÃO TIRAR PÓS-GRADUAÇÕES E QUE SEMPRE LABUTARAM A FAVOR DA "POBREZA" MUNDIAL QUE IMPORTAM , LEGALIZAM E NACIONALIZAM TÊM QUE APROFUNDAR.POR NOSSA CONTA CLARO.E COM A AJUDA PRECIOSA DOS SEUS PARES NO GOVERNO...
TÊM É QUE NOS PROVAR A TEORIA DO ENRIQUECIMENTO QUE SEMPRE DEFENDERAM... COISA QUE NÃO CHEGOU Á VELHINHA QUE MORREU DE FOME E ABANDONADA NO SEU CASEBRE NORTENHO... MAS COMO ERA BRANCA PRONTOS TUDO SE ENCAIXA POIS PARA ESTES DOUTORES BRANCO É RICO...

Thursday, July 24, 2008

PARTIR OS DENTES Á REACÇÃO...

O caso dos elementos de extrema-direita, personalizado na detenção de Mário Machado, teve uma decisão rara. A acusação foi elaborada às 23 horas de sexta-feira, dia 14. Mesmo a tempo de ser entregue de modo a impedir a libertação dos elementos, mas sem evitar as queixas legais dos acusados, uma vez que a notificação foi já feita no próprio sábado, o dia 15 de Setembro de 2007, data do novo CPP.

FOCUS | 26.09.2007

DEPOIS INTITULAM-SE "DEMOCRÁTICOS"...

COPIADO NO 4R / ORÇAMENTO DO ESTADO AMIGO...

Segunda-feira, 21 de Julho de 2008
Bolsas Pós-Doc: meus amigos, é aproveitar!...

Meus amigos, é aproveitar!...
O Estado aceita propostas e vai pagar Bolsas para trabalhos necessários, urgentes e inadiáveis que todos podemos fazer!...Uma pechincha, várias pechinchas!...
Trabalhos sobre a “construção do mundo contemporâneo”, por exemplo!...
Também sobre “cidadania e instituições democráticas”!...
E ainda sobre “identidade, migração e religião”!...
Cá por mim, vou candidatar-me ao módulo “família, estilos de vida e escolaridade”, privilegiando o módulo “estilos de vida”, naturalmente na versão de alto standard. Confio que o Estado não seja "michuruca" na Bolsa, para investigar à fartazana e à tripa forra!...
Meus amigos, é aproveitar!...
Bem sei que o Programa se destina a Candidaturas a Pós-Doutoramento e a Cientistas Sociais! Não importa!...
Peço outra Bolsa para doutoraramento em processo acelerado e vou já tomando lugar para o pós-doutoramento.
Decidi tornar-me profissional de Bolsas. Afinal, o Estado existe para velar por mim!...
Meus amigos, é aproveitar, enquanto é tempo!...
PS: Candidaturas a enviar para Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, goretti.matias@icl.ul.pt. Até 5 de Setembro!...
Avante, Camaradas!...Todos aos Pós-Doc de Cientistas Sociais!...O país agradece que se esgote a "massa" do Programa!...


posted by Pinho Cardão @ 18:31 11 comments

SOVINAS ESTES GAJOS DA UE...

23 Julho 2008 - 15h00

Preparação para desastres naturais
Bruxelas atribui fundo a Moçambique
A Comissão Europeia (CE) decidiu esta quarta-feira alargar o seu programa de actividades de preparação para desastres naturais à região do sudoeste do Oceano Índico, atribuindo um fundo de cinco milhões de euros a quatro países, entre os quais Moçambique.

VEJAM LÁ QUE O GOVERNO DO SÓCRATES "DEU" 400 MILHÕES E VEM AGORA O BARROSO A DAR PARA 4 PAÍSES 5 MILHÕES????? SOVINAS...

PAGAMOS EM QUALQUER MODALIDADE

24 Julho 2008 - 00h30

Sintra - presos três menores que ameaçaram dar pedrada em funcionária da caixa geral de depósitos
Roubam banco com pedra
Três rapazes menores, um dos quais brasileiro, assaltaram a Caixa Geral de Depósitos de Belas, Sintra, usando como arma uma pedra da calçada. Horas depois, o gang de jovens foi detido pela PSP quando se tentava introduzir numa escola. Um oficial da polícia, já fora de serviço, participou na operação de detenção dos jovens.


Os elementos do grupo são todos residentes na freguesia de Belas. Um deles é filho de imigrantes brasileiros, e já completou 16 anos, enquanto os outros dois apenas têm 15.

Pelas 16h00 de segunda-feira, os jovens decidiram assaltar o balcão da Caixa Geral de Depósitos de Belas. Para o efeito, um dos menores pegou numa pedra da calçada, e o trio tomou de assalto as instalações do banco, sitas na rua Paz e Amizade.

No interior do banco estava apenas uma funcionária, que foi confrontada com a seguinte ameaça: "ou nos dás todo o dinheiro ou levas com uma pedrada".

OS "JOVENS" BEM SABEM QUE ISTO É DELES.TUDO DELES...
TÊS ANINHOS DE PRISÃO EM 6 NECESSÁRIOS PARA SER "PORTUGUÊS" DÁ PARA MUITA COISA...

A ESQUERDA NA BULGARIA ANDA A METER A MASSA NO BOLSO...

La Commission européenne dénonce la criminalité endémique en Bulgarie

E CÁ? QUAL FOI O RESULTADO DAS "DISTRIBUIÇÕES GENEROSAS" PELA CLIENTELA?DAS PESCAS, DA AGRICULTURA, DO COMÉRCIO , DA INDÚSTRIA...
AGORA OS MAUS DA FITA SÃO OS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS MAL GOVERNADOS PELOS GAJOS QUE NUMA DE NOVAS OPORTUNIDADES SE APOSSARAM DOS PARTIDOS E DO PODER...
MAS SÃO GENEROSOS PARA A POBREZA MUNDIAL.AINDA ONTEM FICAMOS A SABER QUE ESTAMOS DE REPENTE MAIS RICOS POR OS TIMORENSES AINDA SEREM PORTUGUESES...

OS BLOQUISTAS DO PORTO JÁ SE INDIGNARAM?OLHA SE A SENHORA FOSSE UMA PRETA OU UMA CIGANA...

Morreu abandonada no centro do Porto



Idosa. Mulher de 95 anos morava sozinha e não lhe são conhecidos familiares

Vizinhos acreditam que terá morrido de fome e acusam Segurança Social

Ainda não são conhecidas as causas da morte de uma nonagenária cujo corpo foi encontrado, terça-feira de manhã, numa casa degradada do Bairro Gomes, no centro do Porto, que ontem foi alvo de uma desinfestação por causa da proliferação de pulgas. Margarida Correia da Silva, 95 anos, vivia sozinha e há muito que os vizinhos tinham alertado a Segurança Social para o facto de mal se alimentar e locomover com muita dificuldade.

"Há responsáveis", diz Américo de Oliveira, proprietário da mercearia onde a idosa todos os dias se abastecia de "pão de forma, leite achocolatado, iogurtes e bolachinhas. Só comia aquilo e já há muito tempo", contou ao DN. Apesar de pouco sair de casa, recentemente desmaiou (de fraqueza) no passeio e é também por isso que a vizinhança acredita que tenha morrido de fome. Para Américo, era óbvio que precisava de ajuda. "Contactámos a assistência social, liguei para a assistência ao idoso e comuniquei várias vezes à polícia, mas disseram-me que estava entregue à Segurança Social (SS)", garante, acrescentando que o problema nem era a falta de dinheiro, porque receberia uma reforma de cerca de 400 euros, "mas ficava cedo sem ele porque os abutres que lhe faziam recados aceitavam sempre ficar-lhe com o troco". Margarida não era de trato fácil e, segundo os vizinhos, "não confiava em ninguém", razão pela qual não terá aceitado a ajuda da SS. "Mas tinham obrigação de insistir, fazem-no com os novos, mais deviam fazê-lo com os velhos", diz Rosa de Jesus, a vizinha que estranhou não a ver desde sexta-feira, e chamou a polícia.

O QUE A MALTA NÃO DIZ É QUE PARA UNS GANHAREM MAIS OUTROS TÊM QUE GANHAR MENOS.BRANCOS INDÍGENAS HÁ MUITOS... O QUE É PRIORITÁRIO É ENCHER O PAÍS DE "DIFERENTES" E TRATÁ-LOS NAS PALMINHAS COM ANIMADORES , MÚSICA E MUITA ASSISTÊNCIA SOCIAL... VOTEM NELES VOTEM...
METEREM A DIFERENÇA NOS PARTIDOS , NA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA E NO GOVERNO É QUE NÃO PORQUE SEMPRE SERIAM MENOS UNS LUGARZINHOS...
A ESQUERDA JÁ ASSIMILOU O SEU ESTATUTO DE NEGRITUDE AO CONSIDERAR A COR DA PELE COMO SIMBOLO DE RIQUEZA.BRANCO É SEMPRE RICO!

Monday, July 21, 2008

O COLORIDO DAS NOSSA CIDADES ALGUÉM O PAGA NÃO?

Praia da Rocha: Homem esfaqueado
Um homem foi esfaqueado com gravidade no tórax, ontem, na rua dos bares da Praia da Rocha, Portimão, durante uma confrontação entre um grupo de africanos e outro de indivíduos originários da Europa de Leste. A vítima sofreu uma perfuração na zona do pulmão e está internada no Hospital do Barlavento Algarvio.

A CRIMINALIDADE AINDA NÃO DESCOBRIU O MANÁ DA ZONA CASCAIS-SINTRA...

Assaltada a vivenda do ex-ministro Pina Moura
Intrusos foram surpreendidos por filha de Pina Moura e furtaram carro
00h42m
NUNO MIGUEL MAIA E NUNO SILVA
A vivenda que o ex-ministro das Finanças e da Economia Pina Moura possui em Francelos foi assaltada por dois indivíduos que, apesar de surpreendidos pela filha do antigo governante, conseguiram furtar um carro.

GRANDE MÁRIO CRESPO
















Limpeza étnica
00h30m
O homem, jovem, movimentava-se num desespero agitado entre um grupo de mulheres vestidas de negro que ululavam lamentos. "Perdi tudo!" "O que é que perdeu?" perguntou-lhe um repórter.

"Entraram-me em casa, espatifaram tudo. Levaram o plasma, o DVD a aparelhagem..." Esta foi uma das esclarecedoras declarações dos autodesalojados da Quinta da Fonte. A imagem do absurdo em que a assistência social se tornou em Portugal fica clara quando é complementada com as informações do presidente da Câmara de Loures: uma elevadíssima percentagem da população do bairro recebe rendimento de inserção social e paga "quatro ou cinco euros de renda mensal" pelas habitações camarárias. Dias depois, noutra reportagem outro jovem adulto mostrava a sua casa vandalizada, apontando a sala de onde tinham levado a TV e os DVD. A seguir, transtornadíssimo, ia ao que tinha sido o quarto dos filhos dizendo que "até a TV e a playstation das crianças" lhe tinham roubado. Neste país, tão cheio de dificuldades para quem tem rendimentos declarados, dinheiro público não pode continuar a ser desviado para sustentar predadores profissionais dos fundos constituídos em boa fé para atender a situações excepcionais de carência. A culpa não é só de quem usufrui desses dinheiros. A principal responsabilidade destes desvios cai sobre os oportunismos políticos que à custa destas bizarras benesses, compraram votos de Norte a Sul. É inexplicável num país de economias domésticas esfrangalhadas por uma Euribor com freio nos dentes que há famílias que pagam "quatro ou cinco Euros de renda" à câmara de Loures e no fim do mês recebem o rendimento social de inserção que, se habilmente requerido por um grupo familiar de cinco ou seis pessoas, atinge quantias muito acima do ordenado mínimo. É inaceitável que estes beneficiários de tudo e mais alguma coisa ainda querem que os seus T2 e T3 a "quatro ou cinco euros mensais" lhes sejam dados em zonas "onde não haja pretos". Não é o sistema em Portugal que marginaliza comunidades. O sistema é que se tem vindo a alhear da realidade e da decência e agora é confrontado por elas em plena rua com manifestações de índole intoleravelmente racista e saraivadas de balas de grande calibre disparadas com impunidade. O país inteiro viu uma dezena de homens armados a fazer fogo na via pública. Não foram detidos embora sejam facilmente identificáveis. Pelo contrário. Do silêncio cúmplice do grupo de marginais sai eloquente uma mensagem de ameaça de contorno criminoso - "ou nos dão uma zona etnicamente limpa ou matamos." A resposta do Estado veio numa patética distribuição de flores a cabecilhas de gangs de traficantes e autodenominados representantes comunitários, entre os sorrisos da resignação embaraçada dos responsáveis autárquicos e do governo civil. Cá fora, no terreno, o único elemento que ainda nos separa da barbárie e da anarquia mantém na Quinta da Fonte uma guarda de 24 horas por dia com metralhadoras e coletes à prova de bala. Provavelmente, enquanto arriscam a vida neste parque temático de incongruências socio-políticas, os defensores do que nos resta de ordem pensam que ganham menos que um desses agregados familiares de profissionais da extorsão e que o ordenado da PSP deste mês de Julho se vai ressentir outra vez da subida da Euribor.

Sunday, July 20, 2008

A CIÊNCIA DA DIFUSIDADE ELEVADA AO ESTATUTO DE ARTE

ANTES DO 25 ERA TUDO A PRETO E BRANCO.ATÉ A TELEVISÃO.QUEM NÃO ERA POR NÓS PODERIA SER TEORICAMENTE CONTRA NÓS.E QUEM O FOSSE SOFRIA AS CONSEQUÊNCIAS SE ULTRAPASSASSE DETERMINADOS LIMITES.ERA O CASO DOS COMUNISTAS, OS ÚNICOS QUE COM O APOIO DA URSS QUERIAM O QUE QUEM OS APOIAVA QUERIA.
ESSA RAPAZIADA SEMPRE COM A PALAVRA "PATRIOTA" NO SEU DICIONÁRIO USUAL SERVIU O SEU "SOL" NA TERRA DANDO TUDO O QUE LHES PEDIAM.FOTOGRAFIAS DOS OFICIAIS DO EXÉRCITO, QUANTIDADES DE ARMAMENTO DISPONÍVEIS,ENFIM TUDO O QUE FOSSE VALIOSO PARA QUE OS SEUS "CAMARADAS" DA URSS NOS PODEREM DERROTAR SE UM DIA HOUVESSE NECESSIDADE...
AJUDARAM AINDA NA EXPANSÃO COMUNISTA E NA LIBERTAÇÃO DOS POVOS DOUTRINANDO OS ESTUDANTES DO IMPÉRIO, NALGUNS CASOS POR VIA VAGINAL,FAZENDO NOS INTERVALOS UMAS SABOTAGENS NO ESFORÇO DE GUERRA "FASCISTA" POR SER CONTRA OS INTERESSES DE TODO O MUNDO ATÉ DOS AMERICANOS
PORTANTO NAQUELE TEMPO OS PORTUGUESES SABIAM QUAL ERA O RUMO E O QUE CONTAVA:PORTUGAL A QUE TUDO E TODOS SE VIAM SUBJUGADOS.NÃO HAVIA NADA DE DIFUSIDADE.
DEPOIS É QUE FOI O BOM E O BONITO.FASCISTAS RECONVERTIDOS EM DEMOCRATAS E ATÉ MUITOS EM COMUNISTAS.REJEIÇÃO DOS ANTIGOS PADRINHOS FACE Á INTERRUPÇÃO DE PREVISTAS BRILHANTES CARREIRAS, GOLPES DE RINS E MUDANÇAS DE CASACA.ENTROU-SE NA ERA DA DIFUSIDADE...
DE STEP EM STEM TUDO FOI SENDO COLOCADO EM CAUSA E OBVIAMENTE DESMANTELADO PARA TEORICAMENTE NASCER UMA COISA "MELHOR".PORTANTO DE "MELHORAMENTO" EM "MELHORAMENTO" A DIFUSIDADE JÁ LEVOU A MEXIDAS E NOVAS VIRAGENS DE CASACA, A NOVOS GOLPES DE RINS SEMPRE ATRÁS DA MESA DO ORÇAMENTO E DA INTEGRAÇÃO NA "CORTE" DO PODER...
AS ANTIGAS TRAIÇÕES FORAM ENTRETANTO ELEVADAS Á CONDIÇÃO DE CIÊNCIA ONDE EM "ACADEMIAS DAS CIÊNCIAS" DE NOVO TIPO SOCIÓLOGOS, PSICÓLOGOS E POLITÓLOGOS "PINTAM" DE "AVANÇOS" OS VELHOS ACTOS DE TRAIÇÃO Á NAÇÃO...
DA EXPLORAÇÃO COLONIALISTA DOS PRETOS PASSOU-SE AO ESTATUTO DA AUTO-FLAGELAÇÃO E EXPIAÇÃO DE PECADOS ANTIGOS, SÓ ASSUMIDOS POR TAIS CLARIVIDENTES ESQUERDISTAS, COM A CONSEQUENTE CULPABILIZAÇÃO DA CLASSE BRANCA E EXPLORADORA.
É QUE AS INDEPENDÊNCIAS AFRICANAS FORAM "DERRUBADAS" COM O DERRUBE" DA URSS E PORTANTO OS IDEÓLOGOS E PATROCINADORES DESSE DESASTRE DECIDIRAM QUE FOSSE A ANTIGA POTÊNCIA COLONIAL A ASSUMIR OS CUSTOS E A "GERIR" A CRIAÇÃO DUM "NOVO HOMEM" MULATO PELA NATUREZA DAS COISAS.
SE ANTES DO 25 HAVIA UM PLANO, QUE COMO TODOS OS PLANOS , CONTINHA ALGUMAS FALHAS, MAS DUMA CIDADANIA DO MINHO A TIMOR CONTRA TUDO E CONTRA TODOS AGORA TEMOS A MALTA DO MINHO A TIMOR E NÃO SÓ, CÁ DENTRO E POR NOSSA CONTA A INVOCAR FACTURAS ANTIGAS, A DIZEREM-NOS NA CARA QUE TEMOS QUE PAGAR DEPOIS DE CARIDOSAMENTE E SOB A ACÇÃO DE EVANGELIZAÇÃO DE NOVO TIPO DOS ESPECIALISTAS DE ESQUERDA,TEREM CONSEGUIDO REAVER UMA NACIONALIDADE QUE JÁ TINHAM TIDO E REPUDIARAM...
CAVACO DEVE ANDAR DISTRAÍDO AO DIZER QUE NÃO QUER GUETOS... QUE SÓ UM DISTRAÍDO NÃO VÊ POR TODO O LADO... MAS GUETOS DE BRANCOS ASSUSTADOS COM A VELOCIDADE DE "ENRIQUECIMENTO" COM QUE A ASSEMBLEIA NACIONAL DE ESQUERDA RUMOU AO "MUNDO" E EM ESPECIAL A "ÁFRICA" MERCÊ DAS GENEROSAS LEIS DE IMIGRAÇÃO E NACIONALIDADE QUE NOS ENTERRARAM JÁ POR MUITOS E MUITOS ANOS E QUE MUITAS GERAÇÕES HÃO-DE PAGAR COM LÍNGUA DE PALMO...ISTO SEM QUE TODA A FAMÍLIA AINDA ESTEJA "REUNIDA"...
DE "CONQUISTA" EM "CONQUISTA", DE DIREITO HUMANO EM DIREITO HUMANO CONSEGUIRAM ESCRAVIZAR OS BRANCOS DE TRÊS MANEIRAS DISTINTAS:
.PERDEREM OS EMPREGOS PARA OS QUE NOS ESCOLHERAM QUE TRABALHAM MAIS BARATINHO MAS QUE DEPOIS O ESTADO COMPENSA ATRAVÉS ASSISTÊNCIA SOCIAL
.AUMENTO DESMEDIDO E CONSTANTE DA "POBREZA" OBVIAMENTE EM ASCENÇÃO TODOS OS ANOS MERCÊ DA SUA CONTÍNUA NACIONALIZAÇÃO
.NECESSIDADE DO CONSTANTE AUMENTO DE IMPOSTOS PARA DIMINUIR A "POBREZA" E PAGAR A QUEM DELA CUIDA... UMA ARTE NÃO ALCANCE DE QUALQUER UM E COMPLICADÍSSIMA COMO O CASO DA QUINTA DA FONTE NOS ELUCIDA... E QUE ATÉ METE "EXPLICAÇÕES" EM DETERMINADOS BAIRROS COM "KULTURA PRÓPRIA E BEM VINCADA", OBJECTO DE ESTUDO DAS NOSSA MAIORES MENTES PROGRESSISTAS E SALVADORAS DA HUMANIDADE
TEMOS OU NÃO UMA "NAÇÃO"?TEMOS OU NÃO "COESÃO"?
POR MIM NADA DISSO UMA SALADA RUSSA COM MOLHO ESQUERDISTA E DISFUNCIONAL ISSO SIM.
A NAÇÃO PORTUGUESA NÃO VAI MORRER MAS PASSOU Á CLANDESTINIDADE.D.AFONSO HENRIQUES DEVE ANDA A DAR VOLTAS NO TÚMULO AO VER COMO ESTES TRAIDORES CUIDARAM DA SUA CRIAÇÃO...
ESTAMOS PORTANTO NO REINO DA DIFUSIDADE:DEMOCRACIA PARLAMENTAR MAS TENDO POR BASE O PENSAMENTO COMUNISTA INTERNACIONALISTA ATRAVÉS DAS SUAS MÚLTIPLAS "ORGANIZAÇÕES" QUE TUDO CONTROLAM
"PERSONALIDADES" DE PENSAMENTO CONSERVADOR QUE RUMAM SEMPRE PARA A ESQUERDA
OS BRANCOS FINALMENTE A PAGAR PARA OS PRETOS E CIGANOS
TODOS OS PARTIDOS POLÍTICOS CONHECIDOS E AINDA A CRIAR PREOCUPADOS COM A "POBREZA"
VISITAS DO CHEFE DO GOVERNO A TUDO O QUE É DITADOR PARA RESOLVER O PROBLEMAS DOS POBRES
O DURÃO BARROSO A QUERER EXPORTAR A "RECEITA" INTERNA PARA A EUROPA...
OS EX-PRESOS A MINISTROS QUE VÃO TRANSFORMAR AS PRISÕES EM HOTÉIS DE 5*, OBVIAMENTE SEM BALDE
OS CONTRIBUINTES(POUCOS) QUE TRABALHANDO POR CONTA DE OUTREM, OS ÚNICOS A PAGAR OS IMPOSTOS COM UM GRAVÍSSIMO GRAU DE MAL ESTAR DIFUSO...
A AMEAÇA DIFUSA DO DESAPARECIMENTO DE PORTUGAL "VENDIDO" A PATACO...
BEM O ESCRITO ESTÁ UM POUCO DIFUSO MAS ATENDENDO AO TÍTULO...

CÓPIA DO PORTUGAL DOS PEQUENINOS

A BEAUTIFUL WORLD



A propósito da "Quinta da Fonte" e das redacções escolares que proliferam nos jornais e nalguns blogues sobre "racismo" e "multiculturalismo", convém lembrar o seguinte. Embora haja brancos que gostavam de ser pretos e pretos que gostavam de ser brancos, um branco é um branco e um preto é um preto. Tal como um cigano é um cigano embora haja muitos brancos e pretos que gostavam de ser ciganos e alguns ciganos (poucos, de certeza, porque são mais convictamente ciganos do que um branco é convictamente branco ou um preto convictamente preto) que porventura gostariam de ser brancos ou pretos, dependendo da qualidade do "negócio". Há dias, numa paragem de autocarro, um preto dizia aos brancos presentes que eles tinham de "pagar" os 500 anos de "África minha". Era por isso, esclarecia enquanto chupava um "calipoo", que eles- presume-se, os pretos - por cá andavam. É este o sentido oculto daquele disparate do "todos diferentes, todos iguais" que provoca sempre frémitos pungentes nas almas mais sensíveis como os comentadores Tavares ou Câncio, por exemplo. Nada como um preto para o explicar. Seja numa paragem de autocarro, seja aos tiros em Loures.

Publicada por João Gonçalves em 19.7.08 8 comentários
Etiquetas: sociedade

OS AMIGOS DO BE E DO DR FREITAS...

From The Sunday TimesJuly 20, 2008

Ahmad Batebi’ - Iran’s 'Johnny Depp' - flees into exile
A heroic dissident tells of his flight from torture

??????????????????????????????????????????

20 Julho 2008 - 01h18

Guiné-bissau: Cocaína apreendida
As autoridades guineenses apreenderam duas aeronaves provenientes da Venezuela, que aterraram sem autorização em Bissau, com 515 quilos de cocaína. Um responsável militar do exército local é suspeito de estar implicado neste negócio.

E QUE TAL DEIXAREM-SE DE MERDAS E "LIBERALIZAREM" AS RENDAS PURA E SIMPLESMENTE?

Apesar de estar em aplicação há cerca de dois anos, a nova legislação só permitiu a actualização de pouco mais de mil rendas. O processo depende da iniciativa dos senhorios que continuam a olhar com grande desconfiança para este regime.

SE 230 DEPUTADOS , VÁRIOS GOVERNOS E 700000 FUNCIONÁRIOS TRABALHARAM "ARDUAMENTE" SÓ PORQUE CONSIDERAM "ESTÚPIDOS" SENHORIOS E INQUILINOS PARA "OBTEREM O ÊXITO DE 1000 ACTUALIZAÇÃOES" O MELHOR É DISPENSAREM-SE DESSAS RESPONSABILIDADES QUE ALIÁS NINGUÉM LHES DELEGOU...

O FUTURO PASSA PELA CRIAÇÃO DE CAMELOS...

Por sua vez, Haider Pestamgy, engenheiro de qualidade alimentar e investidor no conceito halal, afirmou que, tendo em conta o número de muçulmanos no País, "já se pode falar de um mercado significativo a nível da procura", considerando que este sector "pode ainda ser expandido".

DE CAMADA EM CAMADA CADA VEZ MAIS RICOS.A MALTA DE RIO MAIOR TEM QUE SE DEDICAR A CRIAR CAMELOS POIS QUE COM A PARCERIA ESTRATÉGICA COM MARROCOS, ARGÉLIA E AGORA LÍBIA É ESSE O FUTURO.O MELHOR É RECONVERTEREM-SE ENQUANTO É TEMPO, ACABAREM COM CRIAÇÃO DESSE ANIMAL IMPURO...ANTES QUE A JUVENTUDE EM PREPARAÇÃO NAS MADRASSAS DAS MESQUITAS NACIONAIS CERTAMENTE APOIADAS PELO ORÇAMENTO DO ESTADO,FIQUE IRRITADA E VOS DEGOLE, POIS QUE O ISLÃO COMO TODO O MUNDO SABE É UMA RELIGIÃO DE PAZ...MAS NÃO PERMITE ABUSOS...
ALIÁS NA PRÓXIMA LEGISLATURA O PS PROMETE CASAMENTOS GAY E LÉSBICOS PELO QUE O MERCADO IRÁ CERTAMENTE ABSORVER MAIS UMA CAMADA ENRIQUECEDORA DE CONSUMIDORES PROVENIENTE DO NORTE DE ÁFRICA...ONDE COMO SE SABE LÁ SÓ NA CLANDESTINIDADE...
O QUE SE PERDIA NAQUELA FEROZ DITADURA DE ANTES DO 25...

CPLP UMA FONTE DE DESPESA PARA PORTUGAL

Depois de facilitar a circulação de estudantes no espaço lusófono, será agora a vez de a cimeira decidir remover taxas alfandegárias à circulação de bens culturais e de artistas.

A DÍVIDA DE 100% DO PIB AINDA PODE ACOMODAR MAIS UMA SUBIDA...MAS OS PORTUGUESES FICAM FELIZES POR SABER QUE PODEM MANDAR OS SEUS REBENTOS ESTUDAR NA GUINÉ, CABO VERDE OU NUM QUALQUER OUTRO PALOP... COMO SE PASSA CÁ, BASTA ENVIAR A CRIANÇA DE AVIÃO QUE LÁ NÃO FAZEM PERGUNTAS.MATRICULAM, DÃO LIVROS,CASA, CAMA E ROUPA LAVADA...E PASSADOS 6 ANOS ATÉ PASSAPORTE.QUEREM MELHOR "COMUNIDADE"?

Saturday, July 19, 2008

O CIVILIZADO ORIENTE DO BLOCO DE ESQUERDA

» 07/16/2008 13:09
PAKISTAN
Kidnapped Christian girls, judge ratifies marriage and conversion
by Qaiser Felix
The district of Muzaffargarh rules in favour of the Muslims, rejecting the request from the family that wants to bring home the two sisters - 13 and 10 years old - kidnapped last June 26. Christian associations charge that they could end up as prostitutes.


Islamabad (AsiaNews) - District judge Mian Muhammad Naeem, of the section of Muzaffargarh, has ruled that the two Christian sisters "have converted in a legitimate manner to Islam", and for this reason they cannot be "restored to their family of origin". Setting aside the request from their father to regain custody of his daughters, the judge also admitted the "validity" of the marriage of the girls to two Muslims.

Saba Younas, aged 13, and her sister Anila were kidnapped last June 26 in the village of Chowk Munda, in the province of Punjab, where they had gone to visit their uncle, Khalid Raheel. This is the same uncle who in recent days reported their kidnapping, asking for help from news organisations and human rights groups. According to Raheel's account, a Muslim fruit vendor named Muhammad Arif Bajwa kidnapped the girls, and then handed them over to a friend, Falak Sher Gill, who then organised the marriage between his own son and the older of the Christian sisters, Saba. In court, moreover, father and son both stressed the "complete willingness of the girl to contract marriage".

The girls' uncle does not conceal his preoccupation, and denounces to AsiaNews that the Muslims involved in the kidnapping are acting as a "gang", recruiting the girls in order to "make them work in a bordello". This alarm has also been heard by the Catholic commission for justice and peace (NCJP) in the country, which confirms the words of Khalid Raheel: the kidnappers are believed to be human traffickers linked to prostitution, known to the police and under the protection of some local politicians. "For these unscrupulous people", charges Naeem Asghar, local coordinator of the NCJP, marriage is a pretence in order to control the girls, run their lives and exploit them for their own business purposes".

The Catholic community continues to uphold the cause of Saba and Anila, and promises that the family will not be left to itself. Expressing the hope that the girls will be brought back home, the coordinator of the NCJP emphasises that "an appeal will soon be presented to the high court of Multan, to contest the decision of the district judge" and have the girls "restored to their parents".

O QUE SE PASSARÁ NA NOSSA "MOURARIA"? DE CERTEZA MANIFESTAÇÕES DE REPÚDIO...

BONS VENCIMENTOS NO ESTADO DÃO PARA METER QUEM PIE NA JUSTIÇA

19 Julho 2008 - 00h30

Casa Pia: Processo de difamação contra dois jovens
Ferro Rodrigues perde recurso
O Tribunal da Relação de Lisboa deliberou manter a decisão do Tribunal de Instrução Criminal de não levar a julgamento os dois jovens que acusaram Ferro Rodrigues de abusos sexuais no âmbito do processo Casa Pia.


"Os elementos probatórios constantes dos autos não nos permitem concluir que os depoimentos prestados pelos arguidos sejam verídicos, mas também não permitem a conclusão contrária", lê-se no acórdão da Relação, a que o CM teve acesso, e que indeferiu o recurso de Ferro Rodrigues.

Os desembargadores explicam que os factos relatados pelos jovens, que motivaram a queixa de Ferro, foram contados no "cumprimento de um dever legal", pelo que, "mesmo que os factos imputados à pessoa visada sejam em si difamatórios, nunca lhe poderá ser imputado o crime de difamação". Tal só acontece "se a testemunha prestar um depoimento falso, com a consciência dessa falsidade", o que não ficou demonstrado no processo.

Por outro lado, os juízes do Tribunal da Relação de Lisboa afirmam que Ferro Rodrigues "limitou-se a apresentar contradições pontuais e imprecisões" nos depoimentos dos jovens, sem apontar qualquer facto que pudesse demonstrar que "os arguidos conheciam a falsidade das imputações". Os juízes lembram ainda que as perícias e exames médico-legais aos jovens concluíram "ser de admitir a consistência dos relatos".

JAIME GAMA DERROTADO

Jaime Gama foi até agora o único socialista que conseguiu levar a julgamento o jovem que o envolveu no processo de pedofilia da Casa Pia. No entanto, no dia 25 de Junho, a magistrada dos Juízos Criminais de Lisboa decidiu absolver ‘João A.’, o ex-casapiano que acusou o presidente da Assembleia da República de abusos sexuais e referenciou também Ferro Rodrigues e Paulo Pedroso. Neste julgamento, o jovem chamou como testemunhas, entre outros, Catalina Pestana e os inspectores da PJ, que confirmaram que o nome de Gama foi referido por mais duas pessoas.

QUEIXA ARQUIVADA

O Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa arquivou, no passado dia 1 de Julho, uma queixa de Paulo Pedroso, por difamação, falsidade de testemunho e denúncia caluniosa, contra as seis vítimas que referiram o nome do ex-deputado durante o julgamento do escândalo de pedofilia.

Tal como o CM noticiou, os procuradores recordaram que, na globalidade, os testemunhos "são considerados relevantes" no âmbito do processo de pedofilia. Pedroso vai avançar com acusação particular.

NO TEMPO DO DR SALAZAR BASTAVA UM TELEFONEMA...(MAS CLARO QUE ISSO ERA UMA DITADURA FEROZ...)

a política de "o melhor é deixá-los ir" do MAI

19 Julho 2008 - 00h30

Polémica: Tensão na Guarda com as determinações da hierarquia
Polícia proibida de disparar em perseguições
Os elementos das forças policiais não podem disparar durante as perseguições automóveis – a não ser que os próprios agentes estejam em risco ou que a vida de terceiros possa ser afectada pelo comportamento dos fugitivos.

CLARO QUE VIRÁ UM DIA EM QUE ISSO ACABARÁ.ENTRETANTO O MELHOR É CADA UM TRATAR DA SUA PRÓPRIA SEGURANÇA, QUE É O QUE O GOVERNO NOS ESTÁ A DIZER...
VOTEM PS E TERÃO UM LINDO ENTERRO...

Friday, July 18, 2008

COMO SE AFUNDOU UMA NAÇÃO
















Fundo revê em baixa crescimento para um por cento no próximo ano
FMI garante que principais problemas da economia portuguesa são domésticos
18.07.2008 - 09h06


O FMI demonstra preocupação com os níveis de endividamento das famílias, do Estado e das empresas
A crise internacional não é a principal causa para o ritmo de crescimento lento que Portugal irá continuar a apresentar durante este ano e o próximo, alerta o Fundo Monetário Internacional (FMI).

NO 25 DE ABRIL PORTUGAL , NA METRÓPOLE, ERA UMA NAÇÃO COESA SOCIAL E CULTURALMENTE, POR SEREM DESPREZÁVEIS O NÚMERO DE CIGANOS, QUE COMO OS DEMOCRATAS EXPERIMENTAM NÃO SE QUEREM NEM DEIXAM INTEGRAR.PRETOS HAVIA UMAS POUCAS CENTENAS A TRABALHAR MO METRO DA AVENIDA ALMIRANTE REIS.
PASSADOS 34 ANOS, APESAR DA PESADA HERANÇA E DOS FUNDOS DE BRUXELAS, ESTAMOS AMEAÇADOS DE FALÊNCIA PORQUÊ?
.EM PRIMEIRO LUGAR PELO LUXO ASIÁTICO DUM SISTEMA POLÍTICO PESADÍSSIMO, IMPREPARADO, COM MUITOS EX-TRAIDORES E ACIMA DE TUDO IRRESPONSÁVEL
.DEPOIS E DESDE O INÍCIO FOI SÓ "DAR" BOAS COISAS.REFORMAS A QUEM NUNCA DESCONTOU,METER NO ESTADO QUEM NUNCA ESTEVE, DAR REFORMAS A QUEM TRABALHOU 4 MESES E ACORDOU 33 ANOS DEPOIS REFORMADO.CONHECE-SE 1 CASO, MAS NÃO DEVE SER VIRGEM...
.REDUZIDOS Á INSIGNIFICÂNCIA DO QUADRADO(AS ILHAS COMO SE TEM VISTO É AINDA UM CASO AINDA NÃO FECHADO) OS "BONS""DEMOCRATAS" DEDICARAM-SE AO AUMENTO DO ESTADO PARA IREM EMPREGANDO PARENTES E AMIGOS
.DE CERTAS EMPRESAS PÚBLICAS FIZERAM 3, O QUE FOI UMA MULTIPLICAÇÃO DE LUGARES QUE NEM IMAGINAM
.NACIONALIZARAM E DESNACIONALIZARAM
.VENDERAM O PATRIMÓNIO SEMPRE POR "CONCURSO"(COM EXCEPÇÕES COMO CASO DA QUINTA DA FALAGUEIRA)
.ACABARAM COM O SMO QUE AS JUVENTUDES PARTIDÁRIAS(AGORA QUASE SENADORES) CONSIDERAVAM UM "ENTRAVE" AO DESENVOLVIMENTO DAS "CARREIRAS" DOS JOVENS.
.ACABARAM COM A INTRUSÃO DE CHEFIAS MILITARES NO QUE QUER QUE FOSSE, PARA VINCAR A "CIVILIDADE DO REGIME" E COMO REVANCHE DOS TEMPOS EM QUE TINHAM QUE IR A DESPACHO AOS DAS BOTAS CARDADAS
.SÓ NOS ÚLTIMOS 5 ANOS DUPLICARAM OS DROGADOS EM COCAÍNA FACE Á BONDADE PARA COM OS TRAFICANTES DA LEI DA DROGA DO PINTO DE SOUSA
.DOS 400 PRETOS EM 1974 PASSAMOS PARA 500000, SENDO QUE OS PRIMEIROS 400 TRABALHAVAM...
.NESTE MUNDO DE DIREITOS A GOZAR ENQUANTO DURAR A MASSA CONSTRUÍRAM-SE BAIRROS SOCIAIS CUJAS CASAS FORAM ENTREGUES A ESMO(QUEM NÃO SE LEMBRA DAQUELA CONGOLESA A DESEMBARCAR E A PERGUNTAR ONDE TINHA A SUA CASA NUM FRANCÊS MACARRÓNICO...
.COM A ADESÃO Á "EUROPA" "VENDERAM" A INDÚSTRIA, A PESCA E A AGRICULTURA, AS MULTINACIONAIS MUDARAM-SE PARA MADRID, INDÍCIO TÉCNICO DUMA FUTURA INTEGRAÇÃO QUE ALIÁS ANDA A SER TRATADA COM CALMA, MESMO QUE OS DISTRAÍDOS NÃO A ENXERGUEM PORQUE NÃO QUEREM...
.INSTALOU-SE A ECONOMIA DE CASINO.NA BOLSA E NO PAÍS REAL.O BETÃO PASSOU A MANDAR.
.ENTRETANTO A ACÇÃO CIVILIZADORA E MISSIONÁRIA DOS LAICOS DO REGIME CONTINUOU SEMPRE.A CADA BOFETADA SEMPRE DERAM LOGO A OUTRA FACE.É A TÉCNICA PCP DE ENGOLIR SAPOS, ISTO NUM REGIME DITO DEMOCRÁTICO E TRANSPARENTE, EM QUE EXISTEM DEFENSORES DOS DIREITOS HUMANOS EM CADA ESQUINA...A MAIORIA AINDA DESGOSTOSA DE NÃO TER INTEGRADO A NOMENKLATURA CASO A DITADURA QUE ESTEVE PREVISTA NÃO TIVESSE FALHADO, ATÉ POR COBARDIA DE QUEM A QUERIA IMPLANTAR...
.COM O SR GUTERRES OS PRETOS DESCOBRIRAM O CAMINHO AÉREO PARA PORTUGAL(O MARÍTIMO FOI MAIS TARDE A PARTIR DO SENEGAL E JÁ DA GUINÉ...)(O ACNUR FOI A RECOMPENSA)
.INVENTOU-SE O RENDIMENTO SOCIAL DE INSERÇÃO, MAIS CONHECIDO POR RENDIMENTO MÍNIMO O QUE MOTIVOU REPENTINAMENTE O PORTUGUESISMO DOS AFRICANOS QUE JÁ CÁ VIVIAM E OS LEVOU A CHAMAR TODA A FAMÍLIA LÁ DA TERRA, PARA ESTE NOVO MANÁ DA TERRA PROMETIDA.SIM PORQUE "RECEBER CASA, RSI, SUBSÍDIOS BONS POR CADA FILHO DE MUITOS FILHOS, COM EDUCAÇÃO DE BORLA,SAÚDE, TRATAMENTO DE MALEITAS CARACTERÍSTICAS E PREDOMINANTES EM ÁFRICA É BESTIAL, MESMO QUE NÃO INTERESSE CONFESSAR...
.AS FACTURAS DA LUZ, ÁGUA E GÁS AGUARDAM QUE OS PRESTADORES DE SERVIÇOS AS REMETAM PARA OS PAGADORES CUMPRIDORES...
.MILAGROSAMENTE PAÍSES COMO A GUINÉ E CABO VERDE ONDE NÃO MAIS DE UMA DÚZIA DE PORTUGUESES DOS DA METRÓPOLE VIVEM TÊM UM INTENSO MOVIMENTO DE AVIÕES O QUE DEVERIA DEIXAR , MAS NÃO DEIXA, SUSPEITAS ACERCA DE TÃO VASTO MOVIMENTO... EMBORA ATÉ SEJA A PRÓPRIA ONU A DIZER-NOS QUE POR AQUELAS PARAGENS AQUILO FOI TRANSFORMADO NA PLACA GIRATÓRIA DA INTRODUÇÃO DE DROGA NA EUROPA...
.IMPORTANTE NOTAR A "DEMOCRATIZAÇÃO" DAS ANTIGAMENTE DITAS "FORÇAS REPRESSIVAS" COM INÚMEROS SINDICATOS A OBEDECER, SE CALHAR CADA UM A SEU PARTIDO, MAS CUJO RESULTADO FINAL É UMA OPERACIONALIDADE NO COMBATE Á CRIMINALIDADE, PRINCIPALMENTE A "ÉTNICA" MUITO MÁ MESMO... DEVE SER O "POVO" EM ARMAS E TODOS COM A "MESMA LUTA".
.UM ESTADO INCHADÍSSIMO DE POLÍTICOS, ASSESSORES, ASSESSORES DE ASSESSORES,FUNCIONÁRIOS QUE VÃO FICANDO SOMADOS DE LEGISLATURA EM LEGISLATURA, MAS QUE AINDA REQUER A "AJUDA" DE ESCRITÓRIOS DE ADVOGADOS "COMPETENTES"
.OS CAPITALISTAS QUE FOGEM A 7 PÉS DE INVESTIR EM "INDÚSTRIA", SINÓNIMO DE SINDICATOS "ORGANIZADOS PELO PCP, ATRAVÉS DA SUA CORREIA DE TRANSMISSÃO: A CGTP"
.TODO O ESFORÇO MODERNIZADOR ANTERIORMENTE REFERIDO PRECISAVA OBVIAMENTE DE MUITA MÃO DE OBRA.QUE A COMA LEI DA NACIONALIDADE DE SÓCRATES PINTO DE SOUSA FOI A MULTIPLICAÇÃO DOS PORTUGUESES QUE ACORRERAM DE TODAS AS PARTES DO MUNDO POIS QUE AS BOAS NOTÍCIAS CORREM DEPRESSA , ALIÁS PROPAGANDEADAS PELAS INÚMERAS EMBAIXADAS E DEMAIS ORGANISMOS DO MNE...
.A NADA ANTERIORMENTE REFERIDO OS PORTUGUESES DISSERAM NÃO.VOTARAM E TORNARAM A VOTAR.SEMPRE E MAIORITARIAMENTE Á ESQUERDA(PARA MIM NÃO EXISTE DE FACTO DIREITA EM PORTUGAL POIS QUE TODOS VIVEM A SONHAR RESOLVER OS PROBLEMAS DA POBREZA...)
.O INTERNACIONALISMO MILITANTE, A IMPORTAÇÃO DE PROBLEMAS ALHEIOS A FALTA REAL DE VERDADEIRA ECONOMIA ESTÁ Á MOSTRA.MEIO MILHÃO DE DESEMPREGADOS.MEIO MILHÃO DE IMIGRANTES, A MAIORIA JÁ "PORTUGUESÍSSIMA""NOVAMENTE"
.O MOLHO DE BRÓCOLOS QUE COZINHARAM PRECISA DE MUITO DINHEIRO PARA SE MANTER.MAIS IMPOSTOS SOBRE OS QUE PAGAM E NÃO FOGEM ATRAVÉS DOS OFFSHORES...
.SOMOS COMO SE GABA O NOSSO PRIMEIRO MINISTRO "O PAÍS MAIS AFRICANO DA EUROPA" E TODOS MARCHAM PARA ÁFRICA, DISSO NÃO TENHAM DÚVIDAS POIS BASTA VER QUANTO É QUE NOS CUSTA ESSA FACTURA DAS "BOAS ACÇÕES" DUNS APRENDIZES DE FEITIÇEIROS ARMADOS EM "GOVERNANTES"

AS FUNDAÇÕES QUE NOS AFUNDAM

O ministro da Cultura falava durante a assinatura do acordo entre a Câmara de Lisboa e a Fundação José Saramago para a cedência da Casa dos Bicos à instituição, um dia depois da aprovação do acordo em reunião do executivo municipal com os votos contra do PSD e do movimento Lisboa com Carmona.

"A mim amam-me muito neste país, mas também me odeiam bastante", afirmou José Saramago, acrescentando que foi precisa "muita coragem" do presidente da Câmara, António Costa (PS), para avançar com a proposta de ceder a Casa dos Bicos à fundação.

Para o autor prémio Nobel da Literatura, a votação da proposta quarta-feira em reunião de Câmara foi "óptima", porque "em lugar de uma falsa unanimidade, as pessoas foram francas".

TUDO O QUE É OU FOI COMUNISTA ESTÁ SENTADA NA MESA DO ORÇAMENTO.QUANTO MAIS PORTUGAL AFUNDA MAIS OS GAJOS SACAM
O ANTÓNIO COSTA FILHO DE COMUNISTAS, ANTICOLONIALISTA DE PRIMEIRA ÁGUA, A "DAR" AQUILO QUE NÃO É DELE A UM COMUNISTA QUE SANEOU E ERA CANDIDATO A UMA DITADURA DO PROLETARIADO... O VERNIZ "DEMOCRATA" É PARA ELITOR VOTAR MAS NO FUNDO PORTUGAL FOI OCUPADO PELA TRAIÇÃO E PELOS EX-TRAIDORES.COM OS RESULTADOS QUE SE VÊM...

'Lua-de-mel' com Luanda por 1100 milhões

'Exportam-se' professores

Na FILDA participaram representações de 102 empresas portuguesas. Falando à Lusa, o presidente da Agência Portuguesa para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), Basílio Horta, considerou que a visita de Sócrates correu "excepcionalmente bem".

Basílio Horta mostrou-se ainda orgulhoso do pavilhão de Portugal na FILDA, "unanimemente considerado como o melhor da feira". "É um pavilhão e uma feira que honram Portugal e que transmitem uma imagem diferente do país."

Na visita de Sócrates, foi também assinado um protocolo pelo qual Portugal "exportará" para Angola 200 professores, os quais darão formação a professores angolanos. As acções previstas no acordo representam um investimento na ordem dos 16,5 milhões de euros por um período de três anos, a ser implementado em quatro províncias do país - Cunene (sul), Benguela (litoral), Moxico (leste) e Cuanza Sul.

COMO DIZ CAVACO NÃO BAIXEM OS BRAÇOS... POIS QUANDO SE ACABAR DE VEZ A PESADA HERANÇA(ESTA BOA ACÇÃO AINDA VEM DA "VENDA" DE CABORA BASSA) VÃO TER O MESMO DESTINO DOS CHINESES DESPEJADOS EM ÁFRICA...DE TANGA!(É POR ISSO QUE VOS ANDAM A ACLIMATAR COM AS CENTENAS DE MILHAR DE AFRICANOS QUE VOS ENRIQUECEM...)

COLARINHO BRANCO

18 Julho 2008 - 00h30

Dia a dia
Ciclos de impunidade
O procurador-geral da República disse anteontem, por outras palavras, que o Código de Processo Penal está a matar as investigações de crime económico. Esta possibilidade, denunciada por várias vozes logo após a aprovação do Código, é contestada pelo ministro da Justiça, que teima em defender a sua dama, argumentando com o pouco tempo de vida que as novas leis penais têm. Em teoria, o ministro até pode ter razão: não se muda códigos de um ano para o outro. Neste caso, porém, os primeiros meses dão já indicações muito claras de que no campo do crime económico caminhamos para o desastre.


A ‘Operação Furacão’ está em risco e o mesmo acontece com outros processos que implicam fortes investimentos periciais e a cooperação judiciária internacional. O que está na forja, não tenhamos ilusões, é a criação de mais um ciclo de impunidade brutal, daqueles a que o sistema político já nos habituou. Primeiro os fundos comunitários, depois a negociação política de grandes dívidas fiscais – criando fundos partidários e outros que estão na origem de instituições financeiras que nunca primaram pela transparência. A seguir as facturas falsas e o erro legislativo que originou milhares de prescrições. Agora temos tudo mais à claras e sob a cobertura inequívoca da lei. Será isto o que queremos para Portugal?

NÃO BAIXEM OS BRAÇOS DIZ CAVACO




















Cavaco Silva pede aos portugueses para "não baixarem os braços" perante a crise


SE BAIXAREM OS BRAÇOS QUEM É QUE CUIDA DA NOSSA "POBREZA"?QUEM É QUE PAGA NOVOS BAIRROS SOCIAIS, RSI, SUPORTA A SAÚDE , A EDUCAÇÃO, OS SUBSÍDIOS DE NASCIMENTO DE QUEM NOS "ESCOLHE"?QUEM É QUE NO FUNDO PAGA A AFRICANIZAÇÃO?E AS VIAGENS AÉREAS DE FÉRIAS "Á TERRA"?

Thursday, July 17, 2008

AFINL SOMOS RICOS...

17 Julho 2008 - 00h30
O nosso ministro das Finanças e a ministra das Finanças de São Tomé e Príncipe assinaram um acordo relativo ao cancelamento da dívida da antiga colónia ao Estado português.


Foram perdoados 35 milhões de dólares.

A SENSAÇÃO DE IMPUNIDADE LEVA AO ROUBO E Á VENDA DE DROGA

Polícia de Cascais faz limpeza em zonas de droga


ANA MAFALDA INÁCIO
Tráfico. Operação durou mais de 12 horas e vasculhou-se quatro zonas

Polícia deteve cinco traficantes em flagrante delito

Elementos da Divisão da PSP de Cascais levaram a cabo, durante o dia e noite de terça-feira, uma operação de combate ao tráfico de droga em vários bairros do concelho, que resultou em cinco detenções.

Segundo apurou o DN, casas, cafés, sociedades recreativas e bares foram passados a pente fino por mais de 20 elementos de várias secções daquela divisão, durante as 12 horas que passaram nos bairros do Fim do Mundo, Torre, Camboja e Faceiras.

Fonte policial referiu ao DN que se tratou de uma operação de rotina, no âmbito das investigações que têm vindo a ser realizadas em termos de combate ao tráfico de droga no concelho. A mesma referiu ainda que os detidos, todos do sexo masculino e com idades entre os 22 e os 42 anos, foram apanhados em flagrante delito, quando vendiam estupefacientes nos bairros do Fim do Mundo, Camboja e Faceiras. "Dois elementos, de 22 e 21 anos, foram detidos no primeiro bairro, outros dois, de 42 e 39, no segundo e um de 32 anos no terceiro. Este último tinha na sua posse um tipo de droga rara, anfetaminas, os restantes vendiam cocaína, heroína e haxixe ", explicaram ao DN. A polícia apreendeu 99 gramas de haxixe, seis de anfetaminas, 1,75 de cocaína e 16 gramas de heroína, além de 25o euros em dinheiro, proveniente da venda do produto, um carro e armas brancas. Os suspeitos foram ontem presentes a tribunal, tendo-lhes sido aplicada a medida de coacção de termo de identidade e residência.

A Divisão de Cascais tinha até há pouco tempo referenciados seis bairros problemáticos, do ponto de vista da criminalidade e perigosidade para as forças de segurança, sendo quase todos de habitação social ou residência clandestina. A maioria está associada a vários tipos de crime, como tráfico de droga, apesar da acção das autoridades. Agora tem mais 12 bairros problemáticos na sua alçada, já que a divisão de áreas imposta pela nova lei orgânica das forças de segurança lhe atribuiu Trajouce, na freguesia de São Dominigos de Rana, que antes pertencia à GNR. Os bairros dos Brejos, das Faceiras e do Miradouro são dos mais complicados daquela freguesia.

COM TANTA POBREZA E COMO VEMOS COM TODA A CLASSE POLÍTICA SEMPRE "PREOCUPADA" COM ELES DESAFIO ESSES MAUS DIRIGENTES POLÍTICOS A MANDAREM VERIFICAR QUANTOS DESSES "POBRES" POR "NOSSA" CONTA E COM QUE FREQUÊNCIA USAM OS TRANSPORTES AÉREOS, QUE POR DEFINIÇÃO É COISA DE RICO...

NÃO PAGAM A RENDA MAS TAMBÉM A ELECTRICIDADE , A ÁGUA E O GÁS...

Bairros sociais devem milhões de euros em rendas


ANA MAFALDA INÁCIO e PAULA FERREIRA
Habitação. Pagamentos difíces de cumprir

Há câmaras que não sabem o valor de que são credoras

Os moradores dos bairros sociais existentes na área da Grande Lisboa devem milhões de euros às autarquias em rendas. Há muito que é assim: a maioria das câmaras tem em prática planos de pagamento faseado, mas nem sempre são cumpridos pelos "inquilinos". No Porto, as autarquias referem um diminuição da dívida, mas apenas Gaia avança um montante acumulado nos últimos 12 anos: um milhão de euros.

Só Lisboa, que integra mais de 70 bairros municipais e 27 mil fogos, tem em falta cerca de dez milhões de euros, o que corresponde a nove mil famílias, sendo que 50% destas devem os valores de um a cinco recibos, 15% entre seis a 12. Oeiras, em oito anos, acumulou uma verba que ronda os 1,5 milhões. Setúbal tem quase 1,4 milhões em débito, Cascais 1,2 milhões e Loures cinco milhões, sendo esta a maior dívida de todas as autarquias consultadas.

Só o bairro da Quinta da Fonte, onde moradores pedem novo realojamento, deve à câmara 1,4 milhões. A Amadora não tem montantes certos, mas o gabinete da vereadora da Habitação referiu ao DN que a dívida atinge os 35% do total do arrendamento. Odivelas, por sua vez, já realojou mais de cem agregados, mas ainda não tem este balanço feito.

Segundo apurou o DN, o preço das rendas sociais varia entre os dois euros e meio e os 200/300 euros, tudo depende dos rendimentos dos agregados familiares. No entanto, a maioria das rendas não ultrapassa os 50 a 60 euros. Mas, muitos dos municípios, "têm um grande número de rendas de três, cinco e dez euros", explicaram oos autarcas.

Mesmo assim, a justificação dada aos técnicos municipais para o incumprimento é a da carência económica, devido ao desemprego e sobrevivência através do subsídio de reinserção social. "Se têm dois e três telemóveis e ainda carro, também podem pagar a renda. As pessoas têm que entender que a habitação é um bem essencial, que custa caro ao erário público", afirmou ao DN o presidente de Oeiras, Isaltino Morais. Nos últimos 20 anos, este concelho já realojou mais de cinco mil famílias, Loures outras tantas, Setúbal e Cascais mais de mil.

Em Gaia, um concelho do Grande Porto, com 30 bairros sociais, onde vivem cerca de 12 mil pessoas, a dívida tem vindo a descer a uma média de 10% ao ano.

QUEM PASSE JUNTO DE BAIRROS SOCIAIS VÊ DE FACTO LÁ BONS AUTOMÓVEIS ESTACIONADOS.MUITO DO TRABALHO QUE FAZEM É CLANDESTINO COMO O DAS CHAMADAS MULHERES A DIAS.A IRRESPONSABILIDADE DO ESTADO COMEÇA AQUI.FECHANDO OS OLHOS A PEQUENOS DELITOS QUE A POUCO E POUCO LEVAM ALGUNS HABITANTES A CONSIDERAR-SE PURA E SIMPLESMENTE DONOS DESTA PORCARIA TODA.O QUE NÃO ADMIRA QUANDO ELES VÊM QUE TODOS OS POLÍTICOS OS TRAZEM SEMPRE NA BOCA, QUANDO SABIAM DAS VIGARICES QUE POR LÁ SE FAZEM... SE OS PRESTADORES DE SERVIÇOS NEM SEQUER SE ATREVEM A COBRAR E FISCALIZAR ENTÃO O QUE FARÃO AS ASSISTENTES SOCIAIS ENCARREGADAS DE VERIFICAR AS ALTERAÇÕES DE RENDIMENTO?
É O SOCIALISMO REAL.TODA A GENTE A TER RENDIMENTO IGUALZINHO...E SEMPRE Á CUSTA DOS MESMOS

Wednesday, July 16, 2008

COMO DIZIA O OUTRO TÊM QUE GANHAR MENOS PARA OUTROS GANHAREM MAIS

Funcionários públicos podem perder até 18 por cento do valor da reforma

VÁ LÁ SEJAM SOLIDÁRIOS.PAGUEM O 2º MELHOR ACOLHIMENTO DA EUROPA.OU JULGAVAM QUE A FACTURA era só para os outros?

A ÁFRICA VAI FICAR DESERTA

From Times OnlineJuly 16, 2008

Scientists make gene link to African HIV epidemicMark Henderson, Science Editor
A genetic variant peculiar to Africans substantially raises their risk of infection with HIV, according to research that suggests evolved susceptibility may be helping to drive the continent’s Aids epidemic.

The 90 per cent of Africans who carry the DNA variation are 40 per cent more likely to contract HIV than are those without it, following similar exposure to the virus, scientists from Britain and the United States have found.

As the genetic change is very common among people of African ancestry, but virtually unknown among other ethnic groups, it could partially explain why HIV-Aids is so much more prevalent in sub-Saharan Africa than elsewhere in the world.

The United Nations estimates that 22.5 million people in the region are HIV positive, accounting for more than two thirds of the global total of approximately 33.2 million people.


The genetic variant, known as “Duffy-negative”, is so common in Africa that it could be responsible for about 11 per cent of the continent’s HIV burden, or 2.5 million cases, scientists said.

“It is an Africa-specific variant, which is why it’s so interesting in the context of Aids research,” said Robin Weiss, Professor of Infection and Immunity at University College London, a member of the study team.

“It could certainly be a contributing factor to the scale of the epidemic in sub-Saharan Africa. It’s the first time, so far as we understand, that a genetic factor that increases susceptibility to infection has come into play.”

Patterns of sexual behaviour are also involved in the African epidemic, which predominantly affects heterosexuals. In other parts of the world, HIV-Aids mainly affects homosexuals, sex workers and intravenous drug users.

The Duffy-negative gene has probably spread so widely through the African population because it is known to confer resistance to a form of malaria called Plasmodium vivax. Professor Weiss believes that it may also once have increased resistance against a precursor of the most deadly malaria parasite, Plasmodium falciparum.

These traits would have been highly advantageous in Africa in the evolutionary past. As HIV is a new human pathogen, which is thought to have jumped from chimpanzees to people between 1910 and 1950, the gene’s effect on the virus would have had no negative consequences until recently.

“The big message here is that something that protected against malaria in the past is now leaving the host more susceptible to HIV,” Professor Weiss said.

Matthew Dolan, of the San Antonio Military Medical Centre in Texas, another author of the research, said: “After thousands of years of adaptation, this Duffy variant rose to high frequency because it helped protect against malaria.

“Now, with another global pandemic on the scene, this same variant renders people more susceptible to HIV. It shows the complex interplay between historically important diseases and susceptibility in contemporary times.”

The Duffy variant, however, is not without benefits for HIV. The study, which is published in the journal Cell Host & Microbe, found that on average Duffy-negative people who do become infected live for about two years longer than those without the variant.

Professor Sunil Ahuja, of the University of Texas Health Science Center at San Antonio, who led the research, said: “It turns out that having this variation is a double-edged sword. The finding is another valuable piece in the puzzle of HIV-Aids genetics.

“It’s well known that individuals vary in their susceptibility to HIV and that after infection occurs, the disease progresses at variable rates. The mystery of variable infection and progression was originally thought to be mainly the result of viral characteristics, but in recent years it has become evident that there is a strong host genetic component.”

In the study, the scientists examined a large cohort of US Air Force personnel, including more than 1,200 who are HIV positive, who have been followed for nearly 22 years. This group was deemed particularly appropriate for investigation, as they have similar social backgrounds and patterns of sexual behaviour and drug use, which can all affect HIV susceptibility.

The Duffy-negative genotype was found almost exclusively among African-Americans. Those African-Americans with the variant were 40 per cent more likely to be HIV positive than those who lacked it.

The mechanisms by which the Duffy-negative variant increases the risk of infection, yet prolongs the illness, remain unknown, Professor Weiss said.

The gene encodes a protein found mainly on the surface of red blood cells. It is possible that the less risky variant turns these into “sponges” that soak up the virus, so that it becomes less likely to infect the T-cells of the immune system, which are killed off by the disease.

QUE OS NOSSOS MEMBROS DO POVO ELEITO COPIEM ESTE EXEMPLO

Hezbollah this morning handed back to Israel what appeared to be the bodies of two dead soldiers whose capture caused the bloody 34-day war between the Jewish State and the Shia Islamist group two years ago.

As part of a landmark prisoner exchange, two black coffins believed to be carrying the bodies of Ehud Goldwasser and Eldad Regev were carried by the Red Cross over the border dividing southern Lebanon and northern Israel. The two had not been heard from since their capture two years ago.

As Israel prepared to mourn its dead soldiers, Lebanon, meanwhile, readied itself for a massive celebration for the five Hezbollah militants set to be returned by Israel in exchange.

JÁ PASSARAM 34 ANOS E CENTENAS DE SOLDADOS METROPOLITANOS E DAS ILHAS CONTINUAM ABANDONADOS NO EX-IMPÉRIO.
SABE-SE QUE TEMOS TIDO ENTRE OS NOSSOS ESTIMADOS DEMOCRATAS ELEMENTOS DO POVO ELEITO.PORQUE NÃO FAZEM CÁ O QUE OS SEUS IRMÃOS FAZEM LÁ?
CADA VEZ PERCEBO MENOS O QUE É QUE OS NOSSOS QUERIDOS DIRIGENTES QUEREM FAZER DO QUE JÁ FOI E QUE SE CHAMAVA PORTUGAL...

NESTE BAIRRO É ASSIM E NOS OUTROS?

16 Julho 2008 - 00h30

Quinta da Fonte
90% dos moradores recebe subsídio
Cerca de 90% da população activa residente na Quinta da Fonte beneficia do Rendimento Social de Inserção, de acordo com dados da Câmara Municipal de Loures. E muitos, apesar de pagarem rendas de 4,26 euros por mês, devem neste momento à autarquia quantias que chegam aos oito mil euros, apurou o CM junto da Divisão Municipal de Habitação. Quer isto dizer que, desde que foram alojados na freguesia da Apelação, em 1997, muitos dos que beneficiaram do Programa Especial de Realojamento nunca cumpriram com o acordado.

A ESQUERDA QUE CONTA QUER, A ASSEMBLEIA NACIONAL DE ESQUERDA DÁ.PORTANTO OS "TRABALHADORES" QUE TENHAM PACIÊNCIA E EM SOLIDARIEDADE INTERNACIONALISTA ACETEM COM HUMANIDADE DIVIDIR COM QUEM MENOS TEM.E TENHAM CALMA QUE EM ÁFRICA EXISTEM MUITOS MAIS A PENSAR EM VIR USUFRUIR DO 2º MELHOR ACOLHIMENTOS DA EUROPA.
NESTE PARTICULAR OS LAICOS SAIRAM UNS BONS CRISTÃOS.LEVARAM BOFETADA NUMA FACE(FORAM EXPULSOS SEM BENS DO IMPÉRIO)E AGORA DÃO A OUTRA FACE ACEITANDO DIVIDIR COM OS QUE OS EXPULSARAM... E COM OS MESMOS POLÍTICOS A MANDAR...

Tuesday, July 15, 2008

A "CENSURA" ANDA DESATENTA...

Depois da violência registada na Sexta-feira, a noite foi calma na Quinta da Fonte, em Loures. O efectivo da PSP composto por elementos da Unidade Especial de Polícia mantém-se no bairro, situado às portas de Lisboa, para evitar represálias entre os dois grupos que estiveram envolvidos na troca de tiros.

O presidente da Junta de Freguesia da Apelação afirma que é necessária uma intervenção política, por parte do estado, no bairro. José Henriques Alves diz que é uma sorte não haver um maior registo de mortes, no meio das guerras entre etnias diferentes.

José Henriques Alves diz que no bairro existe uma lei diferente da que se vive do resto do país e que nem a câmara nem o Tribunal conseguem cobrar, por exemplo, as rendas aos inquilinos do bairro.

Mas não é só a câmara que tem dificuldades em entrar na zona. O Presidente da Junta diz que para já não tem medo, mas que os homens do gás, da luz e da água há muito tempo que lá não vão cobrar as contas, com medo de serem recebidos a tiro.

POR ISSO É QUE OS MONIPÓLIOS QUEREM QUE OS CIDADÃOS CUMPRIDORES "PAGUEM" AS FACTURAS DOS QUE "NOS VIERAM ENRIQUECER"...
AGORA OS PORTUGUESES LEGÍTIMOS, OS "INDÍGENAS" QUE FAÇAM AS CONTINHAS E QUE VEJAM PORQUE É QUE ANDAM NA MERDA... E QUANTO ANDAM A GANHAR OS DEFENSORES DE TAL POLÍTICA...

Monday, July 14, 2008

DAYANA MENDOZA FAZ-NOS ESQUECER O CHAVEZ...

O PATRIOTISMO DOS "NOVOS EUROPEUS"

14 Julho 2008 - 11h52

Carros incendiados
Tumultos nas ruas de França
Os actos de vandalismo voltaram às ruas de França, mesmo na noite anterior à festa nacional, que se celebra esta segunda-feira. Durante a noite 300 veículos foram incendiados e a polícia deteve 121 pessoas.


O balanço foi feito pelo Ministério do Interior francês que adiantou que dos 297 carros incendiados, 211 foram na região de Paris. A capital francesa é também recordista nas detenções: 102 pessoas. As outras 19 foram detidas noutras zonas do país.

Além dos carros, um ginásio ficou também danificado devido a um incêndio, que aparentemente foi posto. Um polícia ficou ferido ao ser atingido por um engenho pirotécnico.

POR CÁ ESTAMOS A AVANÇAR A PASSOS LARGOS PARA TERMOS ESTE TIPO DE "ANIMAÇÃO".SÓ QUE NO NOSSO CASO NADA PRODUZIMOS OU EXPLORAMOS QUE PAGUE ESTES LUXOS.DONDE RESTA O "EMPOBRECIMENTO".E A CONSTANTE "CAÇA" AOS PREVILIGIADOS"... NA MIRA OS JURISTAS EMPREGADOS DO ESTADO...

NOVOS CANDIDATOS Á QUINTA DA FONTE

Imigração: Em apenas uma semana morreram vinte africanos
Mais clandestinos mortos em Espanha
Sofrimento e morte. É quase sempre assim a odisseia da maior parte dos imigrantes africanos que pretende chegar, por mar, à Europa – o seu ‘eldorado’. Na sexta-feira, mais seis morreram e 11 foram encontrados à beira da morte. Integravam um grupo de 55 clandestinos de uma embarcação oriunda da Guiné-Bissau, que chegou a La Gomera, arquipélago espanhol das Canárias.

MAIS UNS QUANTOS E ESTAMOS ATÉ PRONTOS PARA OS CHINESES VIREM INSTALAR CÁ AS SUAS FÁBRICAS...

ALIENAÇÃO DE SOBERANIA ATRAVÉS DA INTRODUÇÃO DA SHARIA

O Ministério da Administração Interna (MAI) e o Governo Civil de Lisboa vão chamar os líderes das comunidades cigana e africana, residentes na Quinta da Fonte, para discutir e negociar o Contrato Local de Segurança (CLS) para o bairro, anunciado pelo ministro Rui Pereira, no sábado, em Loures, após o tiroteio dos últimos dias entre aqueles dois grupos rivais. O objectivo será o de responsabilizar também as comunidades moradoras nos bairros abrangidos por este contrato por tudo o que ali se passa, nomeadamente a nível da segurança. "As comunidades têm que se entender", explicou ao DN a governadora civil.

De acordo com Dalila Araújo, "este contrato será traduzido num documento que ligará e comprometerá várias entidades da sociedade civil, através das Instituições Particulares de Solidariedade Social, privados e líderes das comunidades dos vários bairros". A representante do MAI sublinhou ainda que o CLS é um tipo de policiamento que já se faz em outros países da Europa e que tem como objectivo envolver todas as entidades existentes nos bairros. No caso de Loures, e apesar de o contrato ter sido anunciado sem estar pronto e um dia depois dos confrontos na Quinta da Fonte, "já estava a ser preparado há algum tempo, tal como o que vai ser assinado para o concelho de Sintra, onde também houve situações em bairros problemáticos".

No entanto, e segundo a governadora, as negociações no terreno com as várias entidades, públicas, privadas e comunitárias, só agora vão começar, esperando-se que, em Setembro, "o documento esteja pronto para ser assinado". O objectivo é pôr a os novos meios a funcionar logo em Outubro. Neste momento, "está a ser feito um diagnóstico criminal e social. Vão ser ouvidos todos os agentes envolvidos na vida dos bairros para chegarmos a um relatório final. Só depois serão analisados os meios necessários para pôr em prática este contrato".

O CLS de Loures abrange não só o bairro da Quinta da Fonte, mas também o da Quinta do Mocho, da Torre, Prior Velho e Quinta das Sapateiras. Tudo bairros considerados problemáticos do ponto de vista social e criminal. Loures é assim o segundo concelho do País a avançar com um contrato de segurança - o primeiro foi o bairro do Cerco, no Porto. O terceiro será Sintra, mas ainda não se sabe quando é que este avançará.


MAIS UM PASSO NA CRIAÇÃO DOS BANTOSTÕES, A ANTIGA CINTURA INDUSTRIAL, AGORA A CINTURA NEGRA.
DEPOIS DAQUILO TUDO "HIERARQUIZADO" E "DISCIPLINADO" COM COBERTURA OFICIAL TEREMOS SOBAS, RÉGULOS E CHEFES DE TABANCA A "NEGOCIAR" COM AS AUTORIDADES COLONIZADAS.SERÁ DO GÉNERO OU PAGAM OU PARTIMOS ISTO TUDO...
OS INDÍGENAS NÃO PODEM TER MILICIAS MAS TRATANDO-SE DE AFRICANOS...

Sunday, July 13, 2008

É ESTA A "POBREZA" QUE AFLIGE TODA A NOSSA CLASSE POLÍTICA

Na Quinta da fonte a notícia da libertação dos jovens foi vista como 'injusta' pela comunidade africana. 'Natural', pela comunidade cigana. Por estas razões, a PSP reforçou ontem a presença no bairro. Aos agentes de Loures juntaram-se elementos das Brigadas de Intervenção Rápida e da Unidade Especial de Polícia. Sempre em duplas e armados de shotgun, procuraram mostrar a sua presença de forma a evitar a repetição dos confrontos.

TENSÃO ÉTNICA AMEAÇA

'Um dia chegam aqui e vai ser só tirar cadáveres', afirma José Manuel Costa, natural da Guiné. 'Isto ainda se vai tornar numa guerra', diz José Fernandes, de etnia cigana. As afirmações dos dois habitantes da Quinta da fonte espelham o clima de conflito existente no bairro e surge como aviso para as autoridades políticas e policiais.

As rivalidades entre os dois grupos já vêm de longe, mas ambos partilham da mesma opinião: se as autoridades não realojarem em breve a comunidade cigana, que habita no local, 'muito sangue vai ser derramado'. A estatística não é oficial, mas haverá quatro africanos para cada cigano no bairro.

'Se nos unirmos todos, em 20 minutos damos cabo deles', disse ao CM José Silva, um africano que habita no bairro. 'Não queremos que isto aconteça, mas, se nos provocarem, nós vamos lá. E aí o bairro vai ficar cheio de corpos.'

Do outro lado da contenda, José Fernandes disse ao CM que a comunidade cigana, a que pertence, pretende deixar a Quinta da fonte. E depressa. 'Segunda-feira vamos protestar na Câmara de Loures para sermos realojados em outro local. Se depois disso a Câmara continuar sem fazer nada vamos acampar em frente ao Ministério da Administração Interna, que é o responsável pela segurança. E lá ficaremos até que façam alguma coisa.'


SIM ESTA COM PUBLICIDADE GRATUITA PERMANENTE E SEMPRE PREMIADA E NO "CORAÇÃO" DE GENTE HUMANISTA E ALTAMENTE BEM PAGA.
CLARO QUE OS VERDADEIROS POBRES "INDÍGENAS", LONGE DAS CÂMARAS E DOS BARULHOS QUE MORRAM E NÃO CHATEIEM...